Warning: include_once(wp-includes/images/pin.png): failed to open stream: No such file or directory in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: include_once(): Failed opening 'wp-includes/images/pin.png' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/japagirl/public_html/blog/index.php:2) in /home/japagirl/public_html/blog/wp-content/plugins/instagrate-to-wordpress/instagrate-to-wordpress.php on line 48
TODAY’S SOUND: EDITH PIAF POR ATHUR MENDES ROCHA – Japa Girl












































































    Hoje!!!
#climatestrikeLunatic Magic Beware...🦇 Theophile-Alexandre Steinlen “Chat au Clair de Lune”, c 1900Greve Global pelo clima - São Paulo, 20.9.2019! É de suma importância que todos participem dessa greve global. Acontece que a Amazônia, o Pantanal e o Cerrado, continuam queimando, numa destruição avassaladora, apesar da pressão feita até agora. Além disso, incêndios se espalham por diversos cantos do mundo, como Sibéria, Indonésia e o continente africano. Não podemos relaxar, enquanto mudanças significativas sejam aplicadas de fato.Emocionante! Nunca vi passeata igual, com tanta gente. Acordamos. Graças à Deus e Deusa. Não podemos mais permitir que isso aconteça as Florestas e aos Animais. Fora demônio #forasalles #sosamazoniaPor favor assistam!Gigante pela própria natureza e pela própria ignorância 🇧🇷Precisamos ir para a rua protestar urgente!!! Profundamente abalada com a destruição de lugares sagrados, lugares que sustentam a Vida neste planeta! Todos vão sofrer as consequências desse desmatamento e queimadas! Árvores de 500 anos já eram! Estão encontrando animais queimados, jamais estudados ou conhecidos pelo homem! Estamos sentenciando nossa existência. #prayfortheamazonÉ com profundo pesar, estão cortando uma pequena floresta de no mínimo 70 anos, que cresceu numa casa desocupada. Ainda que haja autorização da PMSP e compensação em outro local, como fica o entorno? Quem irá compensar os morcegos e periquitos que moram nessas árvores?Unforgetable veggie lunch exxxperience!
Thank you so much @saporebrasil @pietroleemann @lideresempreendedores 
Risoto com aspargos verdes e abóbora, contraste de mousse de couve-flor defumada e arroz silvestre crocante.Happy Sunday!
Plantio de mais de 320 árvores nativas da nossa Mata Atlântica para #florestadebolso de Ricardo Cardim. @fabricadearvores 😉

                
       
















bloglovin



CURRENT MOON

TODAY’S SOUND: EDITH PIAF POR ATHUR MENDES ROCHA

Esta semana falaremos da chanson française, o estilo típico de cantar dos intérpretes franceses, que imprimiam uma forma única de cantar e expressar suas emoções através de canções sentimentais.

piaf color

Hoje falarei daquela que foi considerada a maior de todas e já mereceu vários filmes e livros sobre sua vida: Edith Piaf!

Piaf foi uma verdadeira lenda da música francesa, responsável por clássicos que embalaram romances e acontecimentos importantes de seu país.

piaf-_1

Mas a vida de Piaf não foi um mar de rosas- pelo contrário – ela sofreu bastante até conseguir ser reconhecida e se tornar a voz mais poderosa da França.

Ela foi abandonada pela mãe quando pequena e criada pela avó paterna, em um bordel.

piaf5

 

O pai era artista de circo e ela se une a ele para apresentar espetáculos nas ruas e daí canta em público pela primeira vez.

piaf jovem

Ela conhece Mômone (ou Simone Bertaut) que se tornará sua melhor amiga e sua companheira em apresentações pelas ruas de Paris.

Aos 17 anos, ela se apaixona por Louis Dupont e com ele tem uma filha, que vem a falecer de meningite aos dois anos de idade, foi um baque terrível na vida da cantora.

Ela também se envolveu com um cafetão, Ali Babá, e este ficava com o seu lucro das cantorias dela pelos boulevards de Paris.

piaf_618x410

Em 1935, ela é descoberta por Louis Leplée cantando as ruas do bairro de Pigalle e este lhe oferece uma oportunidade para que ela cantasse em seu club, o Le Gerny.

Foi Leplée que a convenceu de cantar de preto (que se tornou sua marca registrada), além de lhe dar o apelido de “La Môme Piaf” (The Little sparrow ou o pequeno pardal), com o qual se tornou conhecida.

piaf_by_priapo40-d5gvcny

Sua estreia no nightclub foi tão badalada que artistas famosos como Maurice Chevalier (outro representante da chanson française) foram prestigiá-la.

piaf-and-marcel-cerdan-theredlist

Porém, seu padrinho Leplée foi assassinado em 1936, por gangsteres que também conheciam Piaf e sua carreira estava ameaçada por estas ligações.

Nesta época, um de seus sucessos era “Mon Légionnaire”:

Mas o talento de Piaf falou mais alto e ela estrelou peça de Jean Cocteau (que se tornou seu grande amigo), além de fortalecer amizades com Chevalier e também o poeta Jacques Borgeat, além de compor a maioria de suas canções.

Piaf-Miles-Davis-Stamps-US-Postal-Service-Forever-Series-126

Mesmo não sendo uma mulher bonita, Piaf tinha um charme todo especial, atraindo homens como Yves Montand, outro cantor e ator que se tornaria famoso com o passar dos anos.

Em 1945, ela compõe a música que a tornaria um sucesso internacional: “La Vie en Rose”:

Reza a lenda que alguns versos da música foram inspirados por sua paixão por Montand (na época um jovem de 23 anos) e que ele teria encerrado o romance com ela através de um telegrama.

PIAF E YVES

‘La vie en Rose” foi interpretada em todas as apresentações seguintes de Piaf, o público fazia questão e foi  um estouro de vendas nos EUA, Itália e Brasil.

O final dos anos 40 foi seu período de maior sucesso, sendo considerada a cantora mais famosa da França e mesmo durante a ocupação nazista, ela se manteve sempre popular.

piaf1

Inclusive, ela teve suspeita de ter contribuído com os alemães, mas nada foi provado, eles apenas tinham admiração pelo talento dela. Além disso, ela participou da resistência francesa e ajudou vários judeus franceses a escaparem da perseguição nazista.

Em 1947, ela canta no Playhouse de NY, para uma plateia que incluía Gene Kelly, Greta Garbo e Marlene Dietrich, da qual se torna grande amiga.

piaf-and-german-actress-6a5d-diaporama

piaf e dietrich

O grande amor de sua vida, o boxeador Marcel Cerdan, era casado e outro fato que lhe causou crises depressivas foi o acidente de avião que tirou a vida de Cerdan, em 1949, quando este viajava de Paris a NY para encontrá-la.

Piaf-et-Marcel-Cerdan_portrait_w858

A música “Hymne à l’amour” foi feita em homenagem a ele e no vídeo abaixo é interpretado por ela no filme “Paris chante toujours”:

Em 1951, mais um fato trágico marca sua vida: ela sofre um grave acidente de automóvel, ao lado de Charles Aznavour (outro astro da chanson), quebrando o braço e duas costelas, e ficando, a partir disso, viciada em morfina. O vício só veio a piorar, já que ela sofreu mais outro acidente depois deste.

CECILIA EDITH PIAF O

Além disso, seu vício em álcool vai se tornando cada vez maior, obrigando-a a frequentar centros de reabilitação.

Em 1954, ela estrela em um pequeno papel no filme “French Cancan” de Jean Renoir (o famoso diretor de “A Regra do Jogo”).

piaf2

Mesmo com os problemas pessoais, seu carisma continuava conquistando a todos, com aparições no programa de Ed Sullivan, onde ela canta “Milord’ (ou Ombre a la rue) que se torna um de seus hits:

Mas foi em homenagem ao Olympia de Paris (que estava ameaçado de fechar e onde ela muito e apresentou), que ela grava uma das músicas mais emblemáticas, ‘Non, je ne regrette rien’, a canção que a fazia renascer perante seus admiradores:

Piaf detestava dormir, ela considerava o sono semelhante á morte, o que lhe causava instabilidade emocional.

Edith Piaf

Com a saúde debilitada, em suas últimas apresentações, seu físico já demonstrava sinais de cansaço: ela parecia ainda menor, suas mãos (as quais ela sempre mexia ao cantar) estavam com artrite, seu fígado estava destruído pelo álcool e seu cabelo estava cada vez mais ralo.

piaf final

Piaf faleceu de câncer no fígado em 1963, aos 47 anos. Seu enterro parou a cidade luz, com mais de 40 mil franceses chorando a perda de uma de suas maiores estrelas, que hoje está enterrada no cemitério Père Lachaise.

piaf color 2

Em 2007, a atriz Marion Cottilard interpretou Piaf no filme homônimo e conquistou o Oscar por sua brilhante interpretação. Abaixo algumas cenas do filme tendo ao fundo “La Foule”, um dos sucessos de Piaf:

Piaf já teve mais de vinte peças encenadas sobre sua vida, além de vários discos e coletâneas são lançadas até hoje; ela é um mito francês e através de sua música cantou suas angústias, seus amores, seus sofrimentos, de maneira tocante e que será para sempre lembrada através de suas interpretações antológicas.

Piaf-Piaf-In-Her-Great-528605

 

   Comentário RSS Pinterest