Warning: include_once(wp-includes/images/pin.png): failed to open stream: No such file or directory in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: include_once(): Failed opening 'wp-includes/images/pin.png' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/japagirl/public_html/blog/index.php:2) in /home/japagirl/public_html/blog/wp-content/plugins/instagrate-to-wordpress/instagrate-to-wordpress.php on line 48
Today’s Sound: Fome de Viver (The Hunger) por Arthur Mendes Rocha – Japa Girl












































































    Unforgetable veggie lunch exxxperience!
Thank you so much @saporebrasil @pietroleemann @lideresempreendedores 
Risoto com aspargos verdes e abóbora, contraste de mousse de couve-flor defumada e arroz silvestre crocante.Happy Sunday!
Plantio de mais de 320 árvores nativas da nossa Mata Atlântica para #florestadebolso de Ricardo Cardim. @fabricadearvores 😉RIP #leeradizwill and #rudolfnureyev 🖤🖤Wake up, Mthrfckrs! 
#10yearchallengeHappy Halloween from Vampirina 🖤“The Proposal” ( between 1880 - 1889) by Knut Ekwall (Swedish - 1843 - 1912)Full purple bloom galore!
#flordesaomiguel #violeteira #ravenala #kaizukaPapa Pirate & Mama Mermaid
#agathalunaJust opened! #cattleyaThe Death of Cleópatra 
Jean Andre Rixens - 1874

                
       
















bloglovin



CURRENT MOON

Today’s Sound: Fome de Viver (The Hunger) por Arthur Mendes Rocha

Para começar bem a semana, hoje falaremos da trilha de um filme sobre vampiros dos anos 80: “Fome de Viver “(The Hunger).

“Fome de Viver” é um filme de 1983 e é o primeiro trabalho dirigido por Tony Scott (irmão de Ridley Scott) e estrelado por  Catherine Deneuve, David Bowie e Susan Sarandon.

Deneuve e Bowie fazem um elegante casal de vampiros que, para permanecerem vivos, precisam do sangue de pessoas mais jovens. Porém Bowie está envelhecendo muito rápido e Deneuve recorre à ajuda de uma médica (Sarandon), pela qual se apaixona.

O filme tem uma das aberturas mais marcantes de todos os tempos: enquanto rolam os créditos, Peter Murphy (do Bauhaus) canta “Bela Lugosis’ dead” em um club underground, daqueles bem típicos dos anos 80, com uma atmosfera gótica, enquanto Deneuve e Bowie procuram suas vítimas. A escolha do Bauhaus tem tudo a ver com a seqüência, pois o vocalista Murphy tem mesmo uma aparência vampiresca e a música fala de Bela Lugosi, o primeiro Drácula do cinema:

O diretor Scott veio da escola de videoclipes e comerciais, mas Hollywood boicotou-o por alguns anos, considerando o filme muito “artsy” e esotérico.

A trilha tem música original de Michel Rubini e Danny Jaeger utilizando muito a influência da música eletrônica dark da época com o uso de sintetizadores e com trechos de músicas clássicas de Schubert, Bach e Delibes.

Um clássico bastante presente na trilha é o piano trio n 2 em mi bemol  opus 100 de Franz Schubert ( já utilizada no filme “Barry Lyndon”), que serve de fundo para sequências como a em que Bowie relembra quando conheceu Deneuve e os dois tomam banho juntos:

Também é considerada uma das melhores cenas de lesbianismo no cinema, a cena lesbian-chic entre Deneuve e Sarandon tendo ao fundo o The flower duet (Lakmé) de Léo Delibes:

“Fome de Viver” é um filme extremamente estético, com uma bem escolhida trilha, um elenco afinado, um figurino muito chique; um filme de terror romântico e estilizado, sobre vampiros que vivem nos novos tempos, quando ninguém falava sobre vampiros modernos.

   Comentário RSS Pinterest