Warning: include_once(wp-includes/images/pin.png): failed to open stream: No such file or directory in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: include_once(): Failed opening 'wp-includes/images/pin.png' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/japagirl/public_html/blog/index.php:2) in /home/japagirl/public_html/blog/wp-content/plugins/instagrate-to-wordpress/instagrate-to-wordpress.php on line 48
Today’s Sound: A volta do The Horrors – Japa Girl












































































    Unforgetable veggie lunch exxxperience!
Thank you so much @saporebrasil @pietroleemann @lideresempreendedores 
Risoto com aspargos verdes e abóbora, contraste de mousse de couve-flor defumada e arroz silvestre crocante.Happy Sunday!
Plantio de mais de 320 árvores nativas da nossa Mata Atlântica para #florestadebolso de Ricardo Cardim. @fabricadearvores 😉RIP #leeradizwill and #rudolfnureyev 🖤🖤Wake up, Mthrfckrs! 
#10yearchallengeHappy Halloween from Vampirina 🖤“The Proposal” ( between 1880 - 1889) by Knut Ekwall (Swedish - 1843 - 1912)Full purple bloom galore!
#flordesaomiguel #violeteira #ravenala #kaizukaPapa Pirate & Mama Mermaid
#agathalunaJust opened! #cattleyaThe Death of Cleópatra 
Jean Andre Rixens - 1874

                
       
















bloglovin



CURRENT MOON

Today’s Sound: A volta do The Horrors

Quando pensávamos que o The Horrors iria ficar mais um tempo de férias devido a projetos paralelos de seus integrantes, eles nos surpreendem com um dos melhores álbuns lançados até agora na concorrida lista de 2011. O grupo começou com um som barulhento e assustador na época em que o mundo reverenciava a new rave e o electro maximal com seus modelitos coloridos. Indo totalmente na contramão da moda, os rapazes impressionaram pela ousadia e foram escolhidos como a resposta nublada a toda aquela festa e cor.


As influências 60′s e garage continuam, entretanto, nota-se uma preocupação cada vez maior com os arranjos e lirismo em suas composições. Algumas músicas soam lindamente etéreas e menos aterrorizantes como o nome da banda propõe. Uma evolução musical e uma grata surpresa, provando que o quinteto é muito mais que a banda da semana de algum semanário ou blog.

“Skying”é o terceiro álbum de estúdio e pode-se dizer que é o mais “grandioso”gravado até agora pelo trevoso combo. Fortes influências de krautrock e de clássicos da psicodelia e indie dance misturam-se como ingredientes de uma poção mágica perfeita. Muitos artistas preferem ficar presos a uma fórmula com medo de perder seus fãs, nesse caso, o Horrors conseguiu agregar ainda mais fiéis a seu rebanho de ovelhas negras.

Destaque para “Changing the rain”, a quase festiva “I Can See Through You”, a viajante”Dive In”, “Still Life”(primeiro single oficial lançado), que conta com uma levada quase tecnopop e  o hino progressivo “Oceans Burning”. O disco está disponível em streaming na rede e sai em formato físico logo mais pela XL records.

   Comentário RSS Pinterest