Vixxxen!Orquídea Catleya #6 bombani seus 4 botões! #orquídea #catleya  Bom dia!Orquídea chocolate#1 Bom dia! Boa semana!The best #Tiramisú ever!Orquídea Catleya #5 e orquídea Oncidium #1 (Chuva de Ouro). Primeira floração na árvore!Always the best @hrchcvtch ❤️ #spfw #alexandreherchcovitchOncinha foi beber água! Bom dia! #GatinhaPantufaOrquídea Catleya #4 Most beautiful pink! Bom dia, bom fds! #nofilter #orchids #catleyaFeliz aniversário @marcelinhaandrade @djfelipevenancio#orchids #denphal #thnxgoditsfriday

                
       



















bloglovin



CURRENT MOON

Posts Tagged ‘moda’

TODAY’S SOUND: VERUSCHKA POR ARTHUR MENDES ROCHA

Veruschka é o nome que tornou mundialmente famosa Vera Grafin Von Lehndorff-Steinort, a super modelo que virou um ícone da década de 60, indo até parar num filme de Antonioni.

veruschka-foto-1a

Veruschka nasceu na Alemanha, na antiga Prússia Oriental, seu pai era conde e também membro da resistência nazista, tendo sido executado quando o golpe para eliminar Hitler falhou.

veruschka-1

Sua infância e adolescência foram difíceis depois deste ocorrido, pois sua família foi enviada para campos de trabalhos forçados e ela teve que mudar várias vezes de países e escolas, não fixando residência em lugar nenhum.

VERUSCHKA2

Veruschka sempre teve paixão pelas artes e quando resolveu estudar em Florença, acabou sendo descoberta pelo fotógrafo Ugo Mulas e apresentada a agência Dorian Leigh, baseada em Paris.

A agência Dorian Leigh trocava modelos com a Ford Models, pertencente à Eileen Ford, que ao conhecer Veruschka comentou: “Nós gostamos de loiras altas na América”.

veruschka3

Esta foi a deixa para que ela mudasse para NY e onde foi apresentada pela colega Denise Sarrault para os melhores fotógrafos e fosse sendo criada a persona de Veruschka, uma modelo exótica, alemã, envolta em um ar misterioso.

O look de Veruschka já impressiona logo de cara, pois ela tem mais de 1.80 de altura, além de magra, cabelos loiros volumosos e uma boca de lábios carnudos, não tendo pudores em pousar nua, esta combinação a tornou uma sensação mundial.

veruschka4

Vale lembrar que na época que Veruschka surgiu, a moda e as modelos eram mais clássicas, não havia muita ousadia nos visuais, isto só veio acontecer mesmo com o surgimento de estilistas mais vanguardistas.

veruschka5

Ela passou a ser requisitada para os melhores editoriais, aqueles que exigiam uma conexão perfeita entre modelo e cenário natural, viajando pelos mais diferentes e exóticos lugares, além de uma proposta mais conceitual.

veruschka6

Ela gostava de participar da concepção artística de cada trabalho, opinando, dando ideias.

Veruschka dominou durante muito tempo as capas e editoriais das revistas Vogue, para a qual clicou 13 capas, e Harper’s Bazaar, além da revista Life.

veruschka-life-cover

15

veruschka-vogue-cover-3

veruschka-vogue-cover-2

Seu corpo era o cabide perfeito para as criações dos estilistas da época, seja Pucci, Dior, Valentino, Yves Saint Laurent, Corréges e até mesmo um de seus preferidos, Giorgio di Sant’Angelo.

veruschka_varios

Além disso, os mais badalados fotógrafos queriam clicá-la, seja Avedon (que a considerava a mulher mais bonita do mundo ), Bailey, Penn e Franco Rubartelli, Franceso Scavullo, Bert Stern, William Klein e muitos outros.

veruschka-e-avedon

Veruschka-by-avedon-2

veruschka_by_richard_avedon

Esta relação fotógrafo e modelo foi muito bem captada por Veruschka, seja na famosa foto com David Bailey (clicada por Bert Stern, abaixo) como na icônica cena do filme “Blow-Up” na qual ela parece transar com o fotógrafo vivido por David Hemmings (e inspirado em Bailey), em uma das cenas mais sexy do cinema:

veruschka-and-david-bailey

‘Blow-up’ , o filme dirigido por Michelangelo Antonioni em 1966, no auge da swinging London, foi um dos momentos mais gloriosos da carreira de Veruschka, já que mesmo aparecendo pouco, ela foi a imagem do cartaz e de várias fotos publicitárias do filme.

Veruschka-in-Blow-Up

Ela nunca deixava a arte de lado, se envolvendo em projetos com artistas como Salvador Dalí (na foto abaixo) e Andy Warhol, entre outros.

veruschka-e-dali

No final dos anos 60, ela esteve duas vezes no Brasil, acompanhada do seu então namorado, Rubartelli, e, além de fotografar, andou badalando pelos bailes de carnaval de Rio e Salvador.

veruschka-no-carnaval

Abaixo cenas de um filme que Rubartelli fez com ela em 1971: “Veruschka, poesia di una donna”:

A música do filme, totalmente inspirada nela, foi composta por Ennio Morricone:

Porém, em meados da década de 70, Veruschka já não era considerada mais novidade e em um editorial com a então sucessora de Diana Vreeland na Vogue americana, Grace Mirabella, ela acabou se desentendendo com esta e resolveu deixar a moda de lado.

veruschka7

Veruschka tinha tudo, mas não era feliz apenas com a moda, sua vida precisava de um significado maior, assim ela resolveu se dedicar á fotografia mais artística.

Ela se uniu ao fotógrafo  Holger Trülzsch e resolver fazer parte da natureza, ou seja, ela aderiu ao body-painting, uma forma artística na qual a modelo pinta todo o corpo para que este se confundisse com a própria natureza, transformando seu corpo em uma escultura viva,como podemos ver no vídeo abaixo.

Veruschka se camuflava no meio da natureza e estes incríveis trabalhos, feitos nos anos 70 e 80, foram reunidos e lançados no livro “Trans-figurations”.

veruschka-transfigurations

Ela usava o seu corpo como um instrumento, ou como ela mesma define, “um avatar para a metamorfose”.

Veruschka-camaleoa

No cinema, ela chegou a fazer mais participações, como no filme “The Bride” (A Prometida) no papel de uma condessa, nos anos 80, bem como um tórrido romance com o ator Peter Fonda.

Durante certo tempo, Veruschka viveu reclusa, mas na década de 90 andou sendo redesco-berta por Steven Meisel, que a colocou numa campanha da Dolce & Gabbana, além de desfilar para a Chanel.

veruschka8 

veruschka9

Nos anos 00, ela voltou ao cinema numa pequena participação em “Cassino Royale” (o pri-meiro com Daniel Craig) e em 2010 participou de um desfile para o estilista Giles Deacon e também para Jasper Conran.

veruschka-10

Nos EUA acaba de ser publicado um livro com fotos inéditas dela, feitas pelo fotógrafo Johnny Moncada nos anos 60, intitulado ‘From Vera to Veruschka”.

Veruschka--livro-From-Vera-to-Veruschka

Veruschka pode estar afastada da moda, mas isto não impede que seus arquivos sejam revirados, seu estilo é atemporal, ela sempre será um ícone fashion, uma mulher forte e cuja imagem é o mais puro glamour.

veruschka-now

 RSS  
 

CONVENÇÃO NAVIO CHILLI BEANS

 RSS  
 

VALÉRIE CIRIADÈS INDOCHINE

 RSS