Warning: include_once(wp-includes/images/pin.png): failed to open stream: No such file or directory in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: include_once(): Failed opening 'wp-includes/images/pin.png' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/japagirl/public_html/blog/index.php:2) in /home/japagirl/public_html/blog/wp-content/plugins/instagrate-to-wordpress/instagrate-to-wordpress.php on line 48
TODAY’S SOUND: BUTTHOLE SURFERS POR ARTHUR MENDES ROCHA – Japa Girl












































































    Encontrei essa cachorra, com mais de 10 anos, castrada, com uma cirurgia ainda cicatrizando na região torácica, cheia de moscas e pulgas, na pracinha em frente ao colégio Santa Cruz, região de Pinheiros. Muito fraca, está pele e osso. Internei no @citvet por 24 hrs, está inteira, sem anemia, sem infecção, fígado e rins bons! Acredito que fugiu! Por favor me ajudem compartilhando, deve ter um dono procurando por ela. Por hora, colocamos o nome de Angelita. #cachorraperdida #procurasecachorroHoje!!!
#climatestrikeLunatic Magic Beware...🦇 Theophile-Alexandre Steinlen “Chat au Clair de Lune”, c 1900Greve Global pelo clima - São Paulo, 20.9.2019! É de suma importância que todos participem dessa greve global. Acontece que a Amazônia, o Pantanal e o Cerrado, continuam queimando, numa destruição avassaladora, apesar da pressão feita até agora. Além disso, incêndios se espalham por diversos cantos do mundo, como Sibéria, Indonésia e o continente africano. Não podemos relaxar, enquanto mudanças significativas sejam aplicadas de fato.Emocionante! Nunca vi passeata igual, com tanta gente. Acordamos. Graças à Deus e Deusa. Não podemos mais permitir que isso aconteça as Florestas e aos Animais. Fora demônio #forasalles #sosamazoniaPor favor assistam!Gigante pela própria natureza e pela própria ignorância 🇧🇷Precisamos ir para a rua protestar urgente!!! Profundamente abalada com a destruição de lugares sagrados, lugares que sustentam a Vida neste planeta! Todos vão sofrer as consequências desse desmatamento e queimadas! Árvores de 500 anos já eram! Estão encontrando animais queimados, jamais estudados ou conhecidos pelo homem! Estamos sentenciando nossa existência. #prayfortheamazonÉ com profundo pesar, estão cortando uma pequena floresta de no mínimo 70 anos, que cresceu numa casa desocupada. Ainda que haja autorização da PMSP e compensação em outro local, como fica o entorno? Quem irá compensar os morcegos e periquitos que moram nessas árvores?Unforgetable veggie lunch exxxperience!
Thank you so much @saporebrasil @pietroleemann @lideresempreendedores 
Risoto com aspargos verdes e abóbora, contraste de mousse de couve-flor defumada e arroz silvestre crocante.

                
       
















bloglovin



CURRENT MOON

TODAY’S SOUND: BUTTHOLE SURFERS POR ARTHUR MENDES ROCHA

Eles têm um dos nomes mais ultrajantes do rock; a imprensa e rádio americanas tinham receio em pronunciá-los e seu som com letras subversivas e seu mix de rock com psicodelia, os colocou nas paradas de college rock: eles são os Butthole Surfers.

butthole---foto-1

Os Butthole Surfers (ou traduzindo: Os surfistas do olho do cú) tiveram sua origem em 1977, quando Gibby Haynes conheceu o guitarrista Paul Leary na faculdade de Santo Antonio, na Califórnia.

butthole---logo

Quatro anos depois, eles formam a banda Ashtray baby heads e logo em seguida assinam como Nine Foot Worm makes home food (além de outros nomes esquisitos) e passam a tocar nas rádios locais.

butt--foto-2

Certa vez o locutor de uma destas rádios pronuncia o nome deles trocado com o nome de uma canção e eles adotam o nome Butthole Surfers.

O som do Butthole é vigoroso, com muita guitarra, humor negro, um noisy-rock que agradou em cheio ao público de rock alternativo e dos universitários, skatistas e surfistas que curtiam um som mais experimental, quase um ‘acid punk”.

butthole---show

Apesar de toda a demência, o BS tinha uma boa estrutura melódica e sensível nas canções.

Em 1981, eles assinam com o selo Alternative Tentacles, pertencente à Jello Biafra e finalmente lançam, em 1983, o seu mini LP de estreia: ‘Brown reasons to live”.

Entre os títulos das canções havia: “The Shan sleeps in Lee Harvey’s grave”, ‘Bar B-Q Pope” e “The revenge of anus Presley’.

Em 1983 é que a banda define um line-up mais sólido com dois bateristas: King Coffey e Theresa Nervosa.

butt---foto-3

Cada apresentação deles é surpreendente e conquistam fãs que passam a segui-los, incluindo shows de pirotecnia por parte do vocalista Haynes (ele usava seu cymbal com fogo), além de dançarinas nuas (como Ta-da, the shit lady), projeções absurdas de operações ou de filmes de terror (um de seus favoritos era ‘The Texas chainsaw massacre”), gerando o disco ao vivo ‘Live PCPPEP’, lançado em 1994, agora pelo selo Touch & Go.

butthole---live

Seu estilo irreverente incluía cabelos moicanos de um lado só, dreadlocks, cabelos coloridos, perucas, alfinetes fincados no corpo e nas roupas, além de ficarem de cuecas nos shows, com sutiãs inusitados, capas transparentes, saia com a bandeira americana, entre outras coisas.

Na nova gravadora, seu primeiro trabalho é ‘Psychic… Powerless…Another man’s sac”, considerado pelos fãs como o melhor trabalho da banda, com seu som cheio de referências ás drogas psicodélicas e contém músicas como ‘Concubine”, com os vocais distorcidos de Haines:

No disco, eles gravam oficialmente a música que deu origem ao nome da banda: Butthole Surfer e também  ‘Lady Sniff’:

As capas e material gráfico dos BS são bem marcantes, os projetos gráficos chamam à atenção com uso de desenhos inusitados, como homens nus e barrigudos, um verme ou um lápis sendo enfiado em uma orelha, entre outras bizarrices.

butt---capas

Da metade dos anos 80 até o início dos anos 90, o Butthole Surfers lançaram alguns EPs e novos álbuns, com cada vez mais loucuras, regravações de alguns clássicos do rock como do Guess Who e um deboche ao Led Zeppelin e até criando efeitos vocais intitulados ‘Gibby-tronics’.

Butthole+Surfers---foto-4

A banda ia se mantendo com seu rock cada vez mais influenciado pelo metal, punk e art-rock.

Em 1992, eles chocam a todos quando resolvem assinar com uma gravadora major, a Capitol, pois haviam sido acusados de se “venderem’ ao sistema que tanto criticaram.

Seu disco pela Capitol é produzido pelo baixista do Led Zeppelin, John Paul Jones, e lançado em 1993 e chamava-se ‘Independent Worm Saloon”, que continha a música “Who was in my room last night”:

O surpreendente é que a canção passou a ter alta rotatividade nas rádios, que se referiam a eles como o BH Surfers.

butthole---foto-5

Em meados dos anos 90, a banda (agora um trio, já que Nervosa havia se desligado) se dedica a projetos alternativos como a banda P, que tinha a participação de Johnny Depp.

Em 1996, eles lançam ‘Electriclarryland”, que origina um hit com a canção trip-hop  ‘Pepper”, dando-lhes finalmente um disco de ouro e chegando no primeiro lugar da parada ‘Modern Rock’ da Billboard, além de começar a ter músicas em filmes de Hollywood:

A banda continuou gravando no final da década de 90 e no início dos anos 00, eles lançam um álbum por outra gravadora, “Weird Revolution” (de 2001) com grande influência da música eletrônica e que acabou sendo seu último álbum lançado.

Mas, o Butthole Surfers não declarou o seu fim, já que em 2011, eles fizeram uma turnê americana e um disco pode estar vindo em breve.

butthole---turne

Uma banda como o Butthole é sempre necessária na música: seja pela sua atitude, pelas letras anarquistas, pelo comportamento subversivo, eles davam uma sacudida em toda a caretice que dominava o pop.

   Comentário RSS Pinterest