Warning: include_once(wp-includes/images/pin.png): failed to open stream: No such file or directory in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: include_once(): Failed opening 'wp-includes/images/pin.png' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/japagirl/public_html/blog/index.php:2) in /home/japagirl/public_html/blog/wp-content/plugins/instagrate-to-wordpress/instagrate-to-wordpress.php on line 48
TODAY’S SOUND: TRILHA DE TWIN PEAKS POR ARTHUR MENDES ROCHA – Japa Girl



























































                
       
















bloglovin



CURRENT MOON

TODAY’S SOUND: TRILHA DE TWIN PEAKS POR ARTHUR MENDES ROCHA

Esta semana, os fãs de Twin Peaks tem uma boa notícia: está sendo lançado em Blu-Ray , todas as temporadas da cultuada série criada por David Lynch (que também dirigiu e supervisionou vários episódios), mais o filme ‘Fire walk with me “ (uma prequel da série).

twin peaks 1

São 90 minutos de material extra, incluindo cenas que nunca foram ao ar ou que foram deletadas, tudo nesta edição chamada de Twin Peaks: the entire mistery”.

twin peaks 2

Um dos grandes atrativo da série é a trilha de Twin Peaks, que consolidou o nome de Angelo Badalamenti como compositor favorito de Lynch e revelou o nome de Julee Cruise.

twin peaks - capa trilha

“Twin Peaks” foi uma série que estreou em 1990, uma concepção de David Lynch, que dirigiu e co-escreveu o primeiro episódio, justamente o que mostra quando é encontrado o corpo de Laura Palmer, a garota mais popular e admirada da pequena cidade americana.

Twin-Peaks3

A série é totalmente surrealista, com ambientações bem no estilo lynchiano, com personagens estranhos, além de sonhos, revelações e muito mais. Na época era a coisa mais bizarra e diferente de tudo que passava na TV.

twin peaks 4

Twin Peaks durou duas temporadas e a primeira foi um sucesso mundial e chegou a ser exibida no Brasil nos anos 90 (dublada e com alguns cortes).

Bem, mas vamos à trilha que é o que iremos falar com mais detalhes.

Ao ouvir pela primeira vez a trilha, imediatamente somos transportados para um mundo de sonhos, uma época não muito bem definida, uma mistura de jazz com música ambiente, um dream-pop com os vocais etéreos de Julee Cruise, mais influências de blues, country, soft rock e film noir.

twin peaks - julee cruise 2

A trilha tem como carro-chefe o tema de Twin Peaks, o Twin Peaks theme, que é a versão instrumental da música “Falling”, lançada anteriormente no disco “Floating in the night”, o trabalho solo de Cruise produzido por Badalamenti e Lynch.

O ‘Twin Peaks Theme” venceu o Grammy como Melhor performance de pop instrumental (derrotando candidatos poulares da época como Kenny G e Phil Collins) e a trilha teve excelente resultado de vendas na época. Abaixo a abertura do seriado com o inesquecível tema:

Badalamenti e Lynch se conheceram quando o compositor foi chamado pelo cineasta enquanto este dirigia o filme “Blue Velvet” (Veludo Azul). Ele precisava de uma música no estilo do This Mortal Coil, mas não tinha verba para os direitos da música e Badalamenti acabou compondo algo similar e bem mais barato, que acabou sendo “Mysteries of Love”.

twin peaks - david e angelo

A música foi a primeira colaboração de Badalamenti-Lynch e uma nova cantora chamada Julee Cruise e que ele, Badalamenti, havia conhecido nos bastidores do musical “The boys in the live country band”, escrito por ele.

twin peeaks - badalamenti at studio

Cruise, que cantou em uma das apresentações, deixou seu cartão com Badalamenti e quando ele lembrou-se de uma cantora com voz suave, cuja sonoridade lembrasse a de um sonho, ele ligou para ela e pediu sugestões.

twin peaks 5

Quando ele ligou, não imaginava utilizar a própria voz de Cruise, já que o que conhecia não se enquadrava no que ele procurava, mas ela o surpreendeu ao cantar com seu vibrato e na maneira suave que desejava. Como disse Badalamenti: ‘It was love at first sound” (foi amor ao primeiro som).

twin peaks folder

Outra música brilhante da trilha é o triste e emocionante ‘Laura Palmer’s theme’ que permeia a série toda vez que se fala em Laura ou se relembra sua morte.

Abaixo, o próprio compositor explica como este tema foi criado, utilizando seu sintetizador, com Lynch explicando toda a ambientação, a floresta escura, a tristeza de Laura, criando assim o ‘mood” da música:

Outra música que se destaca na trilha é a “Audrey’s Dance”, feita para o personagem de Sherilyn Fenn, Audrey, que na cena abaixo escolhe a música em uma jukebox na lancheria que os personagens frequentam:

Mais uma contribuição de Cruise para Twin Peaks é a música “The Nightingale”, música romântica, suave, que embala o romance de alguns personagens:

Cruise fez duas aparições no seriado: no piloto e no segundo episódio, bem como, no filme ‘Fire walk with me” (que descreve o que aconteceu antes da morte de Laura).

twin peaks - julee 1

Seu álbum “Floating in the night” teve três músicas aproveitadas na trilha de Twin Peaks e teve uma sobrevida graças à série.

twin peaks - floating in the night

Outra música sua na trilha é “Into the night”, aqui num vídeo de ‘Industrial Symphony 1: the dream of the brokenhearted” com Cruise cantando pendurada em cabos, sob a direção de Lynch; short film estw também estrelado pelos astros de ‘Wild at heart” (Coração Selvagem) Laura Dern e Nicholas Cage:

A influência jazzística na trilha não é à toa, pois Badalamenti foi criado num ambiente jazzy, pois os amigos de seu irmão faziam sessões no porão de sua casa, incluindo o músico Herbie Mann, daí a influência de xilofone e estalar de dedos em músicas como “Freshly Squeezed”:

 

Quando ele compôs a trilha, ele já o fez pensando em cada personagem e gravando diversas variações instrumentais que foram sendo acrescentadas na série; tanto é que existe uma compilação com músicas intitulada ‘Twin Peaks music: season 2 music and more”.

twin peaks - capa trilha 2

A colaboração Lynch-Badalamenti vem dando certo desde ‘Blue Velvet”, pois os dois já colaboraram em vários filmes do diretor como “Wild at heart”, “Lost Highway”, ‘Mullholand drive”, entre outros.

Como define Badalamenti: ele e Lynch têm uma linda parceria, Lynch explica para ele o que deseja, descrevendo tudo visualmente e criando o “mood” de cada cena; e ele, Badalamenti, improvisa em cima.

twin peaks - david e angelo 2

A influência da trilha de Twin Peaks foi bem forte, inspirando desde Moby (com a música “Go”), passando por Massive Attack, Anthrax e hoje em dia, pode ser ouvida em algumas músicas de Lana Del Rey.

 

   Comentário RSS Pinterest