#Orqu铆dea #DendrobiumNymphea blossom...Cherry blossoms over lake 馃尭馃尭馃尭Viva o s谩bado de sol!!!
#Orqu铆dea #Milt么nia primeira flora莽茫o comigo 馃檯 Primavera chegou!Bom dia! Boa semana!!!Nada como voltar pra casa e me deparar com a explos茫o das #orqu铆deas #DendrobiumNobile ! Primavera chegando...Getty Villa 茅 uma r茅plica exata do  Pal谩cio dos Papiros, escavado das cinzas em Pomp茅ia...Mummy portrait of a woman Romano-egyptian A.D. 100-110Boa segunda! Boa semana!

                
       





















bloglovin



CURRENT MOON

Posts Tagged ‘brasil’

Today’s Sound: Ney Matogrosso por Arthur Mendes Rocha

Ney Matogrosso 茅 o que podemos chamar de um showman nacional: ele canta muito bem, dan莽a聽 e tem uma incr铆vel performance no palco.

Ney foi um dos primeiros artistas nacionais a se 鈥榤ontar鈥 para um show, j谩 que a banda com a qual ele estourou, 鈥楽ecos e Molhados鈥, era pura performance teatral.

Ele sempre teve interesse pelo teatro e decidiu primeiro ser ator, mas antes chegou at茅 a trabalhar na Aeron谩utica.

Ney 茅 natural de Bela Vista, Mato Grosso do Sul, mas mudou-se em 1966 para o Rio, atr谩s de melhores oportunidades na 谩rea art铆stica.

Ele cantava esporadicamente e at茅 chegou a participar de festivais da can莽茫o em sua cidade natal.

Em 1971, ele se muda para S茫o Paulo, que 茅 onde ele conhece Jo茫o Ricardo, o mentor do grupo Secos e Molhados, que estava a procura de um vocalista para sua banda.

Ney gravou dois discos com o Secos e Molhados, ambos auto-intitulados: o primeiro foi lan莽ado em 1973 e tornou-se um cl谩ssico imediato e o segundo de 1974.

Cada apari莽茫o de Ney e os Secos eram marcantes: seu visual com a cara pintada de branco e preto, o figurino extravagante, eles eram diferentes de tudo que rolava na 茅poca, sua ousadia chegava a chocar a sociedade.

Ney apresentava-se rebolando, com mil trejeitos, a voz fina, sem camisa, sempre com modelitos absurdos, sua figura era 煤nica.

O primeiro disco teve alguns sucessos como 鈥淩osa de Hiroshima鈥, 鈥淪angue Latino鈥, 鈥極 Vira鈥 e 鈥楶atr茫o nosso de cada dia鈥, al茅m da ic么nica capa com as cabe莽as deles em uma mesa.

Em 2009, tive a oportunidade de entrevistar Ney para o relan莽amento remasterizado do primeiro 谩lbum dos Secos e Molhados e me impressionei com sua simpatia, clareza, algu茅m que viveu com intensidade cada momento daquela aventura art铆stica que foram os Secos.

O segundo disco n茫o teve o mesmo 锚xito do primeiro, mas teve bons momentos como 鈥淔lores astrais鈥

Musicalmente, Os Secos estavam 脿 frente de tudo, eles eram como se o glam rock tivesse desembarcado no Brasil com toda aquela sonoridade e visual adaptados para nosso ambiente tropical.

Em 1974, ele sai do grupo e se lan莽a em carreira solo com o disco 鈥樏gua do C茅u-P谩ssaro鈥 , no qual ele mant茅m muito do visual extravagante dos Secos, com figurino de pelos de animais, colares e pulseiras de dentes e um repert贸rio que misturava vanguarda com sons da natureza.

Neste disco se destacava 鈥極 homem de Neanderthal鈥 e 鈥楢m茅rica do Sul鈥, que ganhou um clipe no Fant谩stico, com Ney mega produzido como um guerreiro selvagem, como vemos abaixo:

O disco n茫o teve boa vendagem, por ser considerado extravagante demais.

Em 1976, ele lan莽a 鈥淏andido鈥 e finalmente tem o reconhecimento da cr铆tica, interpretando grandes compositores nacionais como Rita Lee, que dedica 谩 ele 鈥淏andido Coraz贸n鈥:

O show de lan莽amento do disco tamb茅m se chamava 鈥淏andido鈥 e Ney continuava escandalizando todos com seu visual e performance.

Em 1978, ele lan莽a 鈥淔eiti莽o鈥, 谩lbum que tinha como principal hit 鈥淣茫o existe pecado ao sul do Equador鈥, tema da novela Pecado Rasgado e com forte influ锚ncia da disco music. O clipe abaixo 茅 hil谩rio, pois o trapalh茫o Didi tenta imitar o figurino leather e os trejeitos de Ney:

鈥淣a d茅cada de 80, Ney e sua androginia continuam provocando o regime militar vigente no Brasil, mas mesmo assim ele se destaca, lan莽ando v谩rios discos, fazendo shows e emplacando v谩rios hits como:聽 鈥淗omem com H鈥, 鈥楩olia no Matagal鈥, 鈥楶ro dia nascer feliz鈥, 鈥淰ereda Tropical鈥, 鈥楽eu Tipo鈥, 鈥楶or debaixo dos panos鈥 e muitos outros.

Na d茅cada de 90, com um visual mais comportado, Ney opta por gravar um repert贸rio mais adulto, regravando cl谩ssicos da MPB, dedicando um disco somente com can莽玫es de Chico Buarque(鈥楿m Brasileiro鈥 de 1996).

Ele faz shows pelo Brasil a fora e at茅 mesmo na Europa em festivais como Montreux.

Ney tamb茅m faz ilumina莽茫o para shows, tendo feito para聽 artistas como Cazuza, Chico Buarque, entre outros.

Nos anos 2000, ele continua sua proposta de regravar cl谩ssicos da MPB, dedicando dois discos 脿 obra de Cartola e o 谩lbum 鈥楤atuque鈥 (de 2001), no qual prioriza m煤sicas de Carmem Miranda e cujo show teve figurino assinado por Ocimar Versolato.

Em 2008, toda sua obra 茅 relan莽ada em CD, numa caixa chamada 鈥楥amale茫o鈥 e Ney volta a se apresentar com figurinos extravagantes, como no in铆cio de carreira.

Em 2009, ele participa do filme 鈥楲uz nas trevas鈥, uma continua莽茫o do cl谩ssico do cinema nacional 鈥極 bandido da luz vermelha鈥 e neste ano ele participa de outro filme 鈥淕osto de Fel鈥.

Seu trabalho mais recente 茅 鈥楤eijo Bandido鈥, com regrava莽玫es e algumas m煤sicas in茅ditas.

Neste ano est谩 rolando uma exposi莽茫o com v谩rios figurinos que Ney cedeu ao SENAC: 鈥楢 C谩psula do tempo: identidade e ruptura do vestir de Ney Matogrosso鈥, que fica em cartaz at茅 dezembro e mostra v谩rias roupas que marcaram a carreira de Ney.

Ney nunca deixou de mostrar ao povo brasileiro toda a naturalidade de um artista que acredita no seu trabalho. Doa a quem doer, ele 茅 um artista aut锚ntico e mostrou, com o passar dos anos, que 茅 muito mais que apenas um artista exc锚ntrico: sua voz e seu talento falam por si s贸.

   Coment谩rio RSS   
 

Ray Ban 75: Meet the Legends

Fotos: Bete Miguez

A Ray Ban comemora 75 anos de exist锚ncia. Para celebrar no Brasil a marca preparou

um livro, uma s茅rie de v铆deos e eventos.

Veja como foi a festa no espa莽o Absolut Inn em S茫o Paulo.

   Coment谩rio RSS   
Leia Mais...
 

Monstro Belo Monte

O planeta se aquecendo, os p贸los degelando, o mundo com olhos grandes para o ainda verde Brasil e Belo Monte sendo constru铆da, a floresta sendo desmatada e os problemas sociais na regi茫o se multiplicando.

A constru莽茫o da destrui莽茫o.

Contram茫o das necessidades do s茅culo XXI.

Que o Brasil precisa de mais energia para o seu pleno desenvolvimento 茅 uma verdade absoluta, por茅m, este tamanho de hidrel茅trica 茅 s铆mbolo de uma vis茫o de desenvolvimento defasada.

Um engano gigante 茅 afirmar que聽 energia das hidrel茅tricas 茅 limpa , porque, al茅m dos desmatamentos, o pr贸prio lago podre gera uma quantidade imensa de gases ultrapoderosos sob o ponto de vista do aquecimento global.

Belo Monte n茫o agrega novas tecnologias, n茫o embica o pa铆s para o futuro.

脡 uma obra de cimento e a莽o, t铆pica do s茅culo que passou.

Al茅m de antiga, Belo Monte 聽vai operar com um alto n铆vel de inefici锚ncia.

Belo Monte carrega o futuro status da terceira maior hidrel茅trica do mundo, ficando atr谩s de 3 gargantas na China e Itaipu (Brasil-Paraguai).

Teria uma capacidade instalada de 11 mil MW de energia, mas, devido 脿 sazonalidade do rio Xingu, este volume s贸 seria produzido durante quatro meses ao ano.

A energia firme (m茅dia anual da energia a ser produzida ) seria de apenas 4,5 mil MW, cerca de 40% de sua pot锚ncia (em setembro, quando a seca do rio atinge seu auge, a energia produzida n茫o passaria de 1,8 mil MW, por exemplo).

Isso qualifica a hidrel茅trica como um dos projetos com menor efici锚ncia energ茅tica do mundo.

Longe dos principais mercados consumidores do pa铆s, a energia gerada em Belo Monte ter谩 de ser enviada 脿s regi玫es Sul e Sudeste do Brasil, produzindo enormes perdas.

Para quem servir谩 esta energia toda?

Principalmente para as mineradoras que enviar茫o metais para a China.

Este 茅 o maior e trilhard谩rio interesse.

O foco federal e o temor estendido dos ambientalistas 茅 que Belo Monte, abrir谩 as compotas do projeto chamado 鈥淐omplexo Tapaj贸s鈥 que pretende construir cinco hidrel茅tricas no leito do rio paraense, em terras ind铆genas e com a parceria das vorazes mineradoras.

O Ecoc铆nio j谩 foi iniciado.

Recheada de irregularidades e pol锚micas Belo Monte 茅 uma聽 lenda que come莽ou em 1975.

Em 1988 protestos violentos a fizeram adormecer, por茅m na d茅cada de 90 virou a principal obra do Programa de Acelera莽茫o do Crescimento (PAC), sendo alvo de protestos nacionais e internacionais.

Ap贸s v铆deo incluindo v谩rios artistas globais, envolvimento do diretor de Avatar James Cameron, Movimento Gota d’脕gua e Xingu Vivo,聽 que renderam um milh茫o de assinaturas, a obra n茫o foi parada.

O governo recebeu o documento e o arquivou, mesmo tendo sido o tema recordista entre as cartas recebidas pelo pal谩cio do Planalto.

Quanto a sua licen莽a, os t茅cnicos do IBAMA vedaram o projeto alegando a falta de conhecimento das conseq眉锚ncias ambientais e sociais da Usina.

No dia seguinte o presidente do IBAMA assinou a licen莽a apagando o laudo anterior. S茫o incont谩veis os presidentes do IBAMA que ca铆ram no decorrer deste processo.

Ao conceder a licen莽a pr茅via ao empreendimento em fevereiro de 2010, o Ibama definiu 40 e a Funai 26 condicionantes (ajustes no projeto em fun莽茫o de problemas ambientais e sociais n茫o resolvidos) a serem cumpridas pelo poder p煤blico e pelos empreendedores antes e depois do leil茫o.

At茅 outubro de 2010, nove condicionantes do Ibama n茫o foram realizadas, duas foram realizadas parcialmente e sobre as demais n茫o h谩 informa莽玫es.

Sobre as condicionantes da Funai, que prev锚em a莽玫es como demarca莽茫o de Terras Ind铆genas e retirada de n茫o-铆ndios das 谩reas demarcadas, entre outros, 14 n茫o foram realizadas e duas foram realizadas.

Relocar os ribeirinhos, quilombolas e isolar as comunidades ind铆genas n茫o s茫o solu莽茫o digna.

Os verdadeiros defensores das florestas s茫o os povos nativos que, historicamente, j谩 foram bastante massacrados.

Atualmente, o Brasil est谩 numa situa莽茫o constrangedora perante a ONU por conta da RPU (Revis茫o Peri贸dica Universal), que alega uma s茅rie de viola莽玫es dos Direitos Humanos em Belo Monte.

Outras viola莽玫es seguem rio abaixo.

脥ndio 茅 contido pela tropa de choque da pol铆cia durante reintegra莽茫o de posse na comunidade Lagoa Azul 2, localizada na altura do km 11 da rodovia AM-010 (Manaus-Itacoatiara), no Amazonas.

O or莽amento de Belo Monte estava estimado em R$ 16 bilh玫es e o custo do canteiro de obras era o equivalente a 4% desse montante (R$ 640 milh玫es).

Por um erro b谩sico de calculo o canteiro subiu para espantosos R$ 2,85 bilh玫es.

Ou seja, o valor inicial para constru莽茫o do canteiro de obras aumentou mais de quatro vezes.

Comparativamente, 茅 como se uma casa com custo de constru莽茫o de R$ 64 mil passasse para R$ 285 mil sem se alterar o projeto.

Quem paga as contas astron么micas somos n贸s.

Este 茅 o p茅ssimo comecinho da obra bilion谩ria.

O Cons贸rcio Construtor Belo Monte Norte Energia, ainda n茫o pagou 脿 prefeitura de Altamira o Imposto Sobre Servi莽o (ISS) das obras da usina 鈥 e, segundo a administra莽茫o p煤blica da cidade, n茫o quer pagar.

Outro desrespeito gerou a greve dos trabalhadores da Usina, em novembro de 2011, alegando quest玫es como qualidade da comida, do intervalo entre as folgas para visitar suas fam铆lias e baixos sal谩rios (R$ 900) no alto custo da cidade, que fica cada dia mais cara.

Os alugu茅is triplicaram e o kilo do feij茫o j谩 chega em R$ 6,00.

A Norte Energia, cons贸rcio encarregado da obra, resolveu o conflito de forma pr谩tica.

Demiss茫o em massa dos grevistas.

Vale dizer que por falta de cuidados com os trabalhadores, um funcion谩rio morreu com a queda de uma 谩rvore.

Birra da Floresta.

As maiores quest玫es ambientais de Belo Monte, bem resumidamente pode-se dizer:

  • Inunda莽茫o constante, hoje sazonal, dos igarap茅s Altamira e Amb茅, que cortam a cidade de Altamira, e parte da 谩rea rural de Vit贸ria do Xingu. Alagando as ra铆zes a remanesc锚ncia da floresta, apodrecendo a 谩gua, matando milhares de esp茅cies.
  • A pesca fica comprometida, tanto pela qualidade das 谩guas, como pelo espa莽amento dos peixes, dificultando a ca莽a de subsist锚ncia dos ind铆genas e ribeirinhos.
  • Redu莽茫o da vaz茫o da 谩gua do rio na Volta Grande do Xingu e interrup莽茫o do transporte fluvial at茅 o Rio Bacaj谩, 煤nico acesso para comunidades ribeirinhas e ind铆genas.
  • Remanejamento de mais de 20 mil fam铆lias de moradores da periferia de Altamira e da 谩rea rural de Vit贸ria do Xingu, e de impacto em cerca de 350 fam铆lias ribeirinhas que vivem em reservas extrativistas.
  • Altera莽茫o do regime do rio sobre os meios bi贸tico e socioecon么mico, com redu莽茫o do fluxo da 谩gua.

Os impactos sociais tamb茅m s茫o alarmantes:

H谩 poucos meses, Altamira era uma cidade de 100 mil habitantes entre o rio Xingu e a Transamaz么nica, com apenas um sem谩foro, 17 mil carros e um monte de problemas.

Em menos de um ano, ganhou far贸is inteligentes, guardas de tr芒nsito, helic贸ptero, tr谩fego ca贸tico de 30 mil ve铆culos, 45 mil novos moradores e outro monte de problemas.

Na cidade, a vida segue sem saneamento b谩sico, a educa莽茫o 茅 prec谩ria, 谩gua limpa 茅 para poucos, o sistema de sa煤de funciona mal para todos… H谩 um descompasso not贸rio entre o ritmo da constru莽茫o da usina e a lentid茫o em atender 脿s demandas urbanas.

O lixo, o tr谩fico de drogas e a prostitui莽茫o aumentados em abund芒ncia 茅 sinal antropol贸gico de uma cidade inflando sem responsabilidade e planejamento.

O professor doutor em ecologia, Hermes Fons锚ca Medeiros, defende que a obra geraria milhares de empregos, mas, ao final dela, restariam apenas 900 postos de trabalho, o que levaria a popula莽茫o que se instalou na regi茫o ao envolvimento com o desmatamento e tr谩fico de animais, pois n茫o h谩 voca莽玫es econ么micas desenvolvidas na regi茫o.

A hidrel茅trica ir谩, segundo ele, atingir谩 30 terras ind铆genas e 12 unidades de conserva莽茫o.


Esta demanda de desenvolvimento, gera莽茫o de empregos e atra莽茫o de investimentos para a regi茫o confronta com o j谩 existente estilo de vida vi谩vel e sustent谩vel dos habitantes da regi茫o, baseado em sistemas agroflorestais e na explora莽茫o parcimoniosa de recursos naturais.

O ex-ministro da Agricultura e coordenador do Centro de Agroneg贸cio da Escola de Economia de S茫o Paulo da Funda莽茫o Get煤lio Vargas (FGV), Roberto Rodrigues, defende que o Brasil desperdi莽a, anualmente, o equivalente a tr锚s usinas de Belo Monte ao n茫o utilizar o baga莽o e a palha da cana-de-a莽煤car.

Um exemplo de desenvolvimento poss铆vel foi dado em maio deste ano na Alemanha, que bateu o recorde mundial de 22 gigawatts de energia solar por hora.

Os subs铆dios governamentais para energia renov谩vel ajudaram este pa铆s a se tornar l铆der mundial, somando 20% da energia do pa铆s聽 fotovoltaica.

A Alemanha pretende diminuir suas emiss玫es de gases de efeito estufa em 40%, em rela莽茫o aos n铆veis de 1990 at茅 2020.

Olhem para o c茅u.

Vamos pegar os recursos de cima (vento, sol, res铆duos org芒nicos) e n茫o para baixo (谩gua, petr贸leo, carv茫o).

Imagine estes聽 R$ 16 ou talvez 30 bilh玫es, 聽investidos em Belo Monte, revertidos em manuten莽茫o da rede el茅trica, pequenas usinas hidrel茅tricas, energia e贸lica no escasso sert茫o nordestino, energia solar em grande escala, biomassa…id茅ias e solu莽玫es existem e precisam de investimento.

Os interesses dos senhores feudais do nosso pa铆s que impedem um crescimento sustent谩vel e contempor芒neo.

Como ajudar:

http://xinguvivo.org.br

   Coment谩rio RSS