Warning: include_once(wp-includes/images/pin.png): failed to open stream: No such file or directory in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: include_once(): Failed opening 'wp-includes/images/pin.png' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/japagirl/public_html/blog/index.php:2) in /home/japagirl/public_html/blog/wp-content/plugins/instagrate-to-wordpress/instagrate-to-wordpress.php on line 48
Página não encontrada – Japa Girl



























































                
       
















bloglovin



CURRENT MOON

Easter details…Flower arrangements by @marciosleme

Easter details...Flower arrangements by @marciosleme

   Comentário RSS Pinterest   
   

Landscape in progress

Landscape in progress

   Comentário RSS Pinterest   
 

Após 3 décadas de cabelo muito longo, finalmente CORTEI!!! Vida nova 2017!!!Gracias @celsokamuraoficial

Após 3 décadas de cabelo muito longo, finalmente CORTEI!!! Vida nova 2017!!!Gracias @celsokamuraoficial

   Comentário RSS Pinterest   
 

Melhor noite e som absurdo @djfelipevenancio @djeducorelli @marcelona @melissadepeyre @club.jerome #toilette

Melhor noite e som absurdo @djfelipevenancio  @djeducorelli @marcelona @melissadepeyre  @club.jerome #toilette

   Comentário RSS Pinterest   
 

TODAY’S SOUND: PER LUI POR ARTHUR MENDES ROCHA

Finalizando os posts de revistas clássicas, hoje falamos de uma revista italiana que era um dos guias de estilo masculino dos anos 80: a Per Lui.

per-lui-brad-e-jenny-howort

Assim como existia a Lei, uma revista italiana jovem para a mulher, a sua versão masculina era a Per Lui, só que a versão masculina ainda era mais ousada que a feminina.

Foi na Per Lui que a poderosa Franca Sozzani começou a ensaiar o que faria na Vogue italiana, onde é a editora-chefe desde 1988 até hoje.

per-lui-franca

Franca Sozzani foi editora da Per Lui de 1982 a 1988, quando foi para a Vogue Italia.

Tendo trabalhado na Lei (a versão feminina da Per Lui), desde 1980, e na Per Lui, desde 1982, Sozzani foi a responsável por uma virada nestas publicações, dedicando um super cuidado com os editoriais e com os modelos e fotógrafos contratados.

Foi na Per Lui que fotógrafos então iniciantes como Bruce Weber, Mario Testino, Herb Ritts, Max Vadukul, Steven Meisel, Peter Lindbergh, Tony Viramontes, Koto Bolofo, Michel Comte, Patrick Demarchelier, Pamela Hanson, Jean-Baptiste Mondino, Ellen Von Unwerth, Stéphane Sednaoui, entre outros, começaram a chamar a atenção dos profissionais da moda e publicidade da época.

Editorial da Per Lui clicado por Bruce Weber.

Editorial da Per Lui clicado por Bruce Weber.

Editorial de Stéphane Sednaoui para a Per Lui.

Editorial de Stéphane Sednaoui para a Per Lui.

Nunca me esqueço de um número especial “U.S.A. by Bruce Weber” da Per Lui, de 1985, com capa do modelo Andy Minsker (boxeador descoberto por Weber e que fez o Chet Baker no seu filme “Let’s get lost”) e mais de 120 páginas consecutivas clicadas por Weber, com tributos aos heróis do fotógrafo como Anna Magnani, Peter Beard, Chet Baker; os novos rostos de Hollywood que surgiam naquele momento como Melanie Griffith, Molly Ringwald e outros atores do chamado “Brat Pack” (como eram chamados o jovem grupo de atores que incluía Robert Downey Jr., Andrew McCarthy, etc.).

A histórica edição USA, totalmente fotografada por Weber.

A história edição USA, totalmente fotografada por Weber.

per-lui-molly

Molly Ringwald no editorial da jovem Hollywood.

Num dos números de 1986, Weber também clicou o “Summer Diary 1986”, com styling do usual colaborador do fotógrafo, Joe McKenna, que foi a inspiração direta para o clipe “Being Boring” do Pet Shop Boys.

per-lui-summer2

Editoria Summer Diary de Weber.

Editoria Summer Diary de Weber.

per-lui-summer

Mais páginas do Summer Diary de Weber.

Outro editorial famoso foi “Il Ragazzi del Body-Shop”, clicado por Herb Ritts (o fotógrafo que era um dos favoritos de Madonna e já falecido) com styling de Michael Roberts (hoje diretor de estilo e moda da Vanity Fair americana). Ritts havia sido contratado para fotografar trench coats, porém não gostara das roupas enviadas. Junto com Roberts, eles acabaram optando por mudar a concepção e realizar as fotos numa oficina mecânica e fazer as fotos escuras e cruas, diferente do que a revista havia solicitado. Assim, eles utilizaram o modelo Fred Harding coberto de graxa com torso à mostra e macacão amarrado, segurando pneus. Logo, esta e outras imagens fortes foram aceitas pela revista, que acabou publicando o editorial. A imagem se tornou uma das imagens mais famosas da época, ilustrando  calendários e postais e intitulada de “Fred with tires” (Fred com pneus).

per-lui-herb

“Fred with tires”, a famosa foto de Herb Ritts, foi publicada pela primeira vez num editorial da Per Lui.

Os editoriais idealizados por Sozzani eram extremamente criativos, colocava modelos em posição nunca antes imaginadas, as imagens eram marcantes, com referências bacanas, tanto com inspiração em filmes italianos dos mestres Fellini, Antonioni, Visconti, bem como estilistas como Armani e elementos da cultura pop.

per-lui-armani

Editorial com roupas Armani por Weber para a Per Lui.

per-lui-86

Editorial de 1986 da Per Lui.

Para ela, não bastava apenas fotos bonitas mostrando a roupa, por trás de tudo deveria ter uma ideia, um conceito, um significado, e ela conseguiu transpor isto para as páginas da Per Lui.

Editorial de chapéus da Per Lui.

Editorial de chapéus da Per Lui.

Além disso, havia as matérias com textos de jornalistas bem informados, que cobriam arte, cultura, cinema, literatura e muito mais.

A Per Lui era bem vanguarda, geralmente procurava sair na frente das outras, ousando com roupas, maquiagens, cabelos; tudo era uma inspiração constante para quem vivia os anos 80 e não tinha internet para pesquisar.

Publicado pela Condé Nast (a mesma da Vogue e outras revistas de destaque), a Per Lui colocava em suas capas um misto de atores, cantores, bem como novos modelos que surgiam incluindo C. Thomas Howell (de ‘E.T.”, “The outsiders”, “The hitcher”), Miguel Bosé (o popstar espanhol e também ator de filme de Almodóvar), Jenny Howard e Brady Harryman (os modelos descoloridos mais famosos dos 80’s), Rodney Harvey (um dos meninos mais lindos dos anos 80, ator de filmes como “My own private Idaho” e que faleceu de overdose), Billy Idol (que na época estava estourando em sua carreira solo), Matt Dillon (que era o jovem ator mais badalado da época), Sasha Mitchell ( o top model que virou ator de cinema e TV), Anthony Delon (o filho de Alain), John Lurie (do grupo Lounge Lizards e ator de alguns filmes de Jim Jarmusch),Richard Gere, Miles Davis e muito mais.

per-lui-matt

Matt Dillon, o então jovem ator de Hollywood mais badalado, foi capa de Per Lui

Rodney Harvey (à direita em pág. inteira) no recheio de uma Per Lui, clicado por Weber.

Rodney Harvey (à direita em pág. inteira) no recheio de uma Per Lui, clicado por Weber.

per-lui-miles

Capa do especial de música com Miles Davis na capa.

Além disso, as matérias eram dedicadas a artistas como Michael Clark (o incrível bailarino punk inglês que trabalhou com Leigh Bowery, Bodymap), Chris Isaak (que foi fotografado por Weber e estava surgindo na música e no cinema), Sam Sheppard, Bryan Ferry, Frank Zappa, o filme “Cotton Club” de Coppola, Willem Dafoe, entre outros.

Chris Isaa em editorial da Per Lui, clicado por Weber.

Chris Isaak em editorial da Per Lui, clicado por Weber.

O bailarino punk Michael Clark numa matéria da revista.

O bailarino punk Michael Clark numa matéria da revista.

O então jovem ator Willem Dafoe posando de modelo para a Per Lui.

O então jovem ator Willem Dafoe posando de modelo para a Per Lui.

Na direção de arte há a mão de Neville Brody em alguns números, pois o conceituado designer da The Face e Arena, fez várias contribuições para a revista.

Teve participação brasileira em alguns números como o então top model Fabio Ghirardelli, que chegou a estampar capa e editoriais da revista.

O modelo brasileiro Fabio Ghirardelli (de costas) na capa da Per Lui.

O modelo brasileiro Fabio Ghirardelli (de costas) na capa da Per Lui.

Com a saída de Sozzani em 1988, a Per Lui continuou até 1990, publicando editoriais com Claudia Schiffer fazendo às vezes de Brigitte Bardot por Steven Meisel e editorial inspirado por Russ Meyer (com o top Tony Ward, antes de ser namorado de Madonna), mas acabou não resistindo e fechou as portas em setembro de 1990.

A ntão iniciante modelo Claudia Schiffer fazendo às vezes de BB em editorial da Per Lui clicada por Meisel.

A então iniciante modelo Claudia Schiffer, como BB, em editorial da Per Lui clicada por Meisel.

Tony Ward em editorial da Per Lui, inspirado em "Faster Pussycat" de Russ Meyer.

Tony Ward em editorial da Per Lui, inspirado em “Faster Pussycat” de Russ Meyer.

Até hoje, as fotos e os números antigos da Per Lui são fontes de inspiração para os editores, estilistas e produtores de moda que reconhecem o importante papel que a revista teve no imaginário visual da década de 80.

   Comentário RSS Pinterest