Warning: include_once(wp-includes/images/pin.png): failed to open stream: No such file or directory in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: include_once(): Failed opening 'wp-includes/images/pin.png' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/japagirl/public_html/blog/index.php:2) in /home/japagirl/public_html/blog/wp-content/plugins/instagrate-to-wordpress/instagrate-to-wordpress.php on line 48
TODAY’S SOUND: ELECTRONIC POR ARTHUR MENDES ROCHA – Japa Girl












































































    Encontrei essa cachorra, com mais de 10 anos, castrada, com uma cirurgia ainda cicatrizando na região torácica, cheia de moscas e pulgas, na pracinha em frente ao colégio Santa Cruz, região de Pinheiros. Muito fraca, está pele e osso. Internei no @citvet por 24 hrs, está inteira, sem anemia, sem infecção, fígado e rins bons! Acredito que fugiu! Por favor me ajudem compartilhando, deve ter um dono procurando por ela. Por hora, colocamos o nome de Angelita. #cachorraperdida #procurasecachorroHoje!!!
#climatestrikeLunatic Magic Beware...🦇 Theophile-Alexandre Steinlen “Chat au Clair de Lune”, c 1900Greve Global pelo clima - São Paulo, 20.9.2019! É de suma importância que todos participem dessa greve global. Acontece que a Amazônia, o Pantanal e o Cerrado, continuam queimando, numa destruição avassaladora, apesar da pressão feita até agora. Além disso, incêndios se espalham por diversos cantos do mundo, como Sibéria, Indonésia e o continente africano. Não podemos relaxar, enquanto mudanças significativas sejam aplicadas de fato.Emocionante! Nunca vi passeata igual, com tanta gente. Acordamos. Graças à Deus e Deusa. Não podemos mais permitir que isso aconteça as Florestas e aos Animais. Fora demônio #forasalles #sosamazoniaPor favor assistam!Gigante pela própria natureza e pela própria ignorância 🇧🇷Precisamos ir para a rua protestar urgente!!! Profundamente abalada com a destruição de lugares sagrados, lugares que sustentam a Vida neste planeta! Todos vão sofrer as consequências desse desmatamento e queimadas! Árvores de 500 anos já eram! Estão encontrando animais queimados, jamais estudados ou conhecidos pelo homem! Estamos sentenciando nossa existência. #prayfortheamazonÉ com profundo pesar, estão cortando uma pequena floresta de no mínimo 70 anos, que cresceu numa casa desocupada. Ainda que haja autorização da PMSP e compensação em outro local, como fica o entorno? Quem irá compensar os morcegos e periquitos que moram nessas árvores?Unforgetable veggie lunch exxxperience!
Thank you so much @saporebrasil @pietroleemann @lideresempreendedores 
Risoto com aspargos verdes e abóbora, contraste de mousse de couve-flor defumada e arroz silvestre crocante.

                
       
















bloglovin



CURRENT MOON

TODAY’S SOUND: ELECTRONIC POR ARTHUR MENDES ROCHA

Electronic é o nome do projeto que mistura pop, rock, eurodisco, house, encabeçado por Bernard Summer do New Order e Johnny Marr do The Smiths.

electronic5

Os riffs da guitarra de Marr casam-se perfeitamente com o vocal inconfundível de Summer.

A banda é um projeto paralelo de Summer, que desejava incluir mais programação de sintetizadores no New Order, mas foi mal recebido pelos demais colegas do grupo.

Ele e Marr haviam se conhecido em 1984, quando Summer produziu uma faixa do Quando Quango (o projeto do DJ do Hacienda e futuro M-People, Mike Pickering) e Marr era o guitarrista convidado em uma das canções.

electronic8

Marr se mostrou aberto às ideias de Summer e topou entrar no projeto, que tinha influência direta do que acontecia na música eletrônica naquele momento, com o house e techno bombando nas pistas e mostrando qual seria o futuro da música pop.

Por volta de 1988, Summer e Marr já estavam trabalhando em algumas das faixas para seu álbum de estreia e no ano seguinte, ambos foram procurados por Neil Tennant, o vocalista do Pet Shop Boys, que se ofereceu para trabalhar com eles.

Da esq. para a dir.: Chris Lowe, Bernard Summer, Johnny Marr e Neil Tennant

Da esq. para a dir.: Chris Lowe, Bernard Summer, Johnny Marr e Neil Tennant

O resultado desta parceria foi o primeiro single do Electronic, “Getting away with it”, uma música que nos contagia logo de cara, que mostra o melhor que uma união entre New Order, Smiths e Pet Shop Boys poderia produzir.

Lógico que não demorou para a canção atingir o topo das paradas e os levarem a lançar dois clipes, sendo que um deles foi dirigido pelo conceituado documentarista Chris Marker (de “La Jetée”):

O single tinha como lado B a faixa “Lucky Bag” (não incluída no álbum), uma homenagem do Electronic ao ítalo house de grupos como Blackbox, que na época, colocavam o mundo todo para dançar:

A capa do single foi idealizada pelo habitual colaborador do New Order, o designer Peter Saville, que mais uma vez realiza um trabalho simples e de bom gosto.

Porém, ainda faltavam mais músicas a serem compostas para completar o álbum e este acaba somente sendo lançado em 1991.

electronic

A crítica o recebe da melhor maneira possível, elogiando suas letras, o espírito rave, a inspirada utilização de samples e mais; levando o disco para o segundo lugar da parada inglesa e vendendo mais de um milhão de cópias.

O single que lidera o álbum é “Get the Message”, com direito a orquestração de Anne Dudley (do Art of Noise), e os dois se apresentam no Top of the Pops, em abril de 1991:

É claro que a estreia deles em solo britânico só poderia ser com uma concorrida apresentação no chão deles: o Hacienda em Manchester.

O Electronic no Hacienda em Manchester

O Electronic no Hacienda em Manchester

Outras faixas que merecem destaque são:

 ‘The Patience of a Saint”, composta por Summer e Tennant:

“Feel every beat”, que atingiu o top 40 inglês:

O álbum também conquista a América, colocando-os no top 200 da Billboard e eles são convidados a abrirem alguns dos shows do Depeche Mode.

electronic7

O quarto single lançado por eles, na verdade não estava incluído no álbum e acabou sendo “Dissapointed”, linda canção composta por Marr, Summer e Tennant (responsável pelos vocais), com mixagem de Stephen Hague (produtor dos Pet Shop Boys, New Order, O.M.D.,Communards, entre outros). A música acaba fazendo parte da trilha sonora da animação ‘Cool World”:

Depois disso, o Electronic resolveu dar uma parada – Summer dedicou-se ao New Order e Marr ao The The (onde fez participação na guitarra).

O segundo álbum, “Raise the pressure”, foi lançado em 1996, com a colaboração de Karl Bartos, do Kraftwerk, que co-escreveu seis das treze canções do disco.

electronic (1)

Este novo esforço, infelizmente, não teve o mesmo sucesso do primeiro, mesmo assim, é um bom disco, que gerou três singles:

“Forbidden City”, com uma pegada mais britpop (que estava em voga na época):

“For you”, escrita pelo krafwerker Bartos e atingindo a 16ª posição da parada inglesa:

“Second Nature”, com letra autobiográfica de Summer:

Vale também citar “Dark Angel”, que parece saída diretamente de um álbum do New Order:

Depois de mais um hiato de três anos, eles se reúnem para lançar ‘Twisted Tenderness”, mais orientado para o lado rock, com mais guitarras do que os anteriores, onde a predominância era dos sintetizadores.

electronic6

Desta vez, os únicos a permanecer foram Summer e Marr, que se juntaram a Jimi Goodwin (Doves) e Ged Lynch (Black Grape) para gravar este novo trabalho.

Além disso, o álbum teve co-produção do lendário Arthur Baker, o conceituado produtor de hits do New Order, Afrika Bambaataa, entre outros, além da participação de Merv de Pyer, o tecladista do Cameo (grupo funk dos anos 80), que lhes deu um som mais ‘sujo”.

electronic13

Entre os singles de destaque de “Twisted Tenderness” estão “Vivid’ e ‘Late at Night”:

Este acabou sendo o último álbum lançado pelo Electronic, que não chegou a declarar o seu fim, mas provavelmente eles não devem voltar mais, talvez para uma reuniãozinha, mas Summer continua ocupado com o New Order e Marr lançou disco solo recentemente.

electronic12

A última reunião deles foi meio por acaso, já que num show de Johnny Marr em Manchester, em 2013, Summer subiu ao palco e interpretou com ele o hit ‘Getting away with it”, como podemos ver abaixo:

De todo jeito, o Electronic deixa saudades principalmente na época do primeiro disco, já que faziam um pop bem dançante e super bem produzido, ainda mais pelos artistas envolvidos, todos de extrema competência e bom gosto.

   Comentário RSS Pinterest