Warning: include_once(wp-includes/images/pin.png): failed to open stream: No such file or directory in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: include_once(): Failed opening 'wp-includes/images/pin.png' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/japagirl/public_html/blog/index.php on line 2

Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/japagirl/public_html/blog/index.php:2) in /home/japagirl/public_html/blog/wp-content/plugins/instagrate-to-wordpress/instagrate-to-wordpress.php on line 48
Top of the Pops – Japa Girl












































































    Encontrei essa cachorra, com mais de 10 anos, castrada, com uma cirurgia ainda cicatrizando na região torácica, cheia de moscas e pulgas, na pracinha em frente ao colégio Santa Cruz, região de Pinheiros. Muito fraca, está pele e osso. Internei no @citvet por 24 hrs, está inteira, sem anemia, sem infecção, fígado e rins bons! Acredito que fugiu! Por favor me ajudem compartilhando, deve ter um dono procurando por ela. Por hora, colocamos o nome de Angelita. #cachorraperdida #procurasecachorroHoje!!!
#climatestrikeLunatic Magic Beware...🦇 Theophile-Alexandre Steinlen “Chat au Clair de Lune”, c 1900Greve Global pelo clima - São Paulo, 20.9.2019! É de suma importância que todos participem dessa greve global. Acontece que a Amazônia, o Pantanal e o Cerrado, continuam queimando, numa destruição avassaladora, apesar da pressão feita até agora. Além disso, incêndios se espalham por diversos cantos do mundo, como Sibéria, Indonésia e o continente africano. Não podemos relaxar, enquanto mudanças significativas sejam aplicadas de fato.Emocionante! Nunca vi passeata igual, com tanta gente. Acordamos. Graças à Deus e Deusa. Não podemos mais permitir que isso aconteça as Florestas e aos Animais. Fora demônio #forasalles #sosamazoniaPor favor assistam!Gigante pela própria natureza e pela própria ignorância 🇧🇷Precisamos ir para a rua protestar urgente!!! Profundamente abalada com a destruição de lugares sagrados, lugares que sustentam a Vida neste planeta! Todos vão sofrer as consequências desse desmatamento e queimadas! Árvores de 500 anos já eram! Estão encontrando animais queimados, jamais estudados ou conhecidos pelo homem! Estamos sentenciando nossa existência. #prayfortheamazonÉ com profundo pesar, estão cortando uma pequena floresta de no mínimo 70 anos, que cresceu numa casa desocupada. Ainda que haja autorização da PMSP e compensação em outro local, como fica o entorno? Quem irá compensar os morcegos e periquitos que moram nessas árvores?Unforgetable veggie lunch exxxperience!
Thank you so much @saporebrasil @pietroleemann @lideresempreendedores 
Risoto com aspargos verdes e abóbora, contraste de mousse de couve-flor defumada e arroz silvestre crocante.

                
       
















bloglovin



CURRENT MOON

Posts Tagged ‘Top of the Pops’

TODAY’S SOUND: ALICE COOPER POR ARTHUR MENDES ROCHA

Alice Cooper é o nome artístico de Vincent Damon Furnier, um dos vocalistas mais conhecidos do rock, principalmente por seus shows teatrais, chocantes e de temáticas inspiradas por filmes de terror.

alice-1a


alice-1

Furnier nasceu em Detroit, em 1948, seu pai, por incrível que pareça, era bispo da Igreja de Jesus Cristo e seu avô era apóstolo, ou seja, mesmo com esta educação mega religiosa, ele ficou atraído na vida adulta por um lado mais profano.

alice-2

A carreira de Furnier começou nos anos 60, quando ele montou com seus colegas Glen Buxton, Dennis Dunaway, John Tatum e John Speer, a banda Earwings, que depois passou a se chamar Spiders e Nazz, até finalmente assinarem como Alice Cooper.

alice-cooper-band

O nome foi inspirado por rituais de magia negra, seria o nome do espírito de uma feiticeira numa das vidas passadas de Furnier.

Mesmo na banda, Furnier passou a se chamar Alice Cooper, que pretendia ser um vocalista de rock vilão, com um visual aterrorizante e sombrio, do dark side,  se diferenciando dos vocalistas ‘heróis” da época.

alice-3

É interessante notar que a banda Alice Cooper lançou oito álbuns, antes de Furnier se apropriar do nome, tendo sido apadrinhados por Frank Zappa e lançado seu primeiro disco em 1969, intitulado “Pretties for you”.

alice-4

O álbum foi um fracasso de público e crítica, mas conseguiu conquistar alguns fãs.

Em um dos shows de divulgação, aconteceu um fato que contribuiu para a mítica criada em torno de Cooper: ele tirou uma galinha na plateia e esta foi despedaçada pelo público. A imprensa da época deu bastante destaque para o fato e começaram a circular boatos que ele havia cortado a cabeça da galinha e bebido o sangue.

alice-5

Foi com o terceiro disco, ‘Love it to the death”, de 1970, e com a música “I’m eighteen’,  que eles começaram a fazer sucesso, mas principalmente por causa de suas atuações teatrais no palco, que viria a ser chamado pela crítica de “teatro de terror”.

alice-6

Os pais na época morriam de medo que Cooper influenciasse negativamente seus filhos, tentando boicotá-lo, mas nunca conseguiram…

No vídeo abaixo, Cooper já usa e abusa dos recursos teatrais, ajudado por uma pesada maquiagem preta em torno dos olhos, quase como lágrimas negras, além do figurino com calça de paetês:

No ano seguinte, eles assinam com a major Warner e lançam “Killer”, que atinge a 21ª posição na Billboard.

Entre as canções está “Under my wheels”, cujo vídeo podemos ver abaixo. O figurino de Cooper está ainda mais elaborado, um macacão preto de taxas com o peito aberto, botas de cano alto com detalhes em prata e os olhos pintados como se fossem cílios enormes:

No álbum seguinte, “School Out”, de 1972, eles conseguem chegar ao topo das paradas, puxada pelo single de mesmo nome, abaixo em um vídeo no Top of the Pops:

Em 1973, eles lançam seu penúltimo álbum como Alice Cooper, o grupo, “Billion Dollar babies”, que originou um dos primeiros vídeos a serem exibidos pela MTV:

No mesmo ano, eles fazem a turnê Billion Dollar Babies, quebrando recordes por onde passaram e incluindo números como o da guilhotina, onde ele encena que é decepado e que se tornou uma de suas marcas registradas.

alice-headless

Ainda em 73, houve o encontro entre Cooper e Salvador Dali, que passaram um tempo juntos, sendo que Dali fez uma obra de arte dedicada à Cooper, um dos primeiros hologramas que se tem notícia, que está em exibição no Museu Dali.

alice-e-dali


alice-e-dali-2

O próximo disco e as tensões entre os integrantes acabaram por separá-los e fazer com que Alice Cooper virasse o projeto pessoal de Furnier, com uma nova banda e um novo disco que mostrou ser um sucesso, “Welcome to my nightmare”. Em um dos vídeos para divulgar este trabalho, ele chamou Vincent Price para fazer uma participação especial (muito antes de Michael Jackson com Thriller):

alice-&-vincent

Em 1977, ela lança uma balada que faz o crossover pop e vira hit, com direito a uma divertida aparição no Muppet Show:

No final da década de 70, e acabando de lançar um segundo disco de sucesso moderado, Cooper enfrentava problemas com o alcoolismo, o que estava atrapalhando sua vida profissional, e acaba se internando em uma clínica de reabilitação, pondo seu casamento em risco.

alice---varias

Com a chegada dos 80, sua popularidade vai diminuindo e ele só vem a reconquistar o público no final da década com ‘Trash’, álbum que teve três singles de sucesso, incluindo “Poison”:

No início dos anos 90, ele vivia uma fase de popularidade renovada, participando do disco ‘Use you ilusion’ do Guns n’ Roses, além da participação como ator em filmes como “Freddy’s death: the final nightmare” (como o pai de  Freddy Kruger) e “Wayne’s World”.

alice-live

Com o lançamento do álbum de 1994, “The last temptaion”, ele vira estória em quadrinhos de Neil Gaiman e resolve dar nova pausa na carreira.

alice-8

Seu retorno foi no ano 2000 com “Brutal Planet”, início de uma trilogia onde discute fé e religião, trabalhos estes muito bem recebidos pela crítica e que originaram novas turnês mundiais.

alice-7

Depois de serem incluídos no Rock n’Roll Hall of Fame em 2010, Alice Cooper esteve fazendo shows no país em 2011 e lançou “Welcome 2 my nightmare”, continuação de seus disco de 1975.

alice---welcome-2-my-nightm

No ano passado foi lançado o Box-set “Old School Special Edition” incluindo a edição comemorativa dos 40 anos do álbum “School’s out” além de CDs com material inédito e bootlegs.

alice-spider

Se não houvesse Alice Cooper e seu “horor show”, não existiriam artistas como Marilyn Manson, Slipknot, Kiss, New York Dolls e muitos outros que devem a ele, o conceito do show de rock como um espetáculo teatral e cheio de ousadia.

   Comentário RSS Pinterest   
 

TODAY’S SOUND: BAUHAUS POR ARTHUR MENDES ROCHA

O Bauhaus é o que se pode chamar de uma banda gótica em todos os sentidos, seja na maneira de cantar, na sua atitude, no seu estilo de vestir, nas suas letras; não é a toa que eles são considerados a primeira banda gótica.

bauhaus---foto-1

 A banda começou como um trio composto por Daniel Ash (guitarra), David J. Haskins (baixo) e seu irmão mais novo, Kevin (bateria), que se apresentavam como o The Craze.

bauhaus-foto-2

Eles chegaram a se apresentar em alguns clubs de Northampton, Inglaterra, mas Ash queria que seu colega, Peter Murphy, participasse da banda, já que ele tinha o visual perfeito para uma banda de rock.

bauhaus---peter-murphy-1

Peter nunca havia cantado e nem sequer tido qualquer contato com a música, mas resolveu se aventurar e participar da banda. Ele parece ter nascido para isto, pois sua voz penetrante e seu visual o tornaram um ícone.

bauhaus---foto-peter-2

O nome desta nova banda seria Bauhaus 1919, inspirados pelo movimento alemão de mesmo nome, sendo que a banda utilizou até a mesma tipografia em algumas de suas capas.

bauhaus_logo

Seu som é pós-punk com influências diversas que vão do new wave ao glam, passando pelo krautrock e até dub reggae.

bauhaus---fotos-variadas

Em setembro de 1979 eles lançam seu primeiro single pelo selo Small Wonder, “Bela Lugosi’s dead”, e passam a assinar somente como Bauhaus.

O single vai se tornar um dos marcos do movimento gótico, ficando por anos na parada independente inglesa.

bauhaus_--capa-bela_lugosis

Seu próximo single é “Dark Entries’, o primeiro com a nova gravadora 4AD, aqui numa apresentação ao vivo, com Peter sem camisa, com muita sombra e fumaça:

Depois de fazer shows nos EUA, eles lançam o single “Telegram Sam” (regravação de uma canção do T-Rex):

Em outubro de 1980, eles lançam seu primeiro álbum, “In the Flat Field”, que fica no primeiro lugar da parada independente inglesa e no 72º lugar na parada pop.

bauhaus---capa-in-the-flat-

A banda acabaria ficando pouco na 4AD e passam para o selo Beggar’s Banquet, que tinha mais infra e por onde lançam seu segundo álbum, ‘Mask”, que continha o single “Kick in the eye”:

O álbum mostra uma direção um pouco diferente no som da banda, com mais nuances de metal e uso de elementos eletrônicos como sintetizadores, atingindo o 30º lugar na parada pop.

bauhaus---mask

A Beggar’s Banquet capricha na programação visual das capas e singles da banda, geralmente em p&b e com refinada direção artística, seja nas imagens escolhidas e na diagramação visual.

bauhaus---visual-capa

Contudo, é com a gravação de um cover de Bowie, “Ziggy Stardust”, que a banda tem seu primeiro hit, chegando no 15º lugar nos charts e levando-os a se apresentar no Top of the Pops:

Em 1982, eles lançam u novo álbum, “The sky’s gone out”, com uma nova versão da música “Spirit” e ficam no quarto lugar nos álbuns mais vendidos:

Bauhaus-TheSkysGoneOut_orig

Nesta mesma época, eles são convidados a aparecer na cena de abertura do filme “The Hunger” (Fome de Viver), numa inesquecível sequência dentro de um club onde Peter Murphy canta “Bela Lugosi’s dead”.

Bauhaus_Belalugosi

Logo em seguida, eles saem em turnê, porém, antes dos shows em Londres, eles decidem terminar com a banda.

bauhaus---foto-5

Após os shows de despedida no Hammersmith Odeon, é lançado o álbum “Burning from the inside”, em 1983, porém Peter teve pneumonia bem na época da gravação, assim muitas das canções não são interpretadas por ele e sim por Dash.

bauhaus_burning_from_the_in

Um dos hits do álbum é ‘She’s in parties”:

Com o final da banda, cada membro partiu para projetos pessoais:

Peter Murphy formou o Dali’s Car com Mick Karn (do Japan) que chegou a gravar um álbum. Ele teve mais sucesso como artista solo, gravando os álbuns “Should the world fail to fall apart” (1986), “Love Hysteria’ (1988), “Deep” (1989), gravando mais cinco álbuns durante os anos 90 e 00. Seu último trabalho é ‘Ninth’ de 2011.

bauhaus---Peter-Murphy_Deep

bauhaus---peter-murhy--capa

Daniel Dash formou o Tones on Tail junto com Kevin e mais tarde a eles se juntou David e formaram o Love & Rockets, que teve algum sucesso e gravou sete álbuns.

bauhaus---foto-3

Houve uma tentativa de voltar com o Bauhaus, mas Peter não compareceu aos ensaios.

bauhaus---peter-murphy-3

Isto só viria a acontecer em 1998, quando o Bauhaus, com sua formação original, volta para uma nova turnê, a “Ressurection Tour”, onde é gravado o álbum ao vivo, “Gotham”, que deveria virar um filme (que nunca foi lançado) e cujo trailer vemos abaixo:

Em 2005, eles voltam a se reunir para tocar um elogiado set em Coachella e depois saem em turnê que dura até 2006, passando por EUA e Europa.

bauhaus_foto-4

Ainda em 2006, eles abrem alguns shows do Nine Inch Nails e, em 2008, o Bauhaus volta a lançar um álbum de inéditas com ‘Go away White”.

bauhaus---foto-6

   Comentário RSS Pinterest   
 

TODAY’S SOUND: THE EXPLOITED POR ARTHUR MENDES ROCHA

‘Punk rock is a serious business” (Punk rock é um negócio sério), assim a banda Exploited define o gênero que os tornou famosos; toda a rebeldia, aquele sentimento de se sentir vivo, de gritar, de se rebelar contra as corporações, esta atitude o grupo leva sério até hoje.

desenho
Surgido no início de 1980, na Escócia, The Exploited acreditou na energia punk desde o começo, adquirindo uma postura politizada, contra as guerras e injustiças sociais.

exploited-foto-1
A banda faz parte da segunda geração do punk inglês, angariando fãs entre os skinheads, por cuja união a banda sempre se preocupou.

exploited-e-skins
Formado por Wattie Buchan (que acabara de servir nas forças armadas inglesas), John Duncan, Gary McCormack e DRU Stix, a banda lança em 1981 do seu primeiro álbum, que já tinha o sugestivo título de “Punk’s not dead” (o punk não está morto).

exploited---foto-wattie
O álbum atingiu o 20º lugar na parada inglesa, além de vender mais de 150 mil cópias e lançar os hits “Sex and violence” e ‘Cop Cars”:

Logo em seguida a banda lançava o EP “Dead Cities”, como vemos abaixo na explosiva apresentação no Top of the Pops:

Esta apresentação foi bastante criticada pelos fãs da banda, pois significava a banda se vender ao sistema. Mesmo com todas as críticas, as vendas do EP saltaram de 20 para 50 mil unidades vendidas.

exploited---foto-2

Era o verão de 1981 e a banda saia na turnê “Apocalypse”, junto com o Discharge, e fazia show em Londres um dia após os conflitos em Brixton e ocasionando um novo renascimento do punk rock na Inglaterra.

EXPLOITED---APOCALYPSE-TOUR

O visual do Exploited sempre foi o punk ao extremo, com o vocalista Buchan desfilando o seu moicano, além das roupas e acessórios característicos do gênero, como os Sex Pistols haviam feito alguns anos antes.

Exploited.-foto-3

Uma das polêmicas da banda foi vender camisetas em seus shows com a suástica, associando-os aos nazistas, mas a banda nega isso, afirmando que seu intuito era chocar e não fazer apologia do nazismo. Outra forte crítica era que a banda incitava a violência em seus shows.

exploited---foto-4

Independente disto tudo e de já ter causado muita confusão como prisão de seus membros e até serem banidos em locais como a Holanda, eles continuam fiéis às suas raízes e se posicionando contra conflitos como a Guerra das Malvinas.

exploited---foto-5

Em 1982, eles lançam o disco que muitos consideram o seu grande clássico: “Troops of Tomorrow”, que atingiu o décimo lugar na parada inglesa e originou sucessos como “UK 82” e “”Fuck the USA”:

Nos anos seguintes, a banda lançou mais discos (que não tiveram tanto sucesso como os primeiros), excursionou por vários países, incluindo o Brasil e também trocaram muitas vezes de integrantes.

exploited---foto-6

Em 1987, no disco “Death before dishonour”, a capa é uma referência direta à Margaret Thatcher (falecida nesta semana) com a ex-primeira ministra desenhada já em decomposição e abraçada na morte segurando uma nota de dez libras.

exploited---capa-death-befo

Se último trabalho foi em 2003, “Fuck the system” com forte influência do metal e também da música eletrônica, o que andou desagradando os fãs mais fiéis ao estilo da banda.

exploited---fotos-diversas

Tendo recentemente completado 30 anos de existência, o Exploited continua na ativa, com a volta dos membros originais e uma prometida turnê para este ano.

EXPLOITED---foto-recente

Sem o Exploited, dificilmente existiria o trash metal de artistas como Metallica, Slayer e Slipknot, além de seu som influenciar grupos como Queens of the Stone age e Nirvana (inclusive Duncan chegou a participar como guitarrista no disco “In Utero”).

exploited-foto-7

   Comentário RSS Pinterest