Warning: include_once(wp-includes/images/pin.png): failed to open stream: No such file or directory in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: include_once(): Failed opening 'wp-includes/images/pin.png' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/japagirl/public_html/blog/index.php:2) in /home/japagirl/public_html/blog/wp-content/plugins/instagrate-to-wordpress/instagrate-to-wordpress.php on line 48
TODAY’S SOUND: STEVE STRANGE POR ARTHUR MENDES ROCHA – Japa Girl












































































    Landscape in progress 💚Após 3 décadas de cabelo muito longo, finalmente CORTEI!!! Vida nova 2017!!!
Gracias @celsokamuraoficial 💋🌹❤Melhor noite e som absurdo @djfelipevenancio  @djeducorelli @marcelona @melissadepeyre ❤❤❤ @club.jerome #toiletteMrs. JonesWhite Tiger & Black Jaguar 🌹🔫🌹🔫🌹 #gunsnrosesToilette tonight!Come on blood suckers!!!Full bloom #orquideavanda #wandaorchidBoa semana!A lot of work these guys...but I love them!

                
       
















bloglovin



CURRENT MOON

TODAY’S SOUND: STEVE STRANGE POR ARTHUR MENDES ROCHA

Os posts desta semana serão sobre artistas que a música perdeu este ano, figuras que farão falta no universo musical, mas que nos deixam um belo legado sonoro. Hoje começo por Steve Strange, mais conhecido por seu projeto, o Visage, um dos grandes expoentes do synthpop e new wave do final dos anos 70 e início dos 80, ou como Simon Le Bon (do Duran Duran) o denominou: o líder do movimento New Romantic!

steve-strange

Strange foi mais que um artista, ele foi um lançador de tendências, seja na moda, no comportamento, ele influenciou boa parte da geração que frequentou suas festas e dançou sua música nos anos 80; para muitos ele foi um dos que definiu esta época.

steve robin

Tudo começou quando Strange, um jovem que admirava os Sex Pistols, Roxy Music, David Bowie, Kraftwerk, resolveu formar sua banda e fazer festas na noite londrina.

steve strange2

Ele começou fazendo trabalhos como design de arte para Malcom McLaren (o inventor dos Pistols e figura-chave da ascenção do punk) e formou as bandas The Moors Muderers e The Photons (que tiveram entre seus integrantes, Chrissie Hynde, Topper Headon, Vince Ely, entre outros). Ambas não obtiveram sucesso, portanto ele resolve se dedicar a noite, onde começa a fazer festas primeiramente no Billy’s Nightclub no Soho londrino até se mudar para o Blitz.

steve at blitz

Foi com o Blitz que ele realmente começou a ficar conhecido na cena londrina, já que o club era o spot favorito de um novo movimento que ia surgindo na música e na moda, os New Romantics. Foi no Blitz que bandas como o Culture Club e Spandau Ballet tiraram suas inspirações, tanto nas canções como nos visuais.

steve-2

Para se ter uma ideia, Boy George era quem guardava os casacos dos frequentadores do club e foi lá que começou a chamar atenção com suas produções e desde cedo, ele e Steve tinham uma relação de amor-ódio, disputando para ver quem chamava mais atenção.

Steve Strange e Boy george

 

steve e boy

Foi também no Blitz que figuras como Marilyn e toda estética new romantic, com grande influência dandy e andrógina, foi tomando forma.

SSO4

Um dos ídolos desta turma era David Bowie e quando este, em si, foi no club, todos ficaram passados. Inclusive, foi lá que Bowie fez o casting do seu single na época, ‘Ashes to ashes”, quando convidou Strange (e outros frequentadores) para participar do vídeo.

ashkidsdm8

O Blitz originou os chamados Blitz kids, geração de estilistas (como John Galliano), artistas, músicos, designers, que passavam a dominar esta cena na Inglaterra.

Rola a lenda que o club ficou tão disputado que até Mick Jagger foi barrado por Strange, que ficava na porta escolhendo quem podia entrar ou não.

steve strange 3

Voltando à música, quando o Photons terminou, Strange se uniu a Rusty Egan (da banda new wave Rich Kids), Midge Ure e Billy Curie (ambos do Ultravox), e mais Dave Formula, John McGeogh e Barry Adamson (os três da banda Magazine), e formou o Visage. Seu demo, “In the year 2525”, acabou sendo recusado pela gravadora EMI. Abaixo o clipe da música com cenas no Blitz Club:

Até que em 1979, eles assinam com a Radar Records e lançam seu primeiro single, “Tar”:

O single não chamou muito a atenção, enquanto que o segundo foi um estouro, lançando o grupo direto para o top 10 com “Fade to Grey”, até hoje a música com a qual Strange ficou conhecido por sua vida inteira. Esta chegou a ser primeiro lugar em países como a Alemanha.

Agora sim, Strange realizara seu sonho como pop star, aparecendo em capas de revistas, programas de TV, se tornando o símbolo máximo dos new romantics, misturando Kraftwerk, Bowie, eurodisco e sintetizadores.

steve vsage

Seu visual era nada mais que absurdo, pintando o rosto de temas inusitados, seja metade de cada cor ou com desenhos surrealistas, enfim, ele ousava esteticamente o que podia.

steve_strange_HH

O próximo hit do Visage foi com “Mind of a toy”, com direito a coreografias geométricas, figurinos caprichados e muita maquiagem:

Enquanto isso, na noite ele substituía o Blitz pela nova noite, “Club for heroes”, na Baker Street, e logo em seguida pelo Camden Palace, lugar que ajudou a hypar nos anos de 1982 a 84, e que se tornou um clássico da noite londrina durante muitos anos.

Steve-Strange (8)

Celebridades como Freddie Mecury, Billy idol, entre outros, podiam ser vistos frequentando o Camden.

Steve-Strange (7)

Em 1982, eles lançam um novo disco, ‘The Anvil”, outra pérola do synthpop com músicas como a faixa-título. Notem que no clipe abaixo, seu visual está bem mais dark:

No álbum também se destacava ‘The damned don’t cry”:

Porém, com todos os membros envolvidos em outros projetos, ficava difícil conciliar o Visage com a noite no Camden, mais as outras bandas dos envolvidos, como o Ultravox, que vinha fazendo mais sucesso comercial que o próprio Visage.

Steve Strange e Rusty

Assim, cada um vai para o seu lado e o Visage acaba terminando naquele momento. Durante o restante de sua carreira, Strange sempre tentará um retorno ao Visage, mas nunca obtendo o mesmo sucesso do primeiro disco.

steve1

Em 1986, ele tenta mais um projeto, o Strange Cruise, mas que acaba não vingando. Neste período, Strange acaba se viciando em heroína, mas conseguiu se livrar do vício e se tornou DJ em festas badaladas. No início dos anos 90, ele foi host do Double Bass, votado um dos melhores clubs da noite londrina na época.

steve3

Porém, com o final da década, ele teve dois baques: um foi a morte de seu grande amigo, Michael Hutchence (do INXS), e a outra foi quando sua casa pegou fogo. Strange teve um ataque de nervos, foi internado e passou a enfrentar problemas por causa disto. Certa vez ele foi pego roubando um brinquedo dos Teletubbies e foi preso; ele passava a ser figurinha fácil dos tabloides de escândalos.

Steve-Strabge-11

Durante os anos 00, Steve participou de diversos programas da TV inglesa, seja falando de seu passado new romantic ou como membro do reality show, Celebrity Scissorhands. Ele também lançou sua biografia em 2002, “Blitzed”, onde conta vários bafos da noite londrina dos anos 80. No mesmo ano, ele também participa da Here and now tour, turnê que reunia ex-integrantes de bandas de sucesso dos 80’s.

steve-strange (2)

Em 2004, ele tenta uma volta do Visage, desta vez como Visage Mk II, regravando novas versões de seus antigos hits, mas o sucesso não foi o esperado.

steve-strange (3)

Em 2013, ele revive novamente o Visage, com novos integrantes, e lançando o disco ‘Hearts and Knives’, com vários shows pela Europa. Abaixo um vídeo promocional onde ele fala de sua história e influências na ocasião de lançamento do álbum:

No ano passado, ele gravou uma nova versão, desta vez uma versão de “Fade to Grey’ acompanhado de uma orquestra:

No final de sua vida, sua saúde não andava nada bem, ele havia sofrido de dificuldades respiratórias, até que veio a falecer de uma parada cardíaca, em fevereiro deste ano.

steve-strange (4)

Seu enterro reuniu vários de seus amigos e admiradores, entre eles Boy George, que leu um poema em sua homenagem (que pode ser ouvido abaixo), e os integrantes do Spandau Ballet, que o homenagearam em shows e também no filme “Soul Boys of the western world”.

A morte de Steve foi uma grande perda para a cultura pop, pois mesmo não tendo mais o mesmo sucesso, ele será para sempre lembrado como o criador de um importante movimento estético e musical dos anos 80, além de ser uma figura inovadora de uma época que definiu a música pop para os anos seguintes.  

   Comentário RSS Pinterest