Warning: include_once(wp-includes/images/pin.png): failed to open stream: No such file or directory in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: include_once(): Failed opening 'wp-includes/images/pin.png' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/japagirl/public_html/blog/index.php:2) in /home/japagirl/public_html/blog/wp-content/plugins/instagrate-to-wordpress/instagrate-to-wordpress.php on line 48
TODAY’S SOUND: MIKHAIL BARYSHNIKOV POR ARTHUR MENDES ROCHA – Japa Girl












































































    Hoje!!!
#climatestrikeLunatic Magic Beware...🦇 Theophile-Alexandre Steinlen “Chat au Clair de Lune”, c 1900Greve Global pelo clima - São Paulo, 20.9.2019! É de suma importância que todos participem dessa greve global. Acontece que a Amazônia, o Pantanal e o Cerrado, continuam queimando, numa destruição avassaladora, apesar da pressão feita até agora. Além disso, incêndios se espalham por diversos cantos do mundo, como Sibéria, Indonésia e o continente africano. Não podemos relaxar, enquanto mudanças significativas sejam aplicadas de fato.Emocionante! Nunca vi passeata igual, com tanta gente. Acordamos. Graças à Deus e Deusa. Não podemos mais permitir que isso aconteça as Florestas e aos Animais. Fora demônio #forasalles #sosamazoniaPor favor assistam!Gigante pela própria natureza e pela própria ignorância 🇧🇷Precisamos ir para a rua protestar urgente!!! Profundamente abalada com a destruição de lugares sagrados, lugares que sustentam a Vida neste planeta! Todos vão sofrer as consequências desse desmatamento e queimadas! Árvores de 500 anos já eram! Estão encontrando animais queimados, jamais estudados ou conhecidos pelo homem! Estamos sentenciando nossa existência. #prayfortheamazonÉ com profundo pesar, estão cortando uma pequena floresta de no mínimo 70 anos, que cresceu numa casa desocupada. Ainda que haja autorização da PMSP e compensação em outro local, como fica o entorno? Quem irá compensar os morcegos e periquitos que moram nessas árvores?Unforgetable veggie lunch exxxperience!
Thank you so much @saporebrasil @pietroleemann @lideresempreendedores 
Risoto com aspargos verdes e abóbora, contraste de mousse de couve-flor defumada e arroz silvestre crocante.Happy Sunday!
Plantio de mais de 320 árvores nativas da nossa Mata Atlântica para #florestadebolso de Ricardo Cardim. @fabricadearvores 😉

                
       
















bloglovin



CURRENT MOON

TODAY’S SOUND: MIKHAIL BARYSHNIKOV POR ARTHUR MENDES ROCHA

Encerrando nossos posts de alguns dos bailarinos mais incríveis do mundo da dança, hoje falaremos de um que ainda é vivo e bem famoso, pois também é ator: Mikhail Baryshnikov!

Mikhail-Baryshnikov-by-Mark-Seliger-600x485

Baryshnikov também desertou da União Soviética para ter mais liberdade e dançar com os mais diferentes e inovadores coreógrafos e buscar o seu sonho de dançar para as plateias de todo o mundo.

Até Hollywood se rendeu aos seus talentos, tendo ele até concorrido a um Oscar, bem como ao Globo de Ouro e ao Emmy.

Mikhail-Baryshnikov_Brilliant-Ballet-Dancer_HD_768x432-16x9

Baryshnikov (ou também conhecido pelo seu apelido, Misha) nasceu em Riga, Latvnia, em 1948, tendo começado a estudar balé aos nove anos, ingressando na Vaganova Academy, em Leningrado (hoje São Petersburgo).

A Vaganova Academy era a escola de treinamento do Kirov Ballet (hoje o Mariinsky) tendo como mestre Alexander Pushkin (que já havia treinado Nureyev).

mikhail3

Ao vencer a Competição Internacional de Balé do Varna, em 1966, ele ingressa no Kirov como solista, sem a necessidade do aprendizado no corpo de baile. Um de seus primeiro balés foi dançar o pas de deux em “Giselle”.

mikhail-baryshnikov

Mesmo baixinho e não conseguindo ficar da altura de algumas bailarinas, Misha não desistiu, treinando exaustivamente até adquirir a técnica necessária e se tornar um dos melhores do mundo.

mikhail dancing

Ele era agora o “premier danseur noble” da Cia, dançando balés, cujas coreografias haviam sido feitas especialmente para ele, como ‘Gorianka” (1968) e “Vestris” (1969), este último coreografado por Leonid Jakobson.

Mikhail NureyevandBaryshnikovJuly1986Pierre

Em 1974, quando estava em turnê com o Kirov no Canadá, Baryshnikov pediu asilo político em Toronto e juntou-se ao Royal Winnipeg Ballet, repetindo o eu seu colega Nureyev havia feito alguns anos antes.

mikhail-baryshnikov (1)

Em ambos os casos, os bailarinos não estavam virando as costas para suas origens e sim buscando a liberdade artística que na Rússia não existia. Como Baryshnikov mesmo afirmou: “Eu sou um individualista e isto lá é um crime”.

MIKHAIL-BARYSHNIKOV-IN-“LE-JEUNE-HOMME-ET-LA-MORT”-by-Max-Waldman-1975

Além disso, ele começava a considerar o repertório do Kirov limitado e antiquado, ele queria poder dançar novas e modernas coreografias.

Mikhail Baryshnikov

Assim, o grande sonho dele era ir para os EUA, especialmente em NY, onde haviam muitos ótimos coreógrafos e várias companhias de dança, e foi o que fez; indo trabalhar com o American Ballet Theatre (ABT), onde ficou de 1974 a 1978.

mikhail-arthur-elgort-theredlist

No ABT ele foi o bailarino principal, dançando vários balés com a bailarina Gelsey Kirkland.

mikhail-dance

Ele também dançou com um de seus grandes ídolos, George Balanchine, no New York City Ballet, bem como em várias cias importantes como o Royal Ballet. Um dos destaques era o balé “Don Quixote”:

Apesar de Balanchine (ou também conhecido por Mr. B) não aceitar artistas convidados e ter se recusado a trabalhar com Nureyev, ele acabou por treinar Baryshnikov com seu estilo próprio. Com ele, Misha se destacou com papéis em ‘Apollo” (no vídeo abaixo), “The Prodigal Son” e “Rubies”.

Entre os balés criados especialmente para ele estavam “Opus 19: The Dreamer” (1979) de Jerome Robbins, ‘Rhapsody” (1980) de Frederick Ashton e “Other Dances” também de Robbins, ao lado de Natalia Makarova.

Ele acabou por estrear no cinema no filme “The Turning Poin” (Momento de Decisão), lançado em 1977, contracenando com Shirley MacLaine e Anne Bancroft, sendo indicado para o Oscar de melhor ator coadjuvante.

mikhail4

A própria MacLaine apresentou um documentário em homenagem a Misha intitulado “The Dancer and the Dance”, onde o vemos ensaiar, dar depoimentos, falar de sua vida de bailarino:

Em 1977, ele também teve um balé seu, “The Nutcracker”, transmitido pelo CBS americana e que acabou se tornando um dos balés mais reprisados do Natal americano, bem como tendo sido lançado em DVD, vendendo muitas unidades:

Em 1980, ele volta a trabalhar com o ABT, onde havia sido convidado para ser o diretor artístico e fica nesta função por dez anos, treinando e descobrindo novos talentos da dança.

mikhail2

No mesmo ano, ele aparece em mais um especial de TV, “Baryshnikov on Broadway”, onde contracena com Liza Minelli em um medley de várias danças:

E também dançando “One”, o famoso número final do musical “A Chorus Line”:

Em sua vida pessoal, Misha se envolveu com a atriz Jessica Lange, com a qual teve uma filha, Aleksandra Baryshnikova, e hoje vive com a bailarina Lisa Rinehart.

mikhail and jessica

Ele também se apresentou em vários especiais do American Ballet como “Live from Lincoln Center” e “Great Performances”, dançando músicas como as de Sinatra com coreografia de Twyla Tharp:

mikhail1

Em 1985, Hollywood o chama novamente, desta vez para estrear no filme “White Nights” ( O Sol da Meia-Noite), ao lado de Isabella Rosselini e Gregory Hines, ótimo dançarino americano com o qual ele dança em uma das sequências mais famosas do filme:

Após se tornar cidadão americano, Bayshnikov trabalhou de 1990 a 2002 como diretor artístico do White Oak Dance Project, instituição co-fundada com o dançarino Mark Morris e destinada a criar trabalhos para dançarinos mais velhos.

mikail Baryshnikov_Morris.jpg-850x1024

Na TV, ele também teve muita popularidade estreando na série “Sex & the City”, no papel de um dos namorados de Carrie Bradshaw (Sarah Jessica Parker).

Em 2005, ele cria o Baryshnikov Arts Center, fundação e um complexo de artes para abrigar aulas, ensaios, peças e atividades de dança, música, teatro e mais.

Mikhail Baryshnikov2

Em 2012, ele estrelou a peça “Paris”, apresentada no Lincoln Center Festival.

Mikhail Baryshnikov paris

Este ano, Misha se apresentou em São Paulo com uma peça de Robert Wilson, “The Old woman” (A velha), contracenando com Willem Dafoe, com todos os ingressos esgotados.

mikail The-Old-Woman-011

Agora em Londres, Misha irá mostrar outra faceta de seu talento: a de fotógrafo. Ele realizará a exposição “Dancing Away”, dentro da semana de arte russa, onde mostra trabalhos como este abaixo, dando sua visão do mundo da dança de alguém que está dentro disso, que vive isto diariamente.

mikhail photography

   Comentário RSS Pinterest