Paixão de lobinho, Tiguelitos ❤️Meu amor Tigre e a roseira roxa. Bom dia, boa semana!
Olha @junmatsui já abriu!!!Blood Moon#Orquídea #DendrobiumNymphea blossom...Cherry blossoms over lake 🌸🌸🌸Viva o sábado de sol!!!
#Orquídea #Miltônia primeira floração comigo 🙅 Primavera chegou!Bom dia! Boa semana!!!Nada como voltar pra casa e me deparar com a explosão das #orquídeas #DendrobiumNobile ! Primavera chegando...Getty Villa é uma réplica exata do  Palácio dos Papiros, escavado das cinzas em Pompéia...

                
       





















bloglovin



CURRENT MOON

OS ANJOS CAÍDOS DE PARIS POR IKO OURO PRETO

Quem é atraído até o cemitéro parisiense do Père-Lachaise durante as tarde de outono tem a sombria sensação ter chegado atrasado para um grande acontecimento. As esculturas de anjos caídos, senhores deitados, damas clássicas e mártires parecem cochicar entre os muitos jazigos que ostentam datas do século retrasado. Durante um passeio entre uma sepultura e outra, Japa trocava de roupa e posava para as lentes de seu grande amigo Iko Ouro Preto, que captaram muito além das obras de arte corroídas pelo tempo.

Aqui, as excentricidades de Oscar Wilde não incomodam mais a elite, a voz de Piaf não é mais audível, os costumes não provocam críticas de Molière e, por um sarcasmo do acaso, em vez de prostitutas, Victor Hugo agora descansa bem perto da rainha Carolina Bonaparte. Talvez a última e constante piada para Comte, Camus e tantas outras personalidades que compõem um dos poucos cemitérios onde os visitantes geralmente circulam sorridentes.

Em poucas horas, a luz acinzentada, os musgos encrostados em túmulos anônimos, as folhas secas nas alamedas de paralelepípedo e o silêncio absoluto  se misturam, transformando o lugar num cenário que mais parece pastel em tela. O Père Lachaise traz uma tranquilidade muito mais profunda do que os parques franceses: ele aproxima nomes de artistas, filósofos e escritores a indigentes num ambiente neoclássico de Brongniart; o peso da história trazido à luz pelo padre Lachaise, confessor do rei Luís XIV, em maio de 1804.
Japa veste:

Legging acetinado – Gloria Coelho

Capa morcego de couro – Neon

Sapato – Pedro Lourenço
Japa veste:

Vestido couro – Pedro Lourenço
Legging cetim – Gloria Coelho
Sapato – Gloria Coelho

Japa veste:

Camisa – Gloria Coelho

Saia – Superonic


Japa veste:

Blusa renda – Gloria Coelho

Pulseira cobra – Kenneth Lane
Japa veste:

Casaco veludo e couro - Pedro Lourenço

Máscara – Reinaldo Lourenço

Japa veste:
Camisa de seda – D’Arouche

Japa veste:

Saia de couro – Pedro Lourenço

Blusa – Forum

   Comentário RSS   


4 Comments
  1. Incrivel!!!….Absurdo de bonito…vc lindissima…tudo perfeito!…<3

  2. Que atmosfera né rainha, pena que quando estive só conheci o cimetière du Montparnasse, adoraria ter conhecido outros…
    Bjks