Warning: include_once(wp-includes/images/pin.png): failed to open stream: No such file or directory in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: include_once(): Failed opening 'wp-includes/images/pin.png' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/japagirl/public_html/blog/index.php:2) in /home/japagirl/public_html/blog/wp-content/plugins/instagrate-to-wordpress/instagrate-to-wordpress.php on line 48
TODAY’S SOUND: MUSIC NATION BRANDY & COKE – DOC SOBRE UK GARAGE POR ARTHUR MENDES ROCHA – Japa Girl












































































    Wake up, Mthrfckrs! 
#10yearchallengeHappy Halloween from Vampirina 🖤“The Proposal” ( between 1880 - 1889) by Knut Ekwall (Swedish - 1843 - 1912)Full purple bloom galore!
#flordesaomiguel #violeteira #ravenala #kaizukaPapa Pirate & Mama Mermaid
#agathalunaJust opened! #cattleyaThe Death of Cleópatra 
Jean Andre Rixens - 1874How sundays should be ✨❤️✨About the happiest Easter ever!
Special thanx @marciosleme @milplantas🖤

                
       
















bloglovin



CURRENT MOON

TODAY’S SOUND: MUSIC NATION BRANDY & COKE – DOC SOBRE UK GARAGE POR ARTHUR MENDES ROCHA

A revista Dazed & Confused se uniu ao Channel 4 para produzir uma série de 05 mini-documentários dentro do projeto Music Nation e cada um deles abordando movimentos musicais ocorridos na Inglaterra nos últimos anos.

uk garage - foto 1

O resultado ficou muito bom e merece ser visto – esta semana falaremos de cada um deles iniciando por “Brandy & Coke”, cujo tema é o UK Garage.

O doc foi dirigido por Ewen Spencer, fotógrafo que trabalhava para a revista Sleazenation e que se apaixonou pelo ritmo nos anos 90, registrando os dançarinos, as pessoas que curtiam frequentar as noites dedicadas ao UK Garage.

uk garage - foto 2

UK Garage ou Speed Garage (como também era denominado na época) foi um gênero musical surgido na Inglaterra no final dos anos 90 e cuja batida era uma mistura da house americana e ítalo house com a velocidade aumentada (daí o speed), mais a influência do drum & bass, além de batidas pesadas e com o baixo bem acentuado.

uk garage - foto 3

Como vemos num dos depoimentos, o povo da cena não gostava do nome speed garage, preferia até acid garage, mas era uma maneira das gravadoras rotularem o gênero e lucrar com o mesmo.

Por volta de 1997/1998, este era o ritmo que dominava a juventude inglesa, que adora sair para dançar e se acabar nas pistas de dança; era uma cena que acontecia aos domingos, já que as licenças para sábado eram difíceis de serem obtidas. E outra: o movimento começou como uma extensão do que fazer após sábado à noite.

uk garage - foto 4

Para ter uma ideia do tamanho da coisa, no réveillon de 1998 havia 49 eventos de UK Garage em Londres.

 O UK Garage originou-se também das pirate rádios (rádios piratas), como a Flex FM, algo muito forte na cultura inglesa e que determinou o gosto musical de toda uma geração.

uk garage - foto 5

As pirate radios eram feitas por amantes da música cujo principal objetivo era criar uma cena, fazendo com que a música underground, tocadas nos clubs londrinos, chegassem ao maior número de ouvintes.

Um dos grandes hits do UKG foi “Gabriel” de Roy Davis Jr.:

Tudo começou no sul de Londres, um grupo de DJs, produtores, MCs, começaram a produzir este som bem sujo, mais do gueto mesmo, feito na maioria por negões que tem a música na alma, com pitadas de jungle, ragga, música caribenha, reggae entre vários outros ritmos e culturas.

uk garage - foto 6

 

O doc mostra um pouco desta cena, é rápido de ver, com duração de 23 minutos, e pode ser assistido abaixo:

 

“Brandy & Coke” traz depoimentos de pessoas fundamentais do UK Garage como Matt ‘Jam” Lamont, produtor que junto com Karl “Tuff Enuff” Brown criou o hypado duo Tuff Jam, que tantos hits produziu na época como “Never gonna let you go’ com os poderosos vocais de Tina Moore:

Além dele, também dão depoimentos Craig David, outro artista que bombou na época, Mighty Moe, Kano, MC Creed, Mike ‘Ruff Cut” Lloyd, DJ Smokey Bublin’, Scott Garcia, cuja música ‘London Thing’, tendo nos vocais MC Styles, nos transporta bem para toda a cena UK Garage, incluindo algumas cenas dos clubs, proclamando que isto era uma coisa de Londres:

Outra música presente no doc é “Black Puppet” de Noodles (que também assina como Groove Chronicles):

Outro fator fundamental no UK Garage é o visual para frequentar as noites, o povo se montava em “fancy lothes” de grifes como Versace, Moschino, Dolce & Gabbana, Patrick Cox, entre outras, muitas vezes os homens usavam paletós, camisas sociais, enquanto as mulheres se montavam em vestidos colados, calças jeans coloridas, mocassins, era uma reação ao estilo ‘baggy” usado pelos ravers.

UKG by Ewen Spencer

 

O drink da noite era champanhe, uísque, tudo era meio ostentação mesmo e atraía muitas mulheres, era uma cena bem hetero e com poucas drogas (no começo).

Lembro que quando estive em Londres em 1997, a princesa Diana havia falecido no dia anterior, era domingo à noite e eu queria muito ir a Twice as Nice, uma das noites mais famosas do gênero, cujo club era comandado por Steve Gordon e ficava em Vauxhall.

ukg  foto 8

Ao chegar lá, me deparei com as pessoas abaladas com a morte de sua princesa, mas também querendo se divertir, a música era dark, a batida rápida, mas o ritmo extremamente contagiante e grooveado e os negões dando shows na pista; não tive dúvidas e me juntei a eles e dancei até a noite acabar.

A Twice as Nice era uma evolução do Gas Club, fazia fila na porta, era reverenciada nas revistas de comportamento como a The Face (que deu a capa para o UK Garage), além de ser frequentado por Dave e Victoria Beckham, Jay-Z, Wesley Snipes, Jennifer Lopez, entre outras celebridades.

uk garage - face cover

 

Outro sucesso também presente na trilha do doc é “Love Bug” de Ramsey & Fen, que nos conquista com seu groove e os vocais de Lynsey Moore:

Várias outras noites também foram surgindo como a Cookies & Cream, Exposure, Garage Nation e muitas outras, até que o gênero virou mainstream e acabou cansando.

Outra razão para que a cena ficasse desgastada foi o aumento da violência, além das brigas de gangues, bem como o fim das pirate rádios, já que eram ilegais e não demorou para que a polícia acabasse com a festa.

UKG by Ewen Spencer

 

Mas aos poucos o UK Garage vai tendo seu revival, ainda misturado com outras cenas, mas velhos rostos vão reaparecendo e a música vai sendo renovada, muitas fotos bacanas (inclusive a maioria deste post) são do livro “UKG” e foram clicadas por Spencer, que lançou o livro pela editora GOST.

ukg - book

 

   Comentário RSS Pinterest