Warning: include_once(wp-includes/images/pin.png): failed to open stream: No such file or directory in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: include_once(): Failed opening 'wp-includes/images/pin.png' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/japagirl/public_html/blog/index.php:2) in /home/japagirl/public_html/blog/wp-content/plugins/instagrate-to-wordpress/instagrate-to-wordpress.php on line 48
TODAY’S SOUND: ‘JANIS: LITTLE GIRL BLUES” NOVO DOC SOBRE JANIS JOPLIN – Japa Girl












































































    Hoje!!!
#climatestrikeLunatic Magic Beware...🦇 Theophile-Alexandre Steinlen “Chat au Clair de Lune”, c 1900Greve Global pelo clima - São Paulo, 20.9.2019! É de suma importância que todos participem dessa greve global. Acontece que a Amazônia, o Pantanal e o Cerrado, continuam queimando, numa destruição avassaladora, apesar da pressão feita até agora. Além disso, incêndios se espalham por diversos cantos do mundo, como Sibéria, Indonésia e o continente africano. Não podemos relaxar, enquanto mudanças significativas sejam aplicadas de fato.Emocionante! Nunca vi passeata igual, com tanta gente. Acordamos. Graças à Deus e Deusa. Não podemos mais permitir que isso aconteça as Florestas e aos Animais. Fora demônio #forasalles #sosamazoniaPor favor assistam!Gigante pela própria natureza e pela própria ignorância 🇧🇷Precisamos ir para a rua protestar urgente!!! Profundamente abalada com a destruição de lugares sagrados, lugares que sustentam a Vida neste planeta! Todos vão sofrer as consequências desse desmatamento e queimadas! Árvores de 500 anos já eram! Estão encontrando animais queimados, jamais estudados ou conhecidos pelo homem! Estamos sentenciando nossa existência. #prayfortheamazonÉ com profundo pesar, estão cortando uma pequena floresta de no mínimo 70 anos, que cresceu numa casa desocupada. Ainda que haja autorização da PMSP e compensação em outro local, como fica o entorno? Quem irá compensar os morcegos e periquitos que moram nessas árvores?Unforgetable veggie lunch exxxperience!
Thank you so much @saporebrasil @pietroleemann @lideresempreendedores 
Risoto com aspargos verdes e abóbora, contraste de mousse de couve-flor defumada e arroz silvestre crocante.Happy Sunday!
Plantio de mais de 320 árvores nativas da nossa Mata Atlântica para #florestadebolso de Ricardo Cardim. @fabricadearvores 😉

                
       
















bloglovin



CURRENT MOON

TODAY’S SOUND: ‘JANIS: LITTLE GIRL BLUES” NOVO DOC SOBRE JANIS JOPLIN

Outro filme, onde a música é a principal atração, é o documentário ‘Janis: Little Girl Blues”, de Amy Berg, que estreia no Festival de Veneza no mês que vem.

janis-joplin-movie-poster-2008-1020421625

Como o próprio título já diz, “Janis’ é o mais novo documentário sobre a diva do rock/blues, Janis Joplin, que viveu seu apogeu no final dos anos 60 e morreu prematuramente aos 27 anos.

O filme promete um novo enfoque na vida de Janis, pois vem recheado de imagens nunca antes vistas e fatos novos, como muitas cartas escritas por ela e que continuavam inéditas até hoje.

janis farewel

As cartas serão lidas pela cantora Cat Power, ela mesmo super fã de Janis e que deve ter caprichado na entonação e emoção das escritas da falecida cantora.

JANIS cat-power-001

A diretora, Amy Berg, foi a responsável por ótimos documentários como “West of Memphis” e “Deliver us from evil” (que concorreu ao Oscar) e vem aí com o polêmico “An Open Secret” (sobre os bafos de sexo com menores na indústria hollywoodiana).

O filme demorou sete anos para sair do papel e foi realizado graças ao apoio da família e do Joplin Estate (que cuida do legado de Janis).

janis 2

O doc é um relato fiel sobre a conturbada vida da cantora que viveu por um período curto, mas intensamente e cuja carreira foi interrompida por uma overdose de heroína.

janis3

Janis não era nenhuma santa, ela aprontava de tudo um pouco, aparecia bêbada e drogada em seus compromissos profissionais, mas era uma “natural-born singer”, nascida com o dom da voz e da melodia, não é a toa que sua músicas são clássicos até hoje e ela nunca será esquecida.

janis documentary

Toda vez que músicas como “Mercedes-Benz” ou ‘Piece of my heart” tocarem, não tem como não se emocionar ou ficar boquiaberto com a interpretação que Janis dava a estas e muitas músicas que a tornaram famosa.

Além de depoimentos de músicos, amigos, o filme mostrará muitas cenas inéditas, bem como a sua participação em importantes festivais como Woodstock, Monterey e até o Festival Express em 1970 (ano de sua morte).

janis e band

Janis e sua banda, a Big Brother and the Holding Company

Uma de suas primeiras aparições em festivais já foi arrasadora como mostra ‘Ball & Chain”, no Festival de Monterey, em 1967:

Abaixo ela interpreta “Summertime” (dos irmãos Gershwin) no Festival de Woodstock, em 1969:

Até mesmo suas aparições em programas de TV, como o de Dick Cavett, serão mostradas no doc, como podemos vê-la aqui interpretando “Try a little bit harder” com toda a garra:

O filme deve ser lançado nos EUA pela série American Masters da rede PBS.

amy-berg-janis-joplin-slice-1

Janis está em alta no mundo do show-business pois há a probabilidade dela ser tema de um novo filme de Lee Daniels (de “Precious”) com Amy Adams vivendo a roqueira, e recentemente ela também foi parar na Broadway com o musical “A Night with Janis Joplin”, grande sucesso de público e crítica tendo Mary Bridget Davis no papel principal.

Segundo a própria diretora Berg declara: “Janis foi um ícone do rock e abriu o caminho para a geração de mulheres que vieram depois dela”.

amy-berg

A diretora Amy Berg

No filme ela procurou fugir um pouco da persona rock n’ roll para mostrar ao público que ela era gentil, verdadeira, inocente, mas acima de tudo poderosa e sem medos de se mostrar inteira em suas magníficas interpretações, como podemos ver em “Maybe”:

Berg vai nos mostrar a mulher por trás do mito, já que o filme é quase que narrado por suas cartas, pelas coisas que ela escreveu, sendo um retrato verdadeiro, desta que foi um dos maiores ícones femininos que a música já teve.

 

   Comentário RSS Pinterest