Warning: include_once(wp-includes/images/pin.png): failed to open stream: No such file or directory in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: include_once(): Failed opening 'wp-includes/images/pin.png' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/japagirl/public_html/blog/index.php:2) in /home/japagirl/public_html/blog/wp-content/plugins/instagrate-to-wordpress/instagrate-to-wordpress.php on line 48
TODAY’S SOUND: OS 25 ANOS DA TURNÊ BLOND AMBITION DE MADONNA – Japa Girl



























































                
       
















bloglovin



CURRENT MOON

TODAY’S SOUND: OS 25 ANOS DA TURNÊ BLOND AMBITION DE MADONNA

Agora que Madonna estrela a sua décima turnê, a sua terceira tour, a “Blond Ambition”, completa 25 anos e mudou a maneira com que os shows eram feitos até então, abusando da super produção e sendo eleita a melhor tour de 1990 pela revista Rolling Stone.

madonna blond poster

Em 1990, Madonna vivia o seu auge, além de ser a celebridade mais famosa do mundo (junto com Lady Di), ela ditava moda, sua música bombava nas pistas e nas paradas de todo o mundo – ela era a rainha absoluta do pop – não tinha para ninguém mesmo.

madonna blond5

Eu estava morando em Londres quando seus shows foram anunciados, era Julho de 1990, ela faria dois shows no estádio de Wembley e os ingressos esgotaram super rápido.

Eu consegui garantir o meu (na verdade fui nos dois dias), não conseguia acreditar que veria minha musa ao vivo e ainda interpretando os hits que eu amava desde que a ouvi pela primeira vez, em 1983, com “Everybody”.

madonna mondino

Os detalhes da turnê iam surgindo aos poucos na imprensa europeia, não havia internet, nem Instagram e muito menos Facebook ou Twitter; a maneira de sabermos de qualquer novidade era nas revistas, jornais e TV.

A imprensa em geral perseguia Madonna como abelhas no mel, tudo era motivo para que os paparazzi se avançassem nela, seja um novo romance ou um novo estilo de penteado.

madonna-cover004

Foi anunciado que quem faria o figurino da turnê seria Jean Paul Gaultier, o “enfant terrible” da moda francesa, um dos designers mais vanguardas e disputados daquele momento, era Madonna na música e ele na moda, nada poderia dar errado com esta parceria.

madonna e gaultier

madonna sketches

Sketches de Gaultier para a Blond Ambition Tour

Naquele mesmo período, Madonna também estrelava em ‘Dick Tracy”, sob a direção e atuando ao lado do seu então namorado da época, Warren Beatty.

MADONNA E WARREN

Era impressionante como a mídia amava Madonna, ela era capa de todas as revistas, matérias em todos os jornais, se rosto estampava posters e cartazes espalhados pela cidade e para completar ela tinha uma música no topo das paradas: “Vogue”.

madonna blond2

“Vogue” era a versão de Madonna para ‘Deep in Vogue” de Malcom Maclaren, só que com outro ritmo, mas a dança era a mesma, era o vogue dancing saindo dos guetos e indo direto para o mainstream (tendo sido retratado com maestria no clássico ‘Paris is Burning”, lançado logo no ano seguinte).

madonna blond4

A música era o single principal do disco ‘Im Breathless”, álbum inspirado pelo filme Dick Tracy, contendo canções da trilha, além de outras produzidas especialmente para este trabalho.

madonna dick

Mas voltamos ao show: Madonna iniciara a turnê pelo Japão, os looks de Gaultier estavam arrasadores, seu cabelo era um rabo-de-cavalo no estilo Jeannie é um Gênio’, além de estar acompanhada por todos os dançarinos do vídeo de ‘Vogue” mais suas então inseparáveis backing vocals, Niki Harris e Donna De Lory.

madonna-435

Quando o show chegou em Londres, o penteado já era outro, ela optara por cachos nos cabelos, mas o resto continuava igual, sendo a direção de arte entregue a seu irmão Christopher (hoje os dois estão estremecidos depois que ele resolveu contar os bafos dela em livro).

Madonna-image-madonna-36251344-794-453

O set list era um desfile de hits dos anos 80 e os mais recentes; abaixo descrevo alguns dos melhores momentos:

‘Express yourself” – coreografias e ambientações que remetiam ao vídeo da música, inspirado em ‘Metrópolis” (de Fritz Lang), com Madonna, vestida com o lindo maiô rosinha com o busto em formato de cone, cercada de trabalhadores (dançarinos) de macacões e coreografia luxuosa. Madonna já chegava no palco por uma espécie de elevador, desembocando numa enorme escadaria –  o povo ia a loucura:

‘Like a Virgin” – o momento mais polêmico do show, com ela vestindo o icônico figurino do corpete dourado com os peitos em formato de cone, gerando a revolta da igreja católica (o Papa fez tanta pressão que um dos shows na Itália foi cancelado). Simulando uma masturbação à medida que a música ia aumentando o ritmo, ela ia acompanhando até o êxtase final. Madonna nunca esteve tão sexy, se tocando numa cama de veludo vermelho, tendo ao lado dois dançarinos também com cones no peito:

‘Like a prayer” – na parte religiosa do show, Madonna canta uma de suas canções mais emblemáticas, um verdadeiro hino ás diferentes religiões e ainda interpretada na sua versão longa, com ela vestindo uma espécie de batina com crucifixos, num cenário que parece uma igreja, com muitas velas e grandes colunas – simplesmente emocionante.

“Vogue” – cercada de bailarinos produzidos com lindos acessórios de cabeça, Madonna apresentava Vogue pela primeira vez ao vivo com sua exuberante coreografia. Abaixo o vídeo da cena em que a música é utilizada no filme “Truth or Dare” (Na Cama com Madonna).

Falando neste filme, ele é uma espécie de diário da turnê, um ótimo retrato dos bastidores que envolveram a ‘Blond Ambition”, desde os desabafos de Madonna, os relacionamentos com os dançarinos e equipe, os lugares onde se apresentaram, os momentos de relax; o filme é um registro imperdível.

madonna truth

Voltando aos destaques do show:

‘Holiday’ – Madonna entra rodando no palco, vestindo uma roupa bem divertida, com top de bolas pretas e pantalonas, interpretando um de seus maiores clássicos. O público responde de maneira excitada, dançando e se batendo, quase uma histeria coletiva.

“Keep it together” – A música de encerramento mostra Madonna num modelito preto, com detalhes bondage, chapéu coco a la Laranja Mecânica, e toda sua trupe dança com ela utilizando cadeiras de madeira e fazendo lindas acrobacias. Além da música ser um ode à família, aos amigos, contendo um sample de Sly & The Family Stone.

‘Blond Ambition” literalmente parou Londres por um fim de semana, todos os passos da diva eram seguidos pelos fotógrafos, com ela causando por onde passava, até mesmo na hora de fazer sua corrida matinal no Hyde Park ou indo comprar um Pucci na Brown’s (famosa loja que vendia as grifes mais badaladas).

Madonna vestindo Pucci

Madonna vestindo Pucci

A animação, a gritaria, o empurra-empurra, todos queriam ver a diva de mais perto possível e a pista na frente do palco, mesmo chegando cedo, já estava lotada de fãs e admiradores.

O tour-book também era lindo, eu adquiri o meu e tenho guardado como um verdadeiro collector’s item, com fotos incríveis, como esta da capa.

Madonna-Blond-Ambition-Wo-349405

Infelizmente o show nunca foi lançado oficialmente em VHS ou DVD; havia uma ótima edição do show do Japão e uma edição americana, ambas lançadas no então formato Laserdisc (que ficou defasado, apesar da ótima qualidade técnica), mas tudo já fora de catálogo.

Madonna-Blond-Ambition-Ja-427078

madonna-blond-ambition-tour-nice-download-mp3-rar

Madonna nunca saiu do spotlight, tudo que ela faz ainda é bem divulgado pela mídia, mas naquela época era tudo diferente, ela era uma estrela maior que ela própria, um verdadeiro mito do pop.

madonna blond

Jovem, abusada, polêmica, Madonna era disputada por tudo e por todos, os estilistas se degladiavam para vesti-la, pois tudo que ela usava virava moda instantaneamente e todo o mundo ia atrás dela.

madonna blond3

Hoje em dia, este poder que ela tinha, diminuiu bastante, ela continua diva, mas a geração mudou e quem curte Madonna, na maioria, já tem mais de 40 anos.

Suas turnês continuam dando muito dinheiro, a concorrência no mundo pop aumentou bastante (Katy Perry, Rihanna, Beyoncé, Lady Gaga, para citar algumas), a “Rebel Heart” deve dar muito lucro, mas uma coisa é certa: ela nunca conseguirá igualar o show impecável e perfeito que foi a “Blond Ambition”, seu ápice como super estrela da música.

 

   Comentário RSS Pinterest   


1 Comment
  1. O texto começou bem,e terminou mal na minha opinião,a impressão que da é que a única coisa que a Mad fez de bom foi a Blond Ambition e que não é mais nada.Na verdade a maior parte do público da Madonna são de 25 a 35 anos,eu sou fã com 17 e conheço muitos jovens até da minha escola que amam.A verdade é que agora ela está velha e o público só admira os ícones que morreram,e a Madonna está viva,ela é bem sucedida para idade,por isso eu acho que a repercussão é a mesma,ela não pode aparecer com um decote maior que a internet já para por semanas para comentar milhares de comentários em diversos sites sobre o preconceito com a idade,feminismo,machismo etc.Quem repara sabe que tudo que ela faz ainda é tendência,atualmente até a raiz mais escura dela lançou tendência,a pouco tempo era sinal de descuido,agora é moda,porque ela usou, assim como cabelo cumprido,a trança,o florido e diversos looks que ela usou.A concorrência não aumentou com essas cantoras mais jovens,a verdade é que nessa época a mídia puxava o saco da M pra fazer dinheiro pra indústria da música,e é isso que fazem com essas novas artistas,mas hoje em dia com a pirataria e vazamentos não está funcionando,e os artistas de fora estão dominando os EUA,eles estão desesperados para trazer o foco para os artistas de lá,mas não cola.Agora a M é um Ícone,a Rainha do Pop,agora ela está quebrando os tabus do preconceito com a idade e outros.Eu amo essa mulher e tudo que ela faz!Amei o texto,eu sou bem assim,acompanhei toda a Era Rebel Heart,todas as vezes que as canções dela toca nas rádios,vídeo-clips,shows,votação,views etc.Nunca haverá ninguém como Madonna.Até porque na época existia concorrência,e era bem melhor e mais pesada,eram Michael e Janet Jackson,comparavam os lançamentos da Rainha com o Rei,e a irmã dele estourou muito nessa época,concorrência pesada,não se esqueça deles!