Warning: include_once(wp-includes/images/pin.png): failed to open stream: No such file or directory in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: include_once(): Failed opening 'wp-includes/images/pin.png' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/japagirl/public_html/blog/index.php:2) in /home/japagirl/public_html/blog/wp-content/plugins/instagrate-to-wordpress/instagrate-to-wordpress.php on line 48
TODAY’S SOUND: DUSTY SPRINGFIELD POR ARTHUR MENDES ROCHA – Japa Girl












































































    Hoje!!!
#climatestrikeLunatic Magic Beware...🦇 Theophile-Alexandre Steinlen “Chat au Clair de Lune”, c 1900Greve Global pelo clima - São Paulo, 20.9.2019! É de suma importância que todos participem dessa greve global. Acontece que a Amazônia, o Pantanal e o Cerrado, continuam queimando, numa destruição avassaladora, apesar da pressão feita até agora. Além disso, incêndios se espalham por diversos cantos do mundo, como Sibéria, Indonésia e o continente africano. Não podemos relaxar, enquanto mudanças significativas sejam aplicadas de fato.Emocionante! Nunca vi passeata igual, com tanta gente. Acordamos. Graças à Deus e Deusa. Não podemos mais permitir que isso aconteça as Florestas e aos Animais. Fora demônio #forasalles #sosamazoniaPor favor assistam!Gigante pela própria natureza e pela própria ignorância 🇧🇷Precisamos ir para a rua protestar urgente!!! Profundamente abalada com a destruição de lugares sagrados, lugares que sustentam a Vida neste planeta! Todos vão sofrer as consequências desse desmatamento e queimadas! Árvores de 500 anos já eram! Estão encontrando animais queimados, jamais estudados ou conhecidos pelo homem! Estamos sentenciando nossa existência. #prayfortheamazonÉ com profundo pesar, estão cortando uma pequena floresta de no mínimo 70 anos, que cresceu numa casa desocupada. Ainda que haja autorização da PMSP e compensação em outro local, como fica o entorno? Quem irá compensar os morcegos e periquitos que moram nessas árvores?Unforgetable veggie lunch exxxperience!
Thank you so much @saporebrasil @pietroleemann @lideresempreendedores 
Risoto com aspargos verdes e abóbora, contraste de mousse de couve-flor defumada e arroz silvestre crocante.Happy Sunday!
Plantio de mais de 320 árvores nativas da nossa Mata Atlântica para #florestadebolso de Ricardo Cardim. @fabricadearvores 😉

                
       
















bloglovin



CURRENT MOON

TODAY’S SOUND: DUSTY SPRINGFIELD POR ARTHUR MENDES ROCHA

Dusty Springfield abre nossos posts sobre divas da música que andam esquecidas, pouco se fala delas, mas seu legado está aí para provar que elas foram marcantes.

dusty4

Muitas delas já nos deixaram, mas no coração dos apreciadores da boa música e de estilo (sim, elas também lançaram moda), estas sempre serão especiais.

Dusty Springfield foi uma verdadeira lenda inglesa, uma das melhores vozes que a Inglaterra já produziu; foi a cantora inglesa de maior sucesso na década de 60, mesmo com a concorrência de Cilla Black (recentemente falecida), Sandie Shaw, Lulu, Petula Clark, entre outras.

springfield-dusty-5048026c50b06

Mas nem tudo foi fácil na vida de Dusty, a cantora sofreu por viver numa sociedade repressora, nunca pode assumir sua sexualidade publicamente (ela gostava de mulheres), sofreu várias decepções em sua carreira, teve várias brigas em público (seu gênio era bem complicado), além de ficar dependente de remédios e bebida.

Como ela mesma se definia, sua voz tinha uma tristeza, uma melancolia natural, ela nasceu com isso; mas era das poucas cantoras brancas que cantava como uma cantora negra.

dusty-car

Ela frequentou um colégio de freiras, onde era uma espécie de patinho feio; morena, de cabelo curto, de óculos, mas ela resolveu que deveria se reinventar se quisesse ter sucesso.

 A música foi sua salvação, primeiramente integrando o grupo The Lana Sisters e depois, formando com o irmão, o grupo The Springfields, em 1960.

Dusty-Springfield (1)

Com o grupo, ela viajou fazendo shows em lugares como Nashville, nos EUA, onde eles se influenciaram pelo country, folk, pop e também pelo rhythm and blues. Um de seus hits era “Island of dreams”:

Dusty já chamava a atenção com sua voz potente, bem como pelo seu look – loira e com penteado “beehive” (que lembrava uma colmeia de abelhas) e maquiagem “panda eyes” (olhos de panda, pintados com bastante lápis preto). Segundo depoimentos, a maquiagem pesada era para ficar escondida, como se usasse uma “máscara” para se proteger.

Dusty_Springfield

Eles acabam sendo eleitos o melhor grupo vocal britânico pela revista NME (New Musical Express) em 1961 e 1962.

Em 1963, ela lança seu primeiro single como artista solo: “I only want to be with you”, que atinge o quarto lugar da parada inglesa, com seu estilo “wall of sound”, a la Phil Spector (famoso produtor dos anos 60) e com a sonoridade R&B e dos grupos vocais de negras americanas que faziam sucesso nas paradas na época. A música foi das primeiras a participar do Top of the pops na TV inglesa.

 

Seu primeiro álbum foi lançado em 1964, “A Girl called Dusty”.

No mesmo ano, ela grava duas canções de Burt Bacharach, “Wishin’ and Hopin” e “I Just don’t know what to do with myself”:

Foi o início de uma parceria com compositores que ela admirava, já que não compunha.

No ano seguinte, mais um grande hit para ela ao lançar “You don’t have to say you love me”:

Ainda em 1965, ela apresenta algumas edições do programa Ready Steady Go!, introduzindo o som da Motown – como Stevie Wonder, The Temptations, The Supremes, entre outros – para o público britânico pela primeira vez.

VARIOUS - 1965

Não é à toa que Dusty era denominada uma cantora ‘blue eyed soul”, ou seja, branca, de olhos azuis, mas com muito soul dentro de si.

O estilo de vestir de Dusty, além de penteados incríveis, muitos cílios e delineadores, incluíam modelitos cheios de brilhos, vestidos compridos, babados, jeans, e muito mais; ela tinha classe e senso fashion.

dustyfashion

Seu sucesso na TV foi tanto, que a BBC a convidou para apresentar ‘Dusty”, um programa de música e entrevistas em seis partes, isto em 1966.

Dec. 31, 2011 - DUSTY SPRINGFIELD.(Credit Image: A© Globe Photos/ZUMAPRESS.com)

Durante uma apresentação na África do Sul, ela se recusa a se apresentar para uma plateia composta de brancos, já que era contra o apartheid e achava um absurdo não poder cantar para  a população negra.

Dusty era ferrenha defensora dos direitos humanos, bem como dos animais.

dusty-springfield

Em 1968, ela lança o disco “Dusty…Definitely” onde se destaca a música “Spooky”:

Burt Bacharach, cuja cantora fetiche era Dionne Warwick, se deixa levar pelos encantos da voz sensual de Dusty e a escolhe para gravar uma das canções de amor mais lindas de todos os tempos: “The Look of Love”. Incluída na trilha da paródia aos filmes de James Bond, “Cassino Royale”, a música foi feita sob medida para o vocal de Dusty, sintam só:

No mesmo ano, ela assina com o selo Atlantic, lar de grandes nomes do soul como Aretha Franklin, por onde grava o elogiado disco “Dusty in Memphis”, que continha um de seus maiores clássicos, “Son of a preacher man”:

dusty-springfield-dusty-in-memphis

Anos depois, a canção foi incluída na trilha de “Pulp Fiction”, de Quentin Tarrantino, tornando a música conhecida para uma nova geração.

 No início dos anos 70, Dusty vivia boa fase em sua carreira – lançando discos, fazendo turnês de sucesso – porém ela não emplacava mais hits nas paradas.

dusty-springfield4

Uma de suas gravações, pouco conhecidas desta época, é o tema que rola nos créditos finais de “Six Million Dollar Man” (O Homem de Seis Milhões de Dólares), série de TV estrelada por Lee Majors.

No final da década ela se muda para Hollywood, tem vários casos com outras mulheres, se envolve em brigas, além de beber, tomar pílulas e cheirar cocaína. Ela acaba por procurar o AA (Alcóolicos Anônimos) para tentar se recuperar.

Photo of Dusty SPRINGFIELD

Dusty só volta mesmo ao spotlight ao ser convidada por Neil Tennant, dos Pet Shop Boys, em 1987, para gravar “What have I done to deserve this”, delicioso dueto entre os dois que a trás de volta às paradas de sucessos inglesas depois de 20 anos:

Em 1989, ela volta às paradas, novamente produzida pelos Pet Shop Boys, com “Nothing has been proved”, tema do filme “Scandal” (baseado no escândalo Profumo):

Nos anos seguintes, ela volta a gravar e emplaca algumas músicas, mas nada comparado ao seu sucesso no passado.

Em 1994, ela é diagnosticada com câncer no seio e acaba por falecer em 1999, aos 59 anos.

dusty_springfield

O mundo perdia uma de suas grandes musas da música, extremamente talentosa, com uma voz contagiante, que se tornou um ícone.

Atualmente está em cartaz em Londres, em Charing Cross, o musical “Dusty”, que mistura atuações com imagens de arquivo – um tributo para um dos maiores expoentes da canção inglesa.

Dusty-Springfield-dusty-springfield-15335022-1187-1449

 

   Comentário RSS Pinterest