Pavel Petrovich Ivanov - Scheherazade (1924)Reborn a year ago as Mistress of Motherhood! Photo @lostart_louise @lostartMuito passada que meu peixinho preferido se foi, era muito especial...heartbroken 馃挃Gorgeous!Chegamos! @olimpiadasrio2016 com @ddonaire @celsokamuraoficial e @gilmadureiraAgatha Luna and I, getting ready to party, to celebrate my new beginning at 43! Hair, make-up and photo by @celsokamuraoficial dress @adrianabarraMermaid and her merbaby, 1911My sweet Agatha Luna... Almost one year of happiness, joy and love #11months 
Dress by her Godmother @_luca_and_jack_Abriram hoje! #orquidea #catleyaMinha cerejeira em flor, 2016

                
       


















bloglovin



CURRENT MOON


Arthur Mendes Rocha

TODAY’S SOUND: WALLIS FRANKEN POR ARTHUR MENDES ROCHA

E a exc锚ntrica/fashion de hoje infelizmente j谩 nos deixou, mas ela foi s铆mbolo de estilo e bom-gosto, foi modelo das mais disputadas, al茅m de musa de alguns estilistas: ela 茅 Wallis Franken.

Wallis-Franken-Web2

Wallis foi das figuras mais incensadas do mundo fashion, era a musa de Claude Montana, com quem se casou em uma uni茫o bastante controversa, j谩 que seus amigos eram contra e Montana, como todos sabem, 茅 gay.

Al茅m disso, Montana era bastante possessivo e ciumento, e muitos dizem que a abusava fisicamente, inclusive a pr贸pria fam铆lia de Wallis.

Wallis em in铆cio de carreira.

Wallis em in铆cio de carreira.

Sua fam铆lia era bem de vida, pois seu pai era filho do dono de uma cadeia de lojas, a Lee Franken Inc.

Ela come莽ou sua carreira de modelo cedo, aos dezesseis anos, ao assinar com Eillen Ford, a toda poderosa dona da Ford Models.

Wallis logo cai nas gra莽as dos fot贸grafos e estilistas americanos, sendo que nesta 茅poca ela usava seus cabelos compridos.

Foi por volta do final dos anos 60 que ela decide cortar o cabelo, adotando o bowl look de Vidal Sassoon, considerado um corte extremamente moderno para a 茅poca.

wallis_11143

Wallis era linda, cheia de vida, suas fotos deste per铆odo mostra bem isso e aos poucos ela vai adquirindo uma aura de uma modelo de muita personalidade.

Assim, ela come莽a a fazer mais trabalhos na Europa que nos EUA, onde a mentalidade era mais careta.

Duas de suas modelos amigas eram Anjelica Huston (que virou excelente atriz e vencedora de Oscar) e Tracy Weed (com a qual protagonizou v谩rios editoriais em dupla).

Wallis com Anjelica Huston (脿 esquerda).

Wallis com Anjelica Huston (脿 esquerda).

Wallis (脿 direita) com Tracy Weed

Wallis (脿 direita) com Tracy Weed

Ao chegar em Paris, Wallis se apaixona pela cidade luz e resolve morar por l谩, seus pais acabam concordando, j谩 que sua m茫e sabia o que era ser modelo, pois j谩 havia sido modelo de desfiles fechados.

Isto era por volta dos anos 70 e foi neste per铆odo que ela frequenta nightclubs como o R茅gine鈥檚. A pr贸pria R茅gine fazia quest茫o da presen莽a de Wallis em suas festas, pois ela atra铆a ainda mais o p煤blico masculino para sua boate.

Wallis em foto de Guy Bourdin nos anos 70.

Wallis em foto de Guy Bourdin nos anos 70.

Wallis era uma das it-girls da 茅poca, cheia de estilo e glamour, ela era a t铆pica 70鈥檚 party girl – adorava dan莽ar – e mesmo assim trabalhava sem parar, todos queriam contrat谩-la para editoriais, fotos, desfiles – ela era praticamente uma supermodelo antes do termo ser inventado.

No in铆cio dos anos 70, ela se apaixona pelo piloto de F贸rmula 3, Phillipe de Hennning e com ele vira vegetariana e adota um estilo de vida hippie. Ele tem tr锚s filhas com ele, sendo que uma delas vem a falecer ainda beb锚.

wallis1a

Wallis no auge de sua beleza e juventude.

Foi neste per铆odo que Wallis enfrenta a depress茫o com a perda da filha, mas o trabalho segue e ela at茅 esteve no Brasil fotografando com sua amiga Weed.

Sua vida ir谩 dar uma guinada ao conhecer Claude Montana, em 1976, o ent茫o novo estilista que vinha despontando em Paris, trabalhando couro e propor莽玫es inusitadas para a 茅poca al茅m de trazer para as passarelas o look gay S&M que ele tanto admirava de seus amigos leather boys.

Walis em campanha da Chanel fotografada por Karl Lagerfeld.

Walis em campanha da Chanel fotografada por Karl Lagerfeld.

Todos os estilistas franceses queriam trabalhar com Wallis e ela acaba fazendo 21 desfiles em 21 dias.

Wallis fica fascinada por Montana e ele por ela, mas este relacionamento definitivamente n茫o far谩 bem a ela, mesmo assim, ele a transforma em sua musa inspiradora, especialmente por seu look magro, meio masculino e de cabelos curtos lembrando Louise Brooks.

wallis

Na verdade, mesmo sabendo de sua homossexualidade, ela sempre teve a esperan莽a que isto passaria e que ele ficaria totalmente dedicado a ela.

Nesta fase, ela vai usando cada vez mais coca铆na e frequentando a noite parisiense, isto por volta de 1980, quando ela resolve abandonar a vida de modelo.

wallis4

Uma de suas atividades fora das passarelas e fotos foi como cantora, onde ela teve um pequeno hit, em 1984, com a vers茫o francesa para 鈥淔oreign Affair鈥 de Mike Oldfield, que passou a se intitular 鈥溍塼range Affaire鈥, mas o sucesso s贸 durou apenas este single.

Abaixo o clipe da m煤sica, todo produzido em P&B:

Por茅m, este per铆odo em termos financeiros 茅 um verdadeiro desastre na vida de Wallis, j谩 que Montana n茫o a oferecia um trabalho e nem a deixava trabalhar para outro estilista.

Nos anos 90, ela teve um revival em sua carreira, gra莽as a Steven Meisel, o fot贸grafo que praticamente criou o culto 脿s supermodels e que a fotografou para a capa da Vogue Italia, al茅m de editoriais.

Wallis na capa da Voguie Italia por Steven Meisel.

Wallis na capa da Voguie Italia por Steven Meisel.

 

Wallis (3a da esq. para a direita) em editorial clicado por Meisel.

Wallis (3a da esq. para a direita) em editorial clicado por Meisel.

Al茅m disso, ela tamb茅m fez participa莽茫o especial como uma porteira (ao estilo Charlotte Rampling em 鈥淭he Night Porter鈥) no v铆deo de 鈥楯ustify my love鈥 de Madonna, sob a dire莽茫o de Jean-Baptiste Mondino.

Cena do clipe de "Jutify my love" de Madonna, tendo Wallis numa cena com Tony Ward.

Cena do clipe de “Justify my love” de Madonna, tendo Wallis numa cena com Tony Ward.

Ela e Montana finalmente casam em 1993, numa badalada cerim么nia que sacudiu o mundo fashion da 茅poca, j谩 que aconteceu no meio dos desfiles de alta-costura daquele ano.

Wallis com Montana no dia de seu casamento.

Wallis com Montana no dia de seu casamento.

Agora ela passava a assinar como Wallis Franken Montana.

Wallis voltava a ser celebrada pelo mundo da moda, como neste editorial fotografado por Karl Lagerfeld, com ela no papel de outra Wallis: Wallis Simpson, a Duquesa de Windsor.

Wallis como a Duquesa de Windsor em editorial clicado por Karl Lagerfeld.

Wallis como a Duquesa de Windsor em editorial clicado por Karl Lagerfeld.

Por茅m, mesmo morando como marido e mulher, o relacionamento dos dois acaba sendo um desastre, o g锚nio de Montana era bem dif铆cil de conviver, Wallis tinha uma devo莽茫o exagerada em rela莽茫o a ele, deixava que este a escravizasse e muitos amigos e familiares afirmam que ele a deixou psicologicamente debilitada.

Seja qual for a verdade, Wallis n茫o aguentou a barra e se suicidou em 1996, para o choque geral de todos os ligados em moda e que a conheciam bem.

wallis-franken

A pol铆cia que encontrou seu corpo nos fundos do apartamento deles em Paris (ela havia se atirado pela janela) concluiu a investiga莽茫o como suic铆dio, mas nunca saberemos os reais motivos desta morte e o porque Wallis teria tirado sua pr贸pria vida.

   Coment谩rio RSS Pinterest   
 

TODAY’S SOUND: BABY JANE HOLZER POR ARTHUR MENDES ROCHA

E a exc锚ntrica/fashion de hoje 茅 uma das primeiras superstars de Andy Warhol e foi uma das mais famosas it-girls dos anos 60, ela 茅 Baby Jane Holzer.

baby-jane-holzer

Holzer j谩 veio de uma fam铆lia poderosa, dona de muitos im贸veis nos EUA, mas ela nunca se contentou em ser apenas uma integrante da alta sociedade nova-iorquina, pois seu neg贸cio era conhecer pessoas interessantes e estar ligada ao mundo das artes.

Ela abandona a faculdade para se dedicar a vida de modelo. Seu estouro se deu quando foi fotografada por David Bailey para a Vogue, em 1963.

Baby Jane Holzer por David Bailey.

Baby Jane Holzer por David Bailey.

Certa vez, numa sess茫o de fotos, ela conhece Nicky Haslam (o ent茫o editor da revista Star e mais tarde um badalado decorador), que logo lhe apresenta para Andy Warhol. Nesta 茅poca, ela estava rec茅m-casada com Leonard Holzer, um riqu铆ssimo executivo do ramo imobili谩rio.

Baby Jane na capa da revista Show.

Baby Jane na capa da revista Show.

Warhol gamou nela de cara, na primeira troca de olhares ele j谩 a convida para estrelar um de seus filmes underground e de baixo or莽amento.

baby jane e warhol

Baby Jane com Andy Warhol.

Nesta 茅poca, ela passa a ser denominada de 鈥淏aby Jane鈥, pela colunista Carol Bjorkman (do Women鈥檚 Wear Daily), inspirado pelo filme 鈥淲hatever happened with Baby Jane鈥 (O que ter谩 acontecido a Baby Jane).

baby jane7

Seus amigos todos participaram dos chamados 鈥淪creen tests鈥, testes cinematogr谩ficos rodados em P&B, que contava com personalidades como Lou Reed, Nico, Edie Sedgwick, Dennis Hopper, entre outros.

baby jane holzer

Abaixo o teste de Baby Jane Holzer, onde ela fica durante quase cinco minutos apenas escovando os dentes e Warhol n茫o queria que ela piscasse:

Holzer era puro glamour, loira, de cabelos compridos, ela usava aqueles penteados altos e volumosos, al茅m de make-up com muito delineador, bem no estilo 60鈥檚, al茅m de estar sempre vestida impecavelmente, por novos estilistas da 茅poca, como Halston.

baby jane e halston

Baby Jane com Halston.

baby jane glamour

Ela n茫o chegava a ser bonita no estilo tradicional, mas era dona de um charme absurdo, al茅m de ter um tipo f铆sico que chamava a aten莽茫o, mesmo com seu nariz grande, ela era puro excitamento.

Baby Jane modelando para a Vogue.

Baby Jane modelando para a Vogue.

baby jane by william klein

Baby Jane por William Klein.

N茫o demorou muito para que ela se tornasse uma das mulheres mais badaladas de NY, posando para revistas de moda, ditando tend锚ncias e sendo convidada para as melhores festas, a ponto de Diana Vreeland (a influente editora de moda da Harper鈥檚 Bazaar e depois da Vogue) declarar que ela era a garota mais contempor芒nea que ela conhecia.

Baby Jane por Bailey para a Vogue.

Baby Jane por Bailey para a Vogue.

Outro que tamb茅m se impressionou com ela foi o escritor Tom Wolfe (autor de 鈥淎 Fogueira das Vaidades鈥), que escreveu um ensaio para a New York Magazine, intitulado 鈥淭he girl of the year鈥 (A Garota do Ano), em homenagem a Baby Jane Holzer.

Baby Jane na capa da Vogue.

Baby Jane na capa da Vogue.

Al茅m disso, Warhol adorava badalar com ela, ela foi durante um tempo a sua musa, claro que ele a pintou tamb茅m.

Certa vez, Holzer era t茫o reverenciada, que num dos primeiros shows dos Rolling Stones, foi ela que chamou mais aten莽茫o que a pr贸pria banda de Mick Jagger.

baby-jane-holzer-and-mick-jagger

Baby Jane com Mick Jagger.

Ao todo, Baby Jane Holzer apareceu em alguns filmes de Andy Warhol, incluindo 鈥淪oap Opera鈥, 鈥淏atman Dracula鈥, 鈥楥ouch鈥, 鈥淭he thirteen most beautiful women鈥(todos de 1964) e mais 鈥淐amp鈥 (de 1965).

Al茅m de atacar como atriz, Holzer tamb茅m cantava, chegando a gravar dois singles, um deles era uma vers茫o cover da banda Bystanders, 鈥淵ou鈥檙e gonna hurt yourself鈥 (com direito a clipe):

Ela tamb茅m gravou outro compacto intitulado 鈥淩apunzel鈥, lan莽ado em 1967:

Por茅m, com o final dos anos 60, Baby Jane vai se afastando de Warhol e da turminha da Factory, j谩 que a barra vai ficando mais pesada, com muitas drogas e tamb茅m pessoas que rodeavam o artista e que ela n茫o gostava.

Uma destas pessoas era Valerie Solanas, que ficou famosa como a pessoa que atirou em Warhol (e que virou at茅 filme).

baby jane2

Ela ainda tenta mais um importante papel no cinema, no filme 鈥淥 Vale das Bonecas鈥, mas acaba perdendo o papel para Sharon Tate (a ent茫o esposa de Roman Polanski).

Baby Jane continou badalando, mas com menos intensidade, continuo se dando bem com Warhol, apesar de v锚-lo menos, mas nunca largou o mundo das artes.

Foto mais atual de Baby Jane tendo ao fundo a serigrafia que Warhol fez dela.

Foto mais atual de Baby Jane tendo ao fundo a pintura que Warhol fez dela.

Em 1972, ela voltou a estrelar num filme independente 鈥淐iao Manhattan鈥 (estrelado por Sedgwick) e onde ela conhece seu futuro parceiro na produ莽茫o de filmes, David Weisman.

No mesmo ano, ela tamb茅m vira refer锚ncia na m煤sica 鈥淰irginia Plain鈥 do Roxy Music, j谩 que seu nome 茅 mencionado em dois versos na can莽茫o.

baby-jane-holzer

Hoje em dia, Jane Holzer se transformou numa colecionadora de arte das mais respeitadas, tendo uma valiosa cole莽茫o que inclui al茅m de Warhol, Jean-Michel Basquiat, Keith Harring, Julian Schnabel, Richard Prince, entre outros.

Ela tamb茅m virou produtora de cinema, tendo sido uma das produtoras de 鈥淥 Beijo da Mulher-Aranha鈥 (do rec茅m-falecido Hector Babenco) e mais recentemente de 鈥淪pring Breakers鈥 (de Harmony Korine, com James Franco e Selena Gomez).

Recentemente, ela foi tema da exposi莽茫o 鈥淭o Jane, Love Andy: Warhol鈥檚 first superstar鈥, que celebra sua amizade com Andy Warhol e com o qual ela sacudiu os anos 60 de todas as maneiras.

   Coment谩rio RSS Pinterest   
 

TODAY’S SOUND: STASH KLOSSOWSKI DE ROLA POR ARTHUR MENDES ROCHA

O exc锚ntrico-fashion-estiloso de hoje est谩 muito associado aos Rolling Stones, Beatles e a Swinging London dos anos 60; era um aristocrata e mais conhecido como o pr铆ncipe pop: o Princ铆pe Stash Klossowski de Rola.

stash12

Stash, que tamb茅m tem o t铆tulo de Bar茫o de Watteville, 茅 filho do pintor e aristocrata Balthus, um dos mais respeitados do s茅c. XX, e sua m茫e tamb茅m era uma aristocrata su铆莽a.

Ele j谩 nasceu em ber莽o espl锚ndido, al茅m de ter passado sua inf芒ncia na Villa Diodati, famosa por ter sido a resid锚ncia de Lord Byron, e onde Mary Shelley escreveu 鈥楩rankstein鈥.

stash1

Criado em escolas russas e inglesas, desde cedo ele foi demonstrando interesse pelas artes e pela m煤sica, colecionando discos de Elvis Presley na adolesc锚ncia.

Logo em seguida, ele foi descoberto por Luchino Visconti, com quem assinou um contrato para estrelar em alguns filmes, tendo participado do Festival de Cannes, em 1960, ao lado de Fellini.

stash11

Stash fazia amizades rapidamente, ele tamb茅m ficou amigo de Tony Williams (do The Platters), se dividindo entre Roma, Paris e Londres.

Por volta de 1962, ele vai para NY, para tentar seguir a carreira de ator, mas a m煤sica falou mais alto e ele retorna 脿 Paris e se junta ao The Playboys, onde assume a fun莽茫o de percussionista, ao lado de seu amigo Vince Taylor.

Foi atrav茅s de Vince que ele conhece Brian Jones, o ent茫o l铆der dos Rolling Stones, e tamb茅m fica amigo de Mick e Keith, bem como dos Beatles.

stash6

Stash (脿 esquerda) com seu amigo Brian Jones.

Em 1965, depois da crise nervosa de Taylor, ele monta uma nova banda com o baterista Robbie Clark e o guitarrista Ralph Danks.

Depois de algumas tentativas na Fran莽a, eles se mudam para Los Angeles, atrav茅s de sua amizade com os Everly Brothers.

Stash participa de v谩rios acontecimentos como shows do Yardbirds, James Brown, participa莽茫o no programa de Sonny & Cher, mas declara que os anos 60 nos EUA tiveram seus altos e baixos, j谩 que a maneira hippie deles vestirem e os cabelos compridos geraram v谩rias repres谩lias da sociedade da 茅poca.

stash13

Neste per铆odo americano, ele tamb茅m foi convidado pelo cineasta Bob Rafaelson para integrar o grupo The Monkees, mas ele se decepcionou com o piloto, achando ruim, sem charme e nem um pouco avant-garde e acabou perdendo a chance de se tornar um pop star. Abaixo, ele fala deste per铆odo:

No final de 1965, enfrentando problemas com o visto americano e sem convites para gravar, Stash abandona sua banda e se muda para Copenhagen, onde grava um single como artista solo, assinando como Stach de Rola, com a m煤sica 鈥淧eace鈥.

stash23

Capa do single de “Peach”, onde ele assinava como Stach de Rola.

Em 1966, ele vai para Londres, onde grava outro single, uma cover de 鈥淎 message to pretty鈥 de Arthur Lee (do grupo Love). Gra莽as 脿s suas amizades, ele teria contribui莽茫o dos Beatles e dos Rolling Stones na p贸s-produ莽茫o, mas antes disto acontecer o resultado final acabou sumindo do mapa.

stash with paul e keith

Stash com seus amigos Paul McCartney e Keith Richards.

Stash frequentava as sess玫es dos Beatles, ele chegou a participar dos ensaios de algumas m煤sicas famosas deles, mas nunca apareceu como artista convidado, era algo entre amigos, feitos na intimidade.

Aos poucos, ele ia sendo parte integrante da swinging London, frequentando os lugares mais badalados como o AdLib e o Speakeasy, dois clubs onde ele era habitu茅 na companhia do The Animals, do The Who, Jimi Hendrix, entre outros. Mas seus grandes amigos e companheiros insepar谩veis eram mesmo Brian Jones e Anita Pallenberg, com quem ele mais se identificava.

Stash (煤ltimo da esq. para a dir.) na companhia de Anita Pallemberg e Brian Jones.

Stash (煤ltimo da esq. para a dir.) na companhia de Anita Pallenberg e Brian Jones.

Al茅m disso, Stash sempre primava pelo visual, usando roupas no estilo dandy, que pesquisava nos brech贸s, onde sempre privilegiava pe莽as 煤nicas e exclusivas em tecidos como veludo, renda, seda, brocado e mais. Seu estilo rendeu mat茅rias e fotos em v谩rias revistas badaladas da 茅poca.

stash19

De jaquetas nehru (de influ锚ncia indiana) a t煤nicas, ele adorava garimpar lojas ao lado do amigo Jones, como a pertencente 脿 Ola Hudson (a m茫e de Slash, do Guns N鈥橰oses) em King鈥檚 Road. Al茅m disso, ele tamb茅m gostava de trocar roupas com os amigos Hendrix, Stones e mais.

stash18

Claro que ele tamb茅m badalou ao lado do pessoal da Factory de Andy Warhol, junto com sua amiga Pallenberg.

stash de-rola_andy-warhol_edie-sedgwick

Stash e Anita Pallemberg (na fileira de tr谩s 脿 esq.) com Anita Pallenberg e a turminha da Factory, incluindo Andy Warhol, Eddie Sedgwick e Gerard Malanga.

Stash sempre foi antenado no estilo de vestir, depois de viagens ao Oriente, ele inclu铆a pe莽as 谩rabes ou s铆rias em seu guarda roupa, misturando-as e sempre aparecendo com algum modelo que todos queriam ter.

Por茅m em 1967, ele e Brian Jones foram presos por porte de drogas e at茅 hoje este fato nunca ficou muito esclarecido sobre quem teria plantado esta evid锚ncia para v锚-los atr谩s das grades. Mesmo tendo sido liberados, esta foi uma experi锚ncia traum谩tica para ele, j谩 que saiu na imprensa de todo o mundo e ele teve seu passaporte confiscado, n茫o podendo viajar e isto atrapalhou bastante seus compromissos profissionais, afetando tanto sua carreira como sua reputa莽茫o. Paul McCartney se mostrou um 贸timo amigo, convidando Stash para ficar na casa dele enquanto enfrentava esta desagrad谩vel situa莽茫o.

stash7

Al茅m disso, isto acabou afetando sua amizade com Jones, j谩 que os advogados dele acharam por bem que ele deveria se afastar de Stash, levando-o a utilizar cada vez mais p铆lulas e aumentando sua paranoia. Jones veio a falecer em 1969.

Ele tamb茅m teve aventuras ao lado de Syd Barrett, o misterioso integrante do in铆cio do Pink Floyd, com o qual participou de algumas viagens psicod茅licas.

Em 1968, ele estrela a produ莽茫o italiana, 鈥淟e Dolci Signori鈥 (As Doces Senhoras), sob a dire莽茫o de Luigi Zampa e estrelado por Virna Lisi.

No filme "Le dolci signori" ao lado de Virna Lisi.

No filme “Le dolci signori” ao lado de Virna Lisi.

Stash tamb茅m teve romances com v谩rias atrizes, modelos e starlets que incluem Marianne Faithful, Romina Power (de quem foi noivo), Anita Pallemberg, Tuesday Weld (atriz de Hollywood), Nico, entre outras.

Nos anos 70, ele continuou atuando em pequenos pap茅is, escrevendo um roteiro com Roger Vadim (do filme 鈥楢 Jovem assassinada鈥), saindo com Marlon Brando, tocando na banda de Joe Cocker e at茅 enfrentando novo caso envolvendo drogas, desta vez com Keith Richards.

Foo atual de Stash.

Foo atual de Stash.

Bon vivant, bem relacionado, fashionable, Stash n茫o estourou na m煤sica ou no cinema, mas soube viver como poucos.

Hoje em dia, Stash continua um senhor charmoso, sempre estiloso e cheio de hist贸rias para contar; ele planeja um dia lan莽ar sua autobiografia e contar mais de tudo que viveu nestes anos todos ao lado das companhias mais incr铆veis poss铆veis.

   Coment谩rio RSS Pinterest   
 

TODAY’S SOUND: EDWIGE BELMORE POR ARTHUR MENDES ROCHA

Nos pr贸ximos posts falaremos de pessoas que tem um qu锚 especial, vivas ou mortas elas fizeram seu estilo, seu jeito de ser, se sobressair das multid玫es e se tornaram figuras ic么nicas seja na moda, na m煤sica, no comportamento.

edwige8

Hoje come莽aremos com Edwige Belmore, a chamada Rainha do Punk na Fran莽a, ela foi modelo, it-girl, lan莽adora de tend锚ncias, enfim, era destas pessoas que conquistavam a todos apenas pelo seu jeito de vestir, de se portar em p煤blico.

Edwige era uma figura fascinante e determinada, ela foi abandonada pelos pais e foi criada num convento, em Paris.

edwige7

Sua vida deu uma reviravolta quando teve contato com o movimento punk, atrav茅s de um show dos Sex Pistols, aos dezenove anos; ali sua vida mudou e como ela mesma declarou, surgia uma nova Edwige, vestindo gravata preta fina, camisa branca, cal莽a de montaria e uma jaqueta preta de couro surrada, mais cabelo descolorido e raspado. O look era denominado por ela como de uma amazona, com toques alien铆genas e de dominatrix.

edwige2

Edwige encarnava a figura perfeita para fazer parte de uma grupo de rock e isto veio a acontecer com um convite para integrar a banda L.U.V. (Ladies United Violently ou Lipsticks Used Viciously), mesmo n茫o sabendo cantar ou tocar nenhum instrumento.

A partir da铆, v谩rias revistas de moda a convidaram para entrevistas, sess玫es de foto e ela passou a ser chamada de 鈥榪ueen of punk鈥 (a rainha punk) na Fran莽a.

edwige4

Inclusive ela foi convidada pelo jornal underground franc锚s, Fa莽ade, para pousar para a capa da publica莽茫o beijando Andy Warhol, e o encontro entre os dois foi chamado de 鈥淧ope of Pop meets Queen of Punk鈥 (o papa do pop encontra a rainha dos punks).

Capa do Fa莽ade com Edwige beijando Warhol.

Capa do Fa莽ade com Edwige beijando Warhol.

edwige_belmore_slider_7841.jpeg_north_1160x630_white

edwige fa-ade

Bem, n茫o demorou muito para ela ser notada pelo beautiful people de Paris, como Loulou de la Falaise (uma das musas de Saint Laurent) e estilistas que incluiam Jean Paul Gaultier e Thierry Mugler, tendo ambos a chamado para desfilar para eles.

Edwige abra莽ada por Loulou de la Falaise.

Edwige abra莽ada por Loulou de la Falaise.

Edwige desfilando para Mugler.

Edwige desfilando para Mugler.

At茅 nas festas do high society, como na de Paloma Picasso, Edwige era perseguida por fot贸grafos como Helmut Newton, que a seguiu durante todo o tempo para clic谩-la, completamente enlouquecido pelo seu look.

edwige3

O聽visual de Edwige era dos mais badalados de Paris, mas ela resolve passar uma temporada em NY, a convite de Warhol, at茅 para mudar de ares e conhecer um pouco das pessoas e da noite de l谩.

Ela chega para causar e logo vira figura conhecida nos melhores lugares de NY, como o Studio 54, onde a vemos ao lado de sua amiga Maripol ( a estilista e fot贸grafa que foi grande influ锚ncia sob o visual de Madonna) e mais Bianca Jagger.

Edwige com Maripol (no centro) e Bianca Jagger.

Edwige com Maripol (no centro) e Bianca Jagger.

Edwige conquista seu espa莽o em NY e logo passa a cantar m煤sicas francesas em lugares como o Caf茅 Loup, conquistando a todos com seu charme e seu estilo cool de ser.

Ela fica amiga de v谩rias figuras importantes do underground nova-iorquino e tem livre acesso nas melhores festas e se torna uma das presen莽as constantes nos clubs underground.

edwige belmore

Edwige 茅 chamada novamente de volta para Paris, desta vez para ser a hostess do Le Palace, a discoth茅que equivalente ao Studio 54, escolhendo quem entra e quem n茫o nas melhores noites da capital francesa.

Bolacha assumida, dizem at茅 que ela andou tanto na cama de Grace Jones como na de Sade, mas ela casou com um homem, Jean Louis Jorge, um cineasta dominicano. O casamento dos dois foi um bafo s贸, com ela vestindo um Chanel falsificado, utilizando toalhas do atelier (j谩 que um amigo trabalhava por l谩).

edwige5

Todos os modelos e ideias que ela tinha, acabavam mais cedo ou mais tarde nas passarelas de moda de Paris.

Al茅m disso, Edwige tamb茅m atuou em alguns filmes (como 鈥楽ale r锚veur鈥), al茅m de ter participado de outra banda, a Math茅mathiques Modernes, banda de new wave ao lado de Claude Arto.

De volta a NY, Edwige passa a andar com o que de mais cool havia na NY do in铆cio da d茅cada de 80, se tornando amiga de Jean-Michel Basquiat, Kenny Scharf, Keith Harring, Debbie Harry, entre outros.

Mas como nem s贸 de hype vive o ser humano, ela passa a trabalhar de bartender em lugares como o Chameleon Bar, no East Village.

EDWIGE6

Ela tamb茅m foi das primeiras a usar tatuagens de frases ou de palavras no corpo, numa 茅poca que poucos ousavam a fazer isso, bem como fazia cicatrizes no seu corpo.

Edwige era pura vanguarda al茅m de ser uma pessoa meiga, mas enfrentava crises de depress茫o e se viciou em drogas como a hero铆na.

Ela tamb茅m mudou seus cabelos platinados para preto, mas sem nunca abandonar o batom vermelho, ela foi pioneira em misturar a low e a high fashion.

edwige9

Edwige tamb茅m foi co-hostess da noite gay Beige, no Bowery Bar, bem como trabalhou na primeira butique/galeria de Agn猫s B em NY, onde havia uma fotografia dela clicada pela dupla Pierre et Gilles.

edwige y pierre & gilles

Depois de uma tentativa de suic铆dio, quando perdeu o emprego e foi encontrada quase se afogando em Coney Island, seus amigos a ajudaram e ela passou a viver em Miami, onde trabalhava no hotel Vagabond, onde organizava eventos de arte e cuidava dos jardins.

Ela veio a falecer no ano passado, aos 58 anos de idade, j谩 bem magra, em decorr锚ncia de uma hepatite mal curada e que acabou a levando, pois ela n茫o era de se cuidar.

Foto recente de Edwige.

Foto recente de Edwige.

No in铆cio deste ano, seu amigo Gaultier fez uma linda homenagem a ela, abrindo seu desfile de primavera-ver茫o, tendo uma loira, bem aos moldes de Edwige, e no cen谩rio a porta do Le Palace, onde ela causou frisson.

Look de Gaultier em homenagem a Edwige.

Look de Gaultier em homenagem a Edwige.

Edwige deixa um legado bacana, n茫o como artista ou modelo e sim como uma figura que influenciou v谩rios artistas e que fez com que todos admirassem seu visual e seu estilo, sempre 脿 frente e que era algo natural para ela.

   Coment谩rio RSS Pinterest   
 

TODAY’S SOUND: OS 20 ANOS DE “ENDTRODUCING…” DO DJ SHADOW POR ARTHUR MENDES ROCHA

E encerrando nossos posts de alguns anivers谩rios do mundo pop, hoje falamos dos 20 anos de um dos discos que mudou a hist贸ria do hip-hop e que ficou famoso por ser o primeiro 谩lbum todo constru铆do a base de samples: 鈥淓ndtroducing…鈥 do DJ Shadow.

dj shadow3

S贸 mesmo um nerd obcecado por discos de vinil como o DJ Shadow para criar uma obra-prima como esta utilizando uma boa parte de sua cole莽茫o de discos, garimpada em diversos locais, mas principalmente na loja Records, de sua cidade natal, Davis, na Calif贸rnia. Abaixo vemos uma cena do document谩rio 鈥淪cratch鈥, onde ele mostra a loja e o por茫o da mesma, um verdadeiro o谩sis para um colecionador de vinis, com pilhas e pilhas de discos e ao qual ele s贸 teve acesso, depois de se tornar conhecido frequentador:

DJ Shadow, nome art铆stico de Josh Davis, iniciou sua carreira em 1989, como DJ da r谩dio universit谩ria KDVS, tocando faixas que considerava mais experimentais, colando, misturando, enfim j谩 mostrando seu talento como conhecedor de m煤sica e realizando suas primeiras experi锚ncias com um hip-hop mais instrumental.

dj shadow5

DJ Shadow em a莽茫o.

Aos poucos, ele vai produzindo suas pr贸prias faixas pelo selo Hollywood BASIC, entre elas 鈥楨ntropy鈥, com 17 minutos de dura莽茫o, e que chama a aten莽茫o de James Lavelle, o dono do selo Mo鈥 Wax, justamente o selo que investiu e acreditou neste tipo de m煤sica. Como o pr贸prio Lavelle declara foi ele que levou Shadow para os clubs na Inglaterra, que apresentou os sons novos e que se ele tivesse feito 鈥淓ndtroducing…鈥 na Am茅rica, por uma gravadora americana,o disco nunca sairia do jeito que saiu.

Lavelle e Shadow participariam junos do projeto U.N.K.L.E, mas isto j谩 茅 outra hist贸ria.

DJ Shadow (ao fundo) com James Lavelle.

DJ Shadow (ao fundo) com James Lavelle.

Foi com o single 鈥淚n/Flux鈥, lan莽ado pelo selo em 1994, que o termo trip-hop foi criado (pelo jornalista Andy Pemberton, da revista Mixmag), para denominar este tipo de m煤sica que misturava samples variados e obscuros, que inclu铆am os mais diferentes g锚neros como soul, funk, jazz, rock, hip-hop, ambient, trilhas sonoras, di谩logos de filmes, enfim, todo este caldeir茫o misturado com batidas eletr么nicas.

Sua influ锚ncia engloba desde Kurtis Mantronik (do Mantronix), DJ Premier (do Gang Starr), Prince Paul (produtor do De La Soul) at茅 artistas como Public Enemy, possuindo uma cole莽茫o de mais de 60 mil discos.

Claro que para criar suas m煤sicas, o DJ Shadow utiliza equipamentos como o sampler Akai MPC60 (Music Production Controller), o toca-discos Technics SL-1200 e o gravador Alessis ADAT (que grava formatos digitais e anal贸gicos).

dj shadow2

Ainda em 1994, ele lan莽a o single 鈥榃hat does your soul look like鈥. No 谩lbum 鈥淓ndtroducing…鈥, a m煤sica tem cinco minutos, aqui coloquei a vers茫o completa, em quatro partes:

Com o sucesso do single, DJ Shadow estava pronto para se debru莽ar em seus discos e trabalhar no 谩lbum 鈥淓ndtroducing…鈥, que foi lan莽ado em 1996. A pr贸pria capa j谩 mostra a paix茫o pelo vinil, com uma foto de dois jovens garimpando nas prateleiras da loja Records.

Utilizando seu apartamento e o est煤dio Glue Factory (de seu amigo Dan, The Automator), ele reuniu os v谩rios samples acumulados, utilizando seus equipamentos, e toda a inspira莽茫o necess谩ria para conceber um 谩lbum todo feito com samples. Ali谩s, o 谩lbum figura no livro Guiness como o primeiro 谩lbum todo concebido por samples (mesmo que com algumas interven莽玫es gravadas por rappers amigos de Shadow).

dj shadow home

As escolhas de samples do DJ Shadow n茫o s茫o simples, ele opta sempre por faixas mais obscuras e utiliza de todas as fontes poss铆veis, incluindo muita psicodelia, heavy metal, narra莽玫es, enfim, sua gama de op莽玫es 茅 das mais variadas e nenhuma faixa soa como a outra, elas s茫o bem distintas e trabalhadas.

Entre os samples do 谩lbum est茫o Tangerine Dream, Metallica, Bj枚rk, Giorgio Moroder, Nirvana, Meredith Monk, Marlena Shaw, The Allan Parsons Project, al茅m de muitos outros mais obscuros.

dj_shadow_1335367455_crop_550x367

Nunca me esque莽o da primeira vez que ouvi o disco, trazido pelo irm茫o de um amigo que morava em Londres e onde o disco era o auge da badala莽茫o, ele era um sopro de novidade, de m煤sicas mais relaxantes e viajantes numa 茅poca de bomba莽茫o nas pistas de dan莽a. Era para ser curtida num ambiente p贸s-festa, para baixar um pouco a adrenalina e curtir numa boa.

O outro single do 谩lbum foi 鈥淢idnight in a perfect world鈥, uma das faixas mais conhecidas do 谩lbum, que utiliza o sample do piano de 鈥淭he Human Abstract鈥 de David Axelrod, tendo ao fundo uma base downtempo, um lindo vocal, toques de violino, baterias, enfim, a m煤sica 茅 linda. Abaixo o clipe mostrando o DJ Shadow em sua casa-est煤dio, indo a lojas de discos, fazendo scratches e mais:

A m煤sica 鈥淏uilding steam with a grain of salt鈥 茅 um dos destaques, com um desfile de samples constru铆dos sobre um loop de piano de Jeremy Storch, narra莽玫es zodiacais de Mort Garson, um coro de vozes femininas, batidas quebradas, overdubs, partes de uma entrevista com o baterista George Marsh, guitarra funky, criando uma atmosfera 煤nica:

Vale a pena comparar com o sample original, com o loop de piano e vocal da can莽茫o 鈥淚 feel a new shadow鈥 de Jeremy Storch, de onde saiu o sample principal da m煤sica:

Outra faixa que 茅 das minhas favoritas 茅 鈥淪tem/Long Term/Transmission 2鈥 uma esp茅cie de su铆te idealizada por ele com samples variados de instrumentos de cordas, trilha de filme de terror (as falas s茫o do filme 鈥淧rince of Darkness鈥 de John Carpenter), blues, mais um pouco de Run DMC, tudo reunido de maneira sublime e utilizando a t茅cnica do 鈥榗hopping鈥, na qual os samples s茫o cortados e reordenados em ordens diferentes da original:

鈥淓ndtroducing鈥 foi muito bem recebida pela cr铆tica, sendo inclu铆da na maioria das listas de melhores do ano de 1996, bem como na lista dos melhores 谩lbuns de todos os tempos, incluindo publica莽玫es como Muzik, Rolling Stone, New Musical Express, The Face, Mojo, Melody Maker, Vox, entre outras.

Em 2005, foi lan莽ado uma nova edi莽茫o do 谩lbum na s茅rie 鈥楧e Luxe Edition鈥, incluindo um disco extra de remixes, vers玫es alternativas e mais.

dj-shadow-chief-xcel-1995-678x394

DJ Shadow (com um amigo) no por茫o da sua loja preferida, a Records (que j谩 n茫o existe mais).

At茅 hoje, o 谩lbum 茅 reconhecido pela sua import芒ncia fundamental no chamado hip hop instrumental, que hoje 茅 encabe莽ado por nomes como Four Tet e Flying Lotus.

Em 2012, ele esteve no Brasil, se apresentando no Cine Joia, onde tocou algumas (poucas) m煤sicas de 鈥淓ndtroducing…鈥.

Ele fez v谩rios 谩lbuns bons depois deste e acaba de lan莽ar um novo trabalho, 鈥淭he Mountain will fall鈥, mas com o passar dos anos ele tem utilizado bem menos samples que no passado.

dj shadow_bplus_detail_em

鈥淓ndtroducing鈥 茅 um 谩lbum que deixou saudades, 茅 dos grandes discos da d茅cada de 90 e merece ser ouvido e reouvido a exaust茫o, j谩 que 茅 um 贸timo exemplo de como ele foi um divisor de 谩guas, um mosaico de sons antigos que passaram a ser novos; o hip-hop e a m煤sica eletr么nica nunca mais foram a mesma.

 

   Coment谩rio RSS Pinterest   
 

TODAY’S SOUND: OS 25 ANOS DE BLUE LINES DO MASSIVE ATTACK

Hoje falamos de mais um anivers谩rio importante da cultura pop: os 25 anos de 鈥淏lue Lines鈥, o primeiro 谩lbum do Massive Attack.

mablart

Capa do disco “Blue Lines” do Massive Attack.

Em abril de 1991, era lan莽ado o disco que at茅 hoje 茅 considerado o melhor 谩lbum ingl锚s de hip-hop; na verdade era uma mistura de ritmos e g锚neros que englobava soul, reggae, dub, jazz, R&B, bass, tendo ao fundo uma batida viajante e eletr么nica que passou a ser denominado de trip-hop. massive 4 Por茅m em 1991, o termo ainda nem existia e o Massive Attack mostrava que tinha chegado para ficar. O grupo nasceu de um coletivo da cidade de Bristol, denominado de Wild Bunch, que organizava festas, era um sound system respeitado na cidade, do qual faziam parte Robert 鈥3D鈥 Del Naja, Grant 鈥淒addy G鈥 Marshall e Andrew 鈥淢ushroom鈥 Vowles. Al茅m deles, haviam tamb茅m Nellee Hooper (que viria a se tornar o famoso produtor musical de Soul II Soul, Bjork, Madonna, U-2, entre outros), Miles 鈥楧J Milo鈥 Johnson e mais Adrian 鈥淭ricky鈥 Thaws (que veio a se tornar outro nome importante do trip-hop, Tricky). Massive+Attack-500-x-500 No soundsystem do Wild Bunch rolava desde dub, reggae at茅 um eletr么nico mais ambiental, com texturas e tamb茅m punk rock, eles tocavam coisas que ningu茅m se atrevia em tocar. A 煤nica incurs茫o musical do Wild Bunch fora ent茫o o single 鈥淭earin down the avenue鈥 (que inclu铆a uma cover de 鈥淭he Look of Love鈥 de Burt Bacharach), lan莽ada em 1987, mas sem muita divulga莽茫o.

massive wild

O Wild Bunch em a莽茫o.

O Wild Bunch era ativo para algumas coisas, mas pregui莽oso para entrar num est煤dio; isto s贸 veio a acontecer gra莽as a insist锚ncia de Neneh Cherry, que vinha do sucesso de 鈥楤uffalo Stance鈥, e deu a maior for莽a para os meninos realmente 鈥渁contecerem鈥. O primeiro single lan莽ado com o nome de Massice Attack foi o de 鈥淎ny Love鈥, lan莽ado em 1988 e produzido por Smith & Might (produtores e respons谩veis pelo som que ficou caracter铆stico de Bristol). massive5 Foi na casa de Cherry que eles ensaiaram, escreveram muitas das can莽玫es e contaram tamb茅m com a ajuda de Cameron 鈥淏ooga Bear鈥 McVey, marido de Cherry e seu colaborador musical, que fez a produ莽茫o executiva, al茅m de se tornar seu manager. O grupo ajudou a co-produzir o 谩lbum junto com Johnny Dollar (j谩 falecido e produtor de 鈥楻aw like a sushi鈥, 谩lbum de Cherry com o qual ela estourou). massive begin Assim, por indica莽茫o de McVey, eles assinam com a Circa Records (distribu铆da pela Virgin) e lan莽am em outubro de 1990, o primeiro single do 谩lbum, 鈥淒aydreaming鈥 com vocais de Shara Nelson e rap de Tricky. O v铆deo era todo em PB, como vemos abaixo: Nelson era a diva do grupo, a voz maravilhosa, cristalina que conquistou a todos pela afina莽茫o, pela musicalidade pr贸pria. massive6 Em 鈥楧aydreaming鈥 ela se inspira na can莽茫o hom么nima de Aretha Franklin (sua influ锚ncia absoluta) e ao fundo samples que incluem 鈥淢ambo鈥 de Willy Badarou. Ali谩s, os samples s茫o parte fundamental em 鈥淏lue Lines鈥, variando de artistas diversos que v茫o de Billy Cobham a Isaac Hayes e at茅 incluindo um cover de 鈥淏e thankful for what you got鈥 de William DeVaughan na voz de Tony Bryan. A participa莽茫o de Shara Nelson foi fundamental principalmente no grande hit do 谩lbum, a chapante 鈥淯nfinished Sympathy鈥, que em todas as listas das melhores tracks de dance music de todos os tempos est谩 sempre no primeiro lugar: E o mais legal de tudo 茅 que 鈥淯nfinished Sympathy鈥 茅 uma m煤sica lenta, triste, que fala de uma desilus茫o amorosa, e ainda por cima com uma orquestra ao fundo (conduzida por Will Malone) que d谩 uma emo莽茫o ainda maior para a m煤sica. Quando lan莽ado, o single inclu铆a remixes de Nellee Hooper e de Paul Oakenfold. Massive-Attack-Unfinished-Sympat-471439 Os integrantes do Massive Attack lembram que s贸 para incluir a orquestra, como eles n茫o tinham or莽amento para tal, tiveram que vender um carro para conseguir pagar os m煤sicos. Mas valeu a pena, a m煤sica 茅 divina, foi lan莽ada em fevereiro de 1991 e chegou ao 13潞 lugar da parada inglesa, colocando o nome deles no mapa de vez. massive blue-lines-77395 鈥淏lue Lines鈥 n茫o 茅 um 谩lbum pra cima, apesar de todo sucesso que fez como trilha de bares e lojas na 茅poca, ele 茅 dark, fala de temas pesados, 茅 sinistro, mas consegue justamente ser belo por causa disto.

Cena da grava莽茫o do video de "Unfinished Sympathy".

Cena da grava莽茫o do video de “Unfinished Sympathy”.

O triste 茅 que Shara Nelson s贸 permaneceu com o Massive Attack neste primeiro 谩lbum, acabando por ser descartada logo em seguida, j谩 que o grupo tinha receio que ela tomasse conta de vez e eles tivessem que obedec锚-la. Assim a solu莽茫o foi dispens谩-la e Shara nunca mais obteve o mesmo sucesso (apesar de lan莽ar em 1993 um 贸timo 谩lbum solo).

Shara Nelson

Shara Nelson

Mas Shara tamb茅m canta numa terceira faixa do disco, a clim谩tica 鈥淪afe from Harm鈥 que foi o terceiro single do 谩lbum, com ela cantando versos como 鈥榠f you hurt what鈥檚 mine/I鈥檒l sure as hell retaliate (se voc锚 machucar o que 茅 meu, eu me certifico 鈥渢茫o certo como o inferno鈥 de retaliar). O sample utilizado de maneira brilhante 茅 de 鈥淪tratus鈥 do jazzista Billy Cobham: A quarta contribui莽茫o dela no disco 茅 com 鈥淟ately鈥, outra can莽茫o inspirada e sensual: E o sample 茅 o de 鈥楳ellow Mellow Right On鈥 , um 贸timo soul 70鈥檚 de Lowrell: Mas 鈥淏lue Lines鈥 tamb茅m tem outras colabora莽玫es al茅m das de Shara; outra participa莽茫o bem importante 茅 de Horace Andy, uma lenda do reggae que d谩 sua contribui莽茫o em tr锚s faixas, incluindo a que fecha o disco 鈥淗ym of the Big Wheel鈥 (que tamb茅m inclui letra e vocal de Neneh Cherry), no qual a 鈥榳heel鈥 (roda) significa a vida e o sacrif铆cio humano de preservar sua inoc锚ncia no meio de for莽as destruidoras. massive8 Aqui Andy se apresenta com a banda que acompanha o Massive Attack no programa Later de Jools Holland em 1996: Outro detalhe interessante 茅 que quando 鈥淏lue Lines鈥 foi lan莽ado, a Inglaterra estava em p茅 de guerra no Golfo e por isso, as primeiras prensagens tanto do 谩lbum quanto do single de 鈥淯nfinished Symnpathy鈥, est茫o apenas assinadas como Massive (sem o Attack).

Foto da contracapa de "Blue Lines" (sem Shara Nelson)

Foto da contracapa de “Blue Lines” (sem Shara Nelson), clicada por Jean-Baptiste Mondino.

Em 2012, o 谩lbum teve uma nova vers茫o lan莽ada remasterizada e remixada, incluindo uma edi莽茫o especial com CD, DVD, vinil e at茅 o p么ster de lan莽amento do 谩lbum. massive blue Para tentar substituir Shara, nos 谩lbuns seguintes eles recorreram a vocalistas que incluem Tracey Thorn (do Everything but the girl), Liz Fraser (do Cocteau Twins), Nicolette (musa pioneira do drum & bass junto com o Shut up and dance), entre outras. massive_attack Hoje o grupo 茅 formado apenas por 3D e Daddy G, j谩 que Mushroom tamb茅m se desligou. Tive oportunidade de ver o Massive Attack duas vezes ao vivo (incluindo sua estreia no pa铆s no Free Jazz de 1998), eles arrasam, e agora eles acabaram de se apresentar no British Summer Time no Hyde Park, em Londres e devem se apresentar em v谩rios locais. Esta apresenta莽茫o teve at茅 a participa莽茫o de Tricky. massive-attack-760x Eles tamb茅m lan莽aram recentemente o 贸timo EP 鈥淩itual Spirit鈥, al茅m de excelentes v铆deos que acompanham algumas das faixas (incluindo um estrelado por Kate Moss). S茫o 25 anos de um cl谩ssico que s贸 melhora com o tempo e que abriu o caminho para incurs玫es do trip-hop (como Portishead, cujo integrante, Geoff Barrow, tamb茅m participou como operador de est煤dio na grava莽茫o de 鈥淏lue Lines鈥), al茅m de pavimentar a estrada para artistas como The Streets, Burial, The XX ou The Weeknd brilharem nos anos seguintes.

   Coment谩rio RSS Pinterest   
 
buy essays safe what is the best custom essay site what are the best essay writing services buy essay no plagiarism best essay writing service canada