Warning: include_once(wp-includes/images/pin.png): failed to open stream: No such file or directory in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: include_once(): Failed opening 'wp-includes/images/pin.png' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/japagirl/public_html/blog/index.php:2) in /home/japagirl/public_html/blog/wp-content/plugins/instagrate-to-wordpress/instagrate-to-wordpress.php on line 48
TODAY’S SOUND: OS 100 ANOS DE FRANK SINATRA POR ARTHUR MENDES ROCHA – Japa Girl



























































                
       
















bloglovin



CURRENT MOON

TODAY’S SOUND: OS 100 ANOS DE FRANK SINATRA POR ARTHUR MENDES ROCHA

Este ano, o mundo inteiro comemora o centenário de um dos maiores entertainers que já pisaram na terra: Mr. Frank Sinatra!!!

Frank_Sinatra_100

Sinatra é um símbolo da época áurea de Holywood , da sofisticada canção americana, sendo um dos maiores intérpretes do século XX, além de ser um ótimo ator também; ele sabia divertir uma plateia como ninguém. A voz de Sinatra é uma massagem aos ouvidos – uma voz aveludada, perfeita, na medida certa, não é a toa que durante muitos anos ele foi considerado o maior cantor do mundo.

frank2

Sua carreira durou nada menos do que seis décadas, onde ele fez de tudo: cantou, dançou, gravou inúmeros discos, se envolveu com várias mulheres, se meteu com a Máfia, atuou em filmes, ganhou Oscar, lotou o Maracanã, enfim, aí está um cara que aproveitou a vida.

Ele já nasceu lutando pela sua própria vida, já que era um bebê muito grande e teve dificuldade de sair do ventre materno. A grande inspiração para Sinatra se tornar cantor foi o seu ídolo da juventude: Bing Crosby.

frank_sinatra_smile_suit_tie_hat_hd-wallpaper-11397

Quando ele descobre o microfone, sua vida mudou, pois ele viu que não precisava ter uma super voz para poder projetá-la, pois o microfone fazia isto por ele  A primeira grande oportunidade de Sinatra foi em 1935, no programa de rádio “Major Bowes and his original amateur hour”, quando ele se juntou ao trio Three Flashes formando naquele momento o Hobken Four.

frank-sinatra-radio-1947

Depois de algumas tentativas fracassadas, ele grava com Harry James e seu trompete, aquela que seria seu primeiro 78 rotações: “From the bottom of my heart”. No mesmo ano de 1939, ele lançou seu primeiro hit, “All or Nothing at all”:

No início dos anos 40, Sinatra ia se destacando cada vez mais, especialmente acompanhando as big bands, as famosas orquestras que faziam os jovens da época dançar, era como um cantor pop da época. Assim, ele cantou com Tommy Dorsey, gravando 29 singles no total. Frank Sinatra

Em 1941, a revista Billboard o nomeia o maior vocalista do ano, com seu jeito sex, caloroso, as jovens se apaixonavam quando o viam cantar. Mas foi quando ele foi convidado para cantar junto com a banda de Benny Goodman, em 1942, que seu sucesso foi comprovado, lotando o Paramount Theatre de NY. Ele passava a ser chamado de “The Voice” (A Voz), dominando as rádios e os programas.

Frank-Sinatra Em 1944, Sinatra assina um contrato de 1.5 milhões de dólares com a MGM (Metro Goldwyn Mayer), iniciando com o filme “Anchors Aweigh”, ao lado de Gene Kelly. Uma das canções era “I begged her”, um dueto entre os dois com muito sapateado.

 

No final dos anos 40, ele é dos primeiros artistas americanos a irem a Cuba, e é lá que ele ficará ligado aos gangsteres, que ele conhecia de NY, e eles trabalhavam para Lucky Luciano. Sinatra foi fotografado com os gangsteres e isto marcaria sua ligação com eles por toda sua carreira. frank-sinatra_1780772b

Logo em seguida, ele se envolve numa confusão com o poderoso Louis B. Mayer, que o considerava um conquistador barato, e acaba quebrando contrato na MGM com Sinatra. Apesar de ter família e filhos, Sinatra se apaixona por Ava Gardner, a lindíssima atriz que foi o seu grande amor, e ele não desistiu enquanto não conseguiu casar com ela.

frank-sinatra and ava

Uma de suas músicas da época era “Bewitched, bothered and bewildered”:

Suas vendas também acabam diminuindo e assim, em 1951, que ele faz sua primeira aparição num cassino de Las Vegas, algo que se tornaria uma de suas marcas registradas.

franksinatra-bnw-sgg-

No mesmo ano, ele casa com Ava Gardner, se separando dois anos depois (apesar da separação só ser oficializada em 1957), já que ela não era nada fácil, não era chegada a uma vida normal de dona de casa e se envolvia com outros homens.

Suas músicas vão se tornando mais tristes e pesadas neste período, ele enfrente dificuldades de recuperar a sua fama e a admiração do público. Sinatra tenta dar a volta por cima e pede uma chance a Harry Cohn, o chefão da Columbia Pictures , para atuar num filme dramático, em “From here to eternity” (A um passo da eternidade).   Ava (e dizem que a Máfia) convence Cohn e Sinatra não só faz o filme, como ganha o Oscar de melhor ator coadjuvante daquele ano.

sinatra oscar A vida voltava a sorrir para ele, era o início de uma nova fase em sua carreira: ele para de beber, troca de empresário e acaba assinando com a Capitol Records em 1953.

Na gravadora, ele realiza um seus discos mais icônicos, “Songs for Young lovers”, interpretando o melhor da canção americana como Cole Porter, Rodgers & Hart e Gershwin, como “Someone to watch over me” (incluída no filme ‘Young at heart’):

Sua carreira cinematográfica continuava com “The man with the golden army”, numa de suas maiores interpretações, como um viciado em heroína, papel pelo qual tem sua segunda indicação ao Oscar. sinatra man

Seus discos ficavam mais adultos, mais focados, ele era o crooner que podia interpretar qualquer canção com personalidade, ele adquirira de volta a confiança Sinatra gostava de gravar no meio da orquestra, seus álbuns passam a ser mais conceituais, trabalhando com os melhores produtores da época como Nelson Riddle.

Em 1956, ele grava “Songs for Swingin’ Lovers”, incluindo um de seus maiores hits e uma das canções mais lindas de todos os tempos, “I’ve got you under my skin”, de Cole Porter:

A continuação do disco, “A Swingin’ Affair”, foi lançada no ano seguinte e continha outro de seus grandes sucessos, “Night and Day”:

Em 1957, mais um filme de sucesso, ‘Pal Joey”, onde ele interpreta ‘Lady is a tramp” (aqui num dueto com Ella Fitzgerald):

Nesta época, ele circulava com o seu grupo de amigos, no que passou a ser chamado de “The Rat Pack”, composto por Dean Martin, Sammy Davis Jr., Humphey Bogart, Peter Lawford, Joey Bishop, entre outros. O termo foi inventado por Lauren Bacall, que foi o jeito a que se referiu a eles quando os viu chegando de uma noitada.

sinatra rat2

Depois da morte de Bogart, em 1958, ele quase casa com Bacall, da qual ele ficara muito ligado ao conviver com ela e, logo em seguida, por ter a consolado durante a viuvez.

sinatra and bacall

No ano seguinte, ele lança o seu álbum de maior sucesso, “Come dance with me”, que lhe deu seus primeiros Grammys.

sinatra come dance

Em 1960, ele estreia no The Sands de Las Vegas, os shows de humor e música ao lado de seus amigos do Rat Pack, lugar que ele ajuda a voltar à moda, onde as celebridades passam a frequentar, ver os shows e se divertir muito. Sinatra vivia um ótimo momento: feliz, rodeado de amigos, com boas vendas de seus discos e shows, ele estava nas nuvens.

sinatrahome

Ele fica amigo íntimo de Kennedy e contribui para a campanha presidencial deste, que acaba sendo eleito presidente dos EUA. Ao mesmo tempo, eram tempos difíceis, pois vários bafos políticos rolavam: Kennedy se envolvera com a mesma mulher que namorava também o gangster Sam Giancana, este chantageava Sinatra para que o FBI saísse do encalço dele, e mais as pressões do patriarca Kennedy (pai de John) insinuando que Sinatra não era boa companhia para o presidente. Mas a morte de Kennedy o abala muito, já que ficara ligado ao presidente e às suas causas.

Frank Sinatra

Mas Sinatra tinha sua carreira musical e ao trocar a Capitol pela Reprise, nos anos 60, ele continua gravando músicas de sucesso como “Fly me to the moon”:

Sinatra podia circular tranquilamente no meio do jazz, gravando com Count Basie, colaborando com Quincy Jones, ele vai tendo cada vez mais contato com a música negra. Aliás, durante sua carreira, ele apoiou a luta pelos direitos civis dos negros e fez inúmeras doações para a caridade.

Em 1966, ele lança uma de suas músicas mais icônicas, “Strangers in the night”:

E também “Lucky be a lady”, mesmo ano em que ele também casa com Mia Farrow:

No ano seguinte, ele convida Tom Jobim para gravar com ele, com arranjos e regência de Claus Ogerman, um lindo disco dedicado a bossa nova, com versões americanas para músicas como “Girl from Ipanema”, “Quiet nights of quiet stars”, entre outras:

Em 1968, mais uma de suas músicas especiais, ‘My way”:

Durante os anos 70, Sinatra continua a gravar discos, com menos intensidade, e fazer shows, entre eles “The Main Event”, lotando o Madison Square Garden e com o show sendo transmitido a cores para todo o mundo com hits como ‘Let me try again”:

Em 1980, ele lota o maior estádio do mundo, o Maracanã, no show que batia o recorde de público na época, 175 mil espectadores, um show inesquecível e que trazia Sinatra ao Brasil pela primeira vez.

No mesmo ano ele lança o disco “Trilogy”, álbum triplo que continha o seu mega hit “New York, New York”, aqui no show ‘A Man and his music”:

Nos anos 90, depois de uma década sem gravar, ele lança o primeiro de seus álbuns ‘Duets”, onde ele convida astros do pop e rock para se juntarem a ele e interpretarem alguns de seus hits. Entre os convidados estavam Bono Vox, Aretha Franklin, Tony Bennett, Liza Minelli, Nathalie Cole, Luther Vandross, e muitos outros.

sinatra1

Em 1994, mais um álbum Duets é lançado com muito sucesso. Nos anos seguintes, Sinatra faz cada vez menos aparições públicas e vem a falecer em 1998, aos 82 anos, vítima de um ataque cardíaco fatal.

Este ano, várias homenagens estão sendo feitas para o ícone, para o Ol’ blue eyes (velhos olhos azuis) como: o doc da HBO, “Sinatra: All or Nothing” (já exibido), livros com fotos inéditas, edições especiais de seus discos, e até mesmo uma garrafa especial de Jack Daniel’s, entre outros tributos para este que foi um dos cantores mais bem sucedidos de todos os tempos.

Jack Daniel's Special Tribute Bottle for Frank Sinatra

   Comentário RSS Pinterest